Trabalhar com motivação e propósito: uma tendência crescente

Trabalhar com motivação e vontade cria um ambiente agradável e mais produtivo.

Estava lendo uma matéria sobre a mudança de paradigma que vem ocorrendo nos postos de trabalho. Um dos pontos abordados refere-se a uma tendência crescente na busca de trabalho com um propósito.

De acordo com o texto da reportagem de Louis Naudi, no Times of Malta, “pesquisas mostram que os millennials e a geração Z, nascidos de meados da década de 1990 até o início dos anos 2000, são muito conscientes sobre si mesmos e sobre questões sociais, mais propensos a serem influenciados e mais seletivos com organizações que apoiam problemas ou causas com as quais se conectam profundamente. Assim, o propósito central afeta diretamente as atitudes e vai além da ‘cultura dos benefícios’.”

As empresas, em sua maioria, ainda concentram o foco no lucro, negligenciando uma contribuição possível para o bem social. Isso acarreta uma conexão falha entre os funcionários e a organização, bem como falta de motivação e satisfação com a atividade desempenhada, acarretando diminuição na produtividade.

Ter uma visão realista e cultivar uma motivação adequada também pode protegê-lo contra sentimentos de medo e ansiedade.

Segundo Dalai Lama, a motivação é fator preponderante, inclusive, para evitar sentimentos de inadequação e medo, preparando o terreno para alcançar a felicidade: “Ter uma visão realista e cultivar uma motivação adequada também pode protegê-lo contra sentimentos de medo e ansiedade. Se você desenvolver uma motivação pura e sincera, se você é motivado por um desejo de ajudar com base na bondade, compaixão e respeito, então você pode continuar qualquer tipo de trabalho, em qualquer campo, e atuar de forma mais eficaz, com menos medo. Não se preocupe, não tenha medo do que os outros pensam nem mesmo, em última análise, se você será bem-sucedido em alcançar seu objetivo. Mesmo que você não consiga atingir seu objetivo, você pode se sentir bem em ter feito o esforço. Mas com uma motivação ruim, as pessoas podem elogiá-lo, você pode alcançar metas mas, ainda assim, você não será feliz.”

Dê significado à vida através da escolha de seus objetivos

O artigo cita um pensamento de Steve Jobs: “Seu trabalho vai ocupar uma grande parte de sua vida, e a única maneira de estar realmente satisfeito é fazer o que você acredita ser um ótimo trabalho. E a única maneira de fazer um ótimo trabalho é amar o que você faz. Se você ainda não encontrou, continue procurando. Não desanime.”

O significado de nossa vida é uma função das metas que escolhemos perseguir – isto é, nossos propósitos.

“A filosofia de Jobs – continua Louis Naudi em sua análise – sustenta que o mais importante é descobrir o que você gosta de fazer, perseguir apaixonadamente uma carreira nessa área, comprometer-se a compreendê-la completamente, sempre seguindo de acordo com suas próprias decisões, monitorando como gasta seu tempo e ajustando continuamente seu desempenho e atividades, a fim de alcançar a maior felicidade possível.

Nossa vida é um processo de ação auto-gerada e direcionada por objetivos – ação que, por termos livre arbítrio, é gerada por nós em direção a objetivos escolhidos por nós. O significado de nossa vida é uma função das metas que escolhemos perseguir – isto é, nossos propósitos. O significado da vida é determinado pelas escolhas que se faz e pelo esforço que se exerce. O emprego faz parte das experiências da vida.”

O conceito é excelente, todas são palavras verdadeiras, mas às vezes a teoria, na prática, é outra. Então se isso não se encaixa na sua realidade de hoje, se você ainda não conseguiu ‘fazer o que gosta’, ou se ainda não vislumbra isso se realizando em curto espaço de tempo, acredito que é sempre válido um esforço para ‘gostar do que faz’.

“Fazer o que gosta”  x  “gostar do que faz”

Em qualquer tarefa que você esteja realizando, empenhe-se em realizar bem suas funções, em atender com educação e cordialidade mesmo os clientes mais ranzinzas e grosseiros, em buscar soluções simples mas que possam trazer algum diferencial.

Tenho um bom exemplo: algum tempo atrás, fui ao supermercado. No balcão da padaria estava uma atendente, embalando os diversos tipos de pães em saquinhos de celofane, mas ao invés de usar embalagens largas, onde os pães ficavam amontoados de qualquer jeito, ela os acondicionava cuidadosamente em saquinhos mais estreitos e altos, ordenando-os de par em par. “Que capricho!”, disse eu a ela. Num largo sorriso de satisfação, ela respondeu: “Assim fica mais bonito e os clientes compram com mais gosto. E a minha chefe elogiou!”.

Claro que nem sempre o chefe elogia, outras vezes você até acaba levando uma dura por não estar fazendo do jeito que foi mandado, isso se não virar motivo de piada entre os colegas ou de maledicência dos invejosos.

Mas, mesmo se quem deveria não está reconhecendo, não está vendo, fica valendo a antiga máxima que diz que “Deus está vendo”. Se você se dedica, faz o seu melhor, Deus, ou o Universo, está vendo que você é uma pessoa interessada e não interesseira, que você pode gostar de tudo que faz e fazer da melhor maneira possível.

Assim, também, você vai conquistando confiança nas suas habilidades e abrindo caminho para novas oportunidades.

Nossa vida é um processo de ação auto-gerada e direcionada por objetivos – ação que, por termos livre arbítrio, é gerada por nós em direção a objetivos escolhidos por nós.

Então, em vez de acordar de mau humor por ter que ir para o trabalho, melhore sua disposição e agradeça por ter um trabalho –  e se você não precisa dele, certamente alguém precisa muito e vai ficar muito feliz de ocupar sua vaga.

Se você precisa do seu trabalho, pare de gastar sua energia reclamando que você não gosta do que faz, use-a para pensar no que você gostaria de fazer e comece a procurar as formas para realizar isso.

Use a energia do entusiasmo para ter um bom dia, um bom trabalho, uma boa vida

O primeiro passo para você mudar de trabalho é você mudar sua energia. Passe:

  • da reclamação para a gratidão
  • da irritação para a motivação
  • do desgosto para satisfação
  • da displicência para a dedicação
  • da depreciação própria para a autovalorização
  • da atitude pessimista para a atitude esperançosa
  • do desânimo para o entusiasmo

Vale relembrar – ou conhecer – um pouco sobre essa palavra, cuja presença é muito importante em todos os nossos dias: entusiasmo.

O entusiasmo

Vamos à Wikipedia: “Entusiasmo (do grego in + theos, literalmente ‘em Deus’) originalmente significava inspiração ou possessão por uma entidade divina ou pela presença de Deus. Atualmente, pode ser entendido como um estado de grande arrebatamento e alegria. Uma pessoa entusiasmada está disposta a enfrentar dificuldades e desafios, não se deixando abater e transmitindo confiança aos demais ao seu redor. O entusiasmo pode portanto ser considerado como um estado de espírito otimista.”

“O entusiasmo por si só não se sustenta, ninguém consegue manter-se entusiasmado se não possuir metas claras para alcançar um objetivo principal bem definido, e não se pode ficar esperando as melhores oportunidades para começar. Na maioria das vezes, é necessário ir à busca e criar as oportunidades para que as coisas aconteçam. Em outras palavras, só depende do indivíduo, ninguém pode ter entusiasmo por outra pessoa.”

Segundo Joseph Murphy, “Entusiasmo significa literalmente ‘ser possuído por Deus’. O entusiasmo libera uma tremenda energia mental, trazendo sempre ideias novas e maravilhosas.”

Use todos os recursos de que você dispõe:

  • sua mente e seus pensamentos
  • sua atitude e seu livre-arbítrio
  • sua força e sua energia
  • sua emoção e sua paixão

Ponha todos para trabalhar a seu favor, e termine cada dia com aquela sensação boa de ter feito tudo que podia, mesmo que não tenha corrido tudo como você gostaria. Mas repouse com o coração apaziguado e a mente serenada, tendo a certeza de que amanhã, afinal, será um novo dia.

 

Noemi C. Carvalho

 

pós-edição – Bella Cardoso de Carvalho

 


Pode lhe interessar ler também:


 

Anúncios


Categorias:Autoconhecimento

Tags:, , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: