Você é a origem de todo o poder de criação

Sua verdadeira natureza é muito mais do que você imagina

Todo e qualquer pensamento que você já teve, tem e terá sobre você, nunca será o que você é, serão apenas pensamentos.

Quem em verdade você É não pode ser nomeado ou mesmo definido por algum conceito acerca do que pense sobre o que você é; todas as ideias e presumíveis definições estão muito distantes da verdade. Entenda uma coisa: você é liberdade, não pode ser contido em palavras ou em alguma compreensão mental.

Suas concepções construídas pelas ilusões da separação, fazem com que você desconheça sua verdadeira natureza e seja enganado pelo que é perecível, gerando a ideia da separação de sua essência, de quem você verdadeiramente É. Isso faz com que se sinta isolado e tenha a irresistível necessidade de possuir ou realizar algo para sentir ser alguém.

Você, em verdade, é a origem dos pensamentos todos, a matriz de toda a criação.

Sua identidade verdadeira reside em sua consciência profunda

Ao longo de existências, os seres tentam criar expressões e formas para transmitir essa verdade; mas falarmos sobre alma, luz, consciência, divindade, essência, inteligência cósmica, consciência cósmica, jamais conseguirá dizer quem em verdade É você. Essas expressões apenas sugerirão indícios da vastidão de seu Ser.

Todos, em sua jornada pela experiência de viver, em cada fase se identificam com um papel que desempenham, crendo que são aquilo que fazem. Isso forja uma falsa identidade que causa insatisfação e gera uma busca por coisas externas e materiais para suprir o vazio que o afastamento do que se É produziu.

Se você se concentrar e buscar em seu interior a percepção de que lá existe esta chama, perceberá que lá está ela; em sua mais profunda consciência, seu verdadeiro Ser aguarda o seu reconhecimento como aquilo que você verdadeiramente É.

Essa verdade sempre esteve em você e sempre estará; passam-se existências e ela sempre É.

Os ardis da mente para manipular sua grandeza interior

Perceba que, assim como os pensamentos surgem na sua mente, sensações brotam em seu corpo. Percepções e emoções que vêm e vão são passageiras circunstanciais da vivência, apenas isso; em nada podem definir você, apenas tentam iludir, persuadindo-lhe que são você.

A mente possui muitos ardis: um dos mais difíceis de se perceber é quando ela tenta convencer que você é aquele que está pensando, que você é o pensador, quem cria o que se passa na mente. E assim é que ela o define, impingindo a crença na sua finitude e efêmera existência, assim como na incompletude que necessita de melhorias e evolução.

Nestes momentos, o que de melhor se pode fazer é questionar-se quem você É. Pesquisar de onde vêm todos esses pensamentos, a veracidade e autenticidade de cada um deles e o que está originando-os. Assim fazendo, abre-se à verdadeira dimensão de sua Divindade, quem É você em verdade, a Entidade capaz de se fazer reconhecer por Si só.


Procure LêAqui também nas redes sociais:


Empodere-se, descobrindo sua verdadeira essência

Dessa inquirição, revela-se o cerne da própria criação: o todo, as individualidades e coletividades, o resultado da peregrinação em procura da autoidentificação. O poder implícito aqui é enorme, com consequências nas várias dimensões de sua vida. Sua existência será a manifestação do que for aqui descoberto.

A partir dessa descoberta, toda sua existência terá um outro significado, expressando um enorme poder que permeará todas as área de sua vida.

A liberdade é você, o poder de realizar, infinito e ilimitado, o Todo, o Ser que em verdade É.

As coisas passam, pessoas, laços de relacionamento, títulos, premiações, punições, posses, conceitos, pensamentos, opiniões, tudo perece, tudo de desfaz, apenas o que É, permanece.

Assim é agora como para sempre será, eterno, absoluto, imutável e infalível.

Muito falta para que se possa reconhecer assim, mas em todos os povos, nas mais variadas tradições espirituais, a busca por essa vivência transcendente – ou como expressava Carl Jung, a experiência numinosa – sempre ocorreu.

Todos almejam a experiência de romper as couraças emocionais, e assim libertos poder se religar a Deus em sua amorosa energia. E assim um dia essa verdade se revelará à sua face, e no espelho da perfeição, em verdade, se reconhecerá.

Um sincero e profundo desejo de que a mais profunda paz possa enternecer o Ser que em você pacientemente aguarda a revelação.

 

José Batista de Carvalho

 


Talvez você goste de ler:


 

Anúncios


Categorias:Reflexão

Tags:, , , , , , , , , ,

2 respostas

  1. quantos livros ja leu e escreveu ??

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: