Algumas palavras sobre autoconhecimento

O que é autoconhecimento

O autoconhecimento é uma prática adotada com a finalidade de se conhecer melhor.

É um trabalho de introspecção, quando procuramos compreender o que nos move. Isto é, procuramos entender como o nosso mundo interior define e concretiza o nosso mundo exterior. Aquilo que desejamos como ideal de vida – amor, felicidade, sucesso, riqueza, ou qualquer outra aspiração que tenhamos – não vamos encontrar no mundo exterior enquanto não nos aproximarmos de nosso mundo interior.

Quais os mecanismos que agem em nosso mundo interior

Os mecanismos interiores são pessoais, individualizados, únicos em suas características de percepção, ou seja, o mesmo evento é registrado, percebido, sentido e posteriormente recuperado/revivido de maneiras diferentes por diferentes pessoas.

Eles respondem pela forma como vemos e sentimos o mundo à nossa volta e pautam as ações com as quais conduzimos nossa vida. Alguns dos aspectos de nosso mundo interior que vale a pena que sejam compreendidos dizem respeito às emoções e aos pensamentos:

  • quais são as emoções que mais comumente afloram em nossos dias
  • como elas direcionam as nossas atitudes
  • de onde se originaram e como se formaram
  • qual sua relação com os pensamentos que transitam pela nossa mente
  • qual a relação que existe entre os pensamentos e o que ocorre em nossa vida
  • de que forma eles exercem ação direta sobre a vida que vivemos
  • como ter um domínio de maneira consciente sobre esses elementos (emoções e pensamentos) para conseguir resultados positivos em nossas resoluções

Qual a importância de nos conscientizarmos dos mecanismos interiores

Com o desenvolvimento pessoal obtido através do profundo conhecimento de si próprio, tornamo-nos aptos a reconhecer e aceitar nossos diversos conteúdos interiores – tanto os positivos, como os negativos. Costuma-se chamar a isto de expansão da consciência, que nada mais é que ter a consciência, estar ciente da ação dos nossos componentes interiores.

Com o reconhecimento e a prática, podemos direcioná-los e utilizá-los de forma proveitosa, estimulando os fatores positivos, e modificando os negativos de modo a torná-los neutros ou favoráveis.

Desta forma, conseguimos manter um melhor equilíbrio em situações que exigem escolhas difíceis ou na ocorrência  de fatos que tendem a desestabilizar emocionalmente, como término de relacionamentos, frustrações pessoais ou financeiras, críticas recebidas, perda de emprego ou insucesso de negócio, entre tantos outros problemas que enfrentamos na vida.

O que podemos modificar é não a ocorrência de situações dolorosas e frustrantes, mas a forma como reagimos a elas, de modo a resolvê-las ou superá-las com menos angústia e maior serenidade, com menos dúvidas e mais confiança.

A importância da espiritualidade no contexto do autoconhecimento

Outro aspecto a ser considerado, além das emoções e dos pensamentos, é o que diz respeito à espiritualidade. A obtenção de melhorias pessoais como resultado do autoconhecimento trata de nosso bem-estar e satisfação ao conseguirmos permanecer num estado emocional sereno e pacificado, bem como a possibilidade de conseguirmos melhores condições para realizarmos nossos desejos e aspirações na vida.

Quando a esses componentes acrescentamos a maior compreensão e aproximação de nosso núcleo de espiritualidade, esse bem reveste-se de um significado maior, pois sempre terá em vista também o bem comum, não só o bem pessoal.

A espiritualidade, como um estado de profunda conexão com algo maior e transcendente à vida física, esteada em valores morais de respeito a todos os seres viventes, em princípios de humildade, gratidão, compreensão, honestidade, compaixão, faz com que todos sejam vistos como iguais, diferindo, naturalmente, em suas caraterísticas de personalidade – que é o conjunto de aspectos pessoais a serem reconhecidos, aceitos e, quando necessário, transmutados, como citado em parágrafo anterior, ou seja, a finalidade do autoconhecimento.

O autoconhecimento é, em nível mais abrangente, um processo no qual se busca a integração dos nossos aspectos emocional, mental, físico e espiritual.

É a harmonização, em primeiro lugar, do relacionamento consigo próprio para, então, ter melhores possibilidades de bons relacionamentos com o mundo.

 

Noemi C. Carvalho

 


Se você tem interesse neste assunto leia Sete passos para você desatar os nós que amarram a sua vida.

Acompanhe também nossas publicações nas redes sociais: Facebook  , Instagram, Twitter.


 

Anúncios


Categorias:Autoconhecimento

Tags:, , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: