Canudinhos de plástico: proibida comercialização em São Paulo

Agora os canudos plásticos não podem mais ser fornecidos no Estado de São Paulo.

Acompanhando a tendência mundial na busca de alternativas sustentáveis, o Estado de São Paulo também adota medidas para combater a poluição ambiental e preservar a vida animal.

No dia 13 de Julho foi sancionado pelo Governo paulista o Projeto de Lei que proíbe o fornecimento de canudos de plástico em todo o Estado de São Paulo.

A regra vale para estabelecimentos comerciais em geral, como bares, restaurantes, padarias, hotéis, clubes, entre outros, que podem substituir o canudo de plástico por outros confeccionados em materiais como papel reciclável, material biodegradável ou comestível.

A medida pretende estimular a conscientização da sociedade com o problema ambiental, visando diminuir a produção de produtos derivados de plástico que vêm poluindo em índices crescentes os rios e mares, causando a morte de muitos animais por ingestão do material.

Para ter uma ideia da extensão do problema, o Governo do Estado alerta para o números registrados:

  • 1,8 mil toneladas de canudinhos são produzidas por ano no país
  • 8 milhões de toneladas de plásticos vão parar nos oceanos por ano
  • 200 anos é quanto tempo demora um canudinho para se decompor na natureza

Essa é apenas uma das pontas de um problema complexo que envolve a conservação ambiental. Mas é preciso começar.

 

com informações do Governo do Estado de São Paulo e da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente


Você pode se interessar por O Vaticano e as ações de sustentabilidade


 

Anúncios


Categorias:Variedades

Tags:, , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: