Como funciona o subconsciente e como podemos despertar seu poder

Antes de entender como funciona o subconsciente para despertar seu poder, vamos procurar entender as diferenças entre subconsciente, inconsciente e consciente.

Quando falamos sobre a mente consciente, estamos entrando em um vasto e profundo território.

Em 1815, Friedrich Schelling, psicanalista e filósofo alemão, nomeou como mente inconsciente a região onde se originaria a criatividade e também seria capaz de ser o elo com o espírito.

Para Sigmund Freud, o inconsciente é a porção que fica oculta em cada indivíduo e que se manifesta nos comportamentos sem que se perceba a origem. Essas manifestações se dariam por meio de atos falhos e em sonhos.

Segundo Carl Jung, o inconsciente seria o local onde os desejos reprimidos ficam retidos. Outra contribuição de Jung foi a conceituação da existência de um inconsciente coletivo, que permearia a todos e agruparia conteúdos de informações recolhidas através dos anos, e que seriam comuns a todos.

A consciência seria a parte onde estão os conteúdos e que são percebidos na realidade. Também faz parte da consciência todo o material liberado do inconsciente. Essa porção de nossa psique também é responsável pela autopercepção, autoconsciência.

O termo subconsciente é geralmente empregado para designar o material que não está na consciência. Apesar de estar muito ligado a Freud, a conceituação inicial do subconsciente foi elaborada em 1889 por Pierre Janet, psiquiatra francês. Em seus estudos, Janet elaborou teses sobre a possibilidade de que ocorrências muito intensas e tensas causariam traumas no subconsciente, que levariam à desagregação dos pensamentos, gerando desconexão com a realidade.

A mente tem um imenso potencial não utilizado

O subconsciente também foi estudado por Joseph Murphy.

Murphy, que nasceu na Irlanda, em 1898, estudou para ser sacerdote da Ordem dos Jesuítas. Em 1922, após uma experiência com a oração de cura, deixou os jesuítas e se mudou para o Estados Unidos, onde estudou Religião, Filosofia, Direito e Química. Ele tornou-se PhD em psicologia na University of Southern California e começou a escrever. É autor de mais de trinta livros, muitos deles best sellers no mundo inteiro. Passou muitos anos estudando as principais religiões do mundo, tendo-se convencido da existência de um grande poder por detrás de todas elas, o poder da mente subconsciente.

Se quisermos estabelecer uma base para um melhor entendimento, podemos considerar que a mente possui uma parte consciente e outra inconsciente.

A parte que gere a memória de curto prazo, o entendimento e o raciocínio é a mente consciente. É nessa instância onde ocorrem os pensamentos responsáveis por elaborar planos, fazer análises, onde são realizados os julgamentos, onde as decisões são tomadas, onde as escolhas ocorrem.

Essas significativas funções de nossa mente foram responsáveis por todos os avanços, descobertas e progresso do ser humano, e elas usam apenas 10% da capacidade da mente.

Imagine o potencial existente nos 90% que formam o subconsciente.

Todas as funções vitais, involuntárias como a respiração, digestão, memória de longo prazo, o repositório de crenças, a construção dos hábitos e modelos de comportamento, assim como a capacidade inventiva e a criatividade, as interconexões que geram as emoções e sentimentos, bem como a intuição, a capacidade de ligações espirituais e a elaboração da sabedoria, são controlados por essa instância de nossa mente.

Apesar de todo esse potencial estar à nossa disposição, poucos são os que sabem extrair dele os recursos necessários para esse poder. A maioria se contenta com os 10%.


Você pode gostar de ler também:


O jardineiro e seu jardim

Joseph Murphy, para explicar como seria o funcionamento das duas mentes, recorre à imagem de um jardineiro e seu jardim, onde o jardim é a mente subconsciente e o jardineiro a mente consciente.

No passar do dia, a mente consciente lança seus pensamentos no solo do jardim, independentemente da qualidade dos pensamentos, eles são plantados no fértil e rico solo do subconsciente.

A mente subconsciente, à semelhança de um bem tratado terreno, cuida de fazer germinar as sementes ali plantadas, sem inquirir ou decidir o que irá brotar. Quem escolhe o que será semeado é o jardineiro.

Se semearmos flores, colheremos aromas e cores. Se saturarmos a mente com pensamentos negativos, colheremos o que tivermos plantado.

Essa é uma das possíveis explicações para os infortúnios e dores que testemunhamos nas vidas de muitos. Estes passam a maior parte de suas horas ocupando a mente com mesquinharia e negatividade, alimentando conversas e relacionamentos negativos e tóxicos.

Se quisermos as cores e aromas das flores embalando nossa vida, devemos fazer como o dedicado jardineiro que cuida com carinho e cuidado das sementes que irá deitar no solo da mente subconsciente para germinar e brotar neste belo jardim da vida.

Cuide de seu jardim da vida

  • Limpe o terreno de todas as ervas daninhas lá existentes

Procure higienizar sua mente de todo e qualquer conteúdo negativo. Localize antigos pensamentos que possam estar gerando crenças, hábitos e comportamentos negativos. Tão logo vá localizando esse material tóxico, desprenda-se deles, assuma uma atitude compreensiva, não se recrimine nem se condene, apenas deixe esses conteúdos irem embora, não resista a eles, tire a importância que você dava a eles e isso os enfraquecerá.

  • Mantenha seu terreno limpo

Afaste-se das fontes de poluição mental, como programas que emitam informações e notícias negativas, que espalhem medo, preocupações e inseguranças. Também afaste-se daqueles que cultivam ressentimentos, preconceitos e limitações. Afaste-se de todas as fontes que espalham esses materiais tóxicos, sejam meios de comunicação, redes sociais, grupos ou pessoas que cultivem e espalhem qualquer tipo de maldade e negatividade.

  • Não deixe que o negativo rebrote

Como todo jardim, o cuidado é essencial. Ao perceber que algum pensamento de insegurança, perda ou insuficiência estiver surgindo prontamente reverta-o e imponha-se com um pensamento contrário ao que estava surgindo.

  • Plante progresso, vida e bem estar

Como mencionei, o solo do subconsciente é rico e fértil, nele em se plantando tudo dá. Então lembre-se, durante todo o tempo, de lançar sementes de amor, paz, prosperidade, beleza e vitalidade. Lembre-se: você tem poder sobre seus pensamentos, você pode escolhê-los, portanto escolha a prosperidade e abundância em saúde, beleza, alegria, felicidade e amor.

Em todos os momentos finque no fértil solo de sua mente subconsciente os pensamentos que irão brotar em sua vida.

 

José Batista de Carvalho

 


LêAqui: a mensagem certa na hora certa


 



Categorias:Autoconhecimento

Tags:, , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: