Mamãe-panda ganha gêmeos na Bélgica

Em zoológico da Bélgica, nasceram os filhotes gêmeos da mamãe-panda Hao Hao.

No dia 08 deste mês, no zoológico Pairi Daiza, em Brugelette – Bélgica, a panda-gigante Hao Hao teve um casal de filhotinhos gêmeos.

Os pandas-gigantes podem ter um ou dois filhotes por gestação, e o duplo nascimento é muito festejado, pois trata-se se uma espécie ameaçada de extinção.

Apesar do tamanho dos pandas adultos, os bebês-panda nascem muito pequenos. Os recém-nascidos chegaram ao mundo bem pequeninos: o macho pesando 160 gramas, e a fêmea, que nasceu duas horas depois, com 150 gramas.

Devido ao comportamento dos pandas de alimentar apenas o filhote mais forte, abandonando o que tem menos chances de sobrevivência, os tratadores do zoológico vão alternar os filhotes no contato com a mãe. Desse modo, enquanto um fica com Hao Hao, o outro é alimentado com mamadeira, ficando numa incubadora.

Os funcionários do zoológico esperam que com esse revezamento os dois bebês-panda possam se desenvolver, mantendo o contato e recebendo os cuidados da mãe.

Hao Hao não é mãe de primeira viagem: ela já teve um filhote nesse mesmo zoológico, onde ela está vivendo por empréstimo da China, por um período de quinze anos.

Vamos conhecer um pouco dos pandas-gigantes

Os pandas-gigantes, com seu pelo branco e preto, seu jeito dócil e sossegado, parecem grandes ursos de pelúcia. Eles vivem em florestas e, apesar de pertencerem à ordem dos Carnívoros, se alimentam de bambus. Muitos bambus. Comem entre 9 a 14 quilos por dia, cujas folhas e brotos são ricos em proteínas.

Seu habitat natural são as florestas da regiões montanhosas do sudeste da China, onde existem severas leis para punir a caça dos pandas, com pena de vinte anos de prisão para os infratores.

Lá também são mantidos os Santuários do Panda-gigante, em Sichuan, com sete reservas naturais e nove parques, onde vivem mais de 30% dos pandas do mundo. São o maior habitat contínuo ainda existente do panda-gigante, uma relíquia das florestas do Período Terciário, sendo o mais importante local para a reprodução da espécie.

O intervalo entre ninhadas é dois anos ou mais, a gestação dura em média 135 dias, e a época de reprodução acontece na Primavera. Ele vivem, em média, treze anos.

A partir de 2016, devido ao crescimento populacional, o status de conservação dos pandas-gigantes foi alterado de “ameaçado” para “vulnerável” pela União Internacional para a Conservação da Natureza. Ainda assim, de acordo com a organização World Wildlife Fund, existem hoje menos de dois mil pandas vivendo na natureza.

 

com informações de BBC e Wikipedia

 


LêAqui: a resposta certa na hora certa


 

Anúncios


Categorias:Variedades

Tags:, , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: