Você quer um bichinho de estimação?

Ter um bichinho de estimação pode ser uma coisa muito boa para ambos os lados.

Quem nunca teve, é melhor antes de tudo pensar qual animal pode ter melhor adaptação ao seu estilo de vida.
Existem muitas coisas a se levar em conta.

Uma delas diz respeito às pessoas que moram no local: se você mora sozinho, se tem crianças pequenas, pessoas com algum tipo necessidade especial, se trabalha fora o dia todo, se costuma viajar.

Outras questões também devem ser consideradas, estas em relação ao espaço disponível: você mora em apartamento, casa ou chácara, em que lugares os bichinhos podem transitar.

Um ponto muito importante é a atividade ou o temperamento esperados. Você (e se há outros com quem convive), quer uma companhia que seja mais sossegada, que seja mais ativa, mais carinhosa, mais contemplativa?

Pronto para escolher seu animal de estimação?

Chegou a hora de pensar que animal se encaixa melhor às suas preferências ou possibilidades. Você pode achar melhor ter um gato ou um cachorro, um pássaro ou um peixe, um hamster ou um coelho. Dependendo do local onde mora, certamente você pode ter outras opções de animais de grande porte, como cavalos, porcos, vacas.

Se você mora com outras pessoas, conversem, troquem ideias. Principalmente no que se refere a cães, é preciso muito critério em optar por um de pequeno ou grande porte, de temperamento sossegado ou de intensa atividade.

Claro que você pode simplesmente resolver pegar um animal de estimação por impulso ou amor à primeira vista.
Mas lembre que um bichinho de estimação não é um brinquedinho ou um acessório ou um bibelô, do qual você pode se desfazer quando não quiser mais.

É um compromisso que você assume por toda a sua vida, na saúde e na doença, quando eles fazem gracinhas e quando aprontam. É uma criatura que pode lhe oferecer muito, em troca de alguns cuidados e muito carinho.

Faça a melhor escolha. Pense primeiro no bem-estar do animal.

Se você acha que não tem as condições ideais para ter um animal de estimação, mas gostaria de ter contato com algum, procure em sua cidade uma instituição que acolhe aqueles que não têm um lar. Eles costumam aceitar voluntários para cuidar e fazer companhia aos seus tutelados.

Em São Paulo, por exemplo, a Prefeitura tem um programa de voluntariado no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), com programas de banho e tosa, bem-estar de cães, gatos e equinos. A Cãominhada é uma atividade que ocorre aos domingos, onde os animais podem ser levados  em passeios nas dependências da própria unidade.

Finalizando, têm sido divulgadas notícias sobre cães resgatados de criadores por sofrerem maus tratos. A procura crescente por certas raças e o lucro que pode proporcionar levou a abusos.


Para mais sobre este assunto, leia aqui:


Portanto, se você quer só um animal para estimar e ser estimado, procure-o num abrigo, numa instituição. De pequeno ou grande porte, de filhotes a idosos, de saudáveis aos que precisam de cuidados especiais, você vai se encantar com alguém.

Se realmente você quer uma raça específica, vá conhecer o lugar onde são criados, confirme as condições em que os animais são mantidos e tratados, não só os que estão disponíveis para venda, mas o histórico dos “pais”. As fêmeas boas reprodutoras são às vezes tratadas como fábricas de fazer filhotes, prejudicando seu organismo e sua vida. Não alimente fábricas de maldades.

Seja consciente, seja humano.

Faça sua escolha. Ou seja escolhido!

 

Noemi C. Carvalho

 


LêAqui: a mensagem certa na hora certa


 



Categorias:Variedades

Tags:, , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: