Chakras: o equilíbrio da energia vital

Os chakras são vórtices de energia responsáveis pela manutenção do equilíbrio de nossa energia vital.

Podemos visualizar os chakras como se fossem esferas de energia, que se transformam em centros de atividade que  recebem, assimilam e transmitem energias vitais para o perfeito e harmonioso equilíbrio de nosso ser.

Nós somos corpo, emoções, pensamentos, ideias, ações. Vivemos num mundo com sociedades e governos, tecnologia e história, meditamos sobre os mistérios da terra e do céu, do espírito e da matéria, aqui e no futuro.

Somos tão complexos quanto o mundo que nos rodeia. Assim como o universo, e sendo parte dele, nós também somos multidimensionais.

A origem do Sistema de Chakras

O Sistema de Chakras, tendo sua origem nos antigos sistemas de ioga da Índia, é um antigo sistema metafísico que representa o relacionamento que existe entre os vários aspectos do nosso universo multidimensional pessoal. Aborda a complexidade de uma maneira simples e sistemática. Podemos “trabalhar com nós mesmos” de um modo gradual, um modo prático e direto, mas profundo.

Tecnicamente, a palavra deriva do sânscrito e se traduz como roda ou disco. Os chakras são criados dentro de nós pela interpenetração da consciência e do corpo físico, e representados como esferas de energia que se irradiam dos gânglios nervosos centrais da coluna vertebral.

Os chacras e sua relação com as forças elementais

São sete os chakras principais, dispostos verticalmente desde a base da espinha até o topo da cabeça e relativamente centralizados no meio do nosso corpo.

Além da relação mantida com o sistema nervoso, os chakras correspondem também a glândulas do sistema endócrino, sendo responsáveis por vários processos corporais, como a respiração, a digestão ou a procriação.

Arquetipicamente, os chakras representam as sete forças elementais:

  1.  da terra
  2.  da água
  3.  do fogo
  4.  do ar
  5.  do som
  6.  da luz
  7.  do pensamento

Esses elementos são uma representação metafórica da expressão energética de cada chakra:

  1.  a terra que é sólida, pesada e densa
  2.  a água que flui
  3.  o fogo que irradia e transforma
  4.  o ar que é suave
  5.  o som que comunica
  6.  a luz que revela
  7.  os pensamentos que armazenam informação

As correspondências do Sistema de Chakras

Numerosas correspondências foram atribuídas aos chakras, como:

  • cores
  • sons
  • divindades
  • cristais
  • ervas
  • influências planetárias

O exame de cada um desses elementos nos aproxima da compreensão da natureza essencial de um chakra específico. O uso de cristais, de cores, aromas ou de ervas ajuda a fortalecer a associação com o estado que estamos buscando.

Psicologicamente, os chakras correspondem a áreas fundamentais de nossas vidas, sendo relacionados com:

  1.  sobrevivência
  2.  sexo
  3.  poder
  4.  amor
  5.  comunicação
  6.  imaginação
  7.  espiritualidade

Em termos práticos, como funciona o Sistema de Chakras

Se tomarmos o sentido literal da palavra chakra – disco – poderemos imaginar um chakra como um “DVD” psíquico que contém a programação responsável pela condução de vários aspectos de nossa vida. Esses “DVDs” são ligados ao hardware de nossos corpos físicos, e são interpretados pelo “sistema operacional” de nossa consciência básica.

O chakra da base, por exemplo, contém nosso programa de “sobrevivência”, como a dieta que nos é mais apropriada, quando precisamos fazer exercícios ou dormir, e como nos cuidarmos quando estamos doentes.

O segundo chakra contém nossa programação sobre a sexualidade e as emoções, como administramos estados emocionais, nossa orientação e preferências sexuais.

O terceiro chakra cuida de toda a nossa parte racional, gerencia o corpo mental, e é o principal canal por onde fazemos as nossas trocas energéticas com as outras pessoas e também com os ambientes.

O quarto chakra contém nossa programação sobre os relacionamentos, e é o responsável pelo nosso sistema imunológico.

O quinto chakra é o da garganta, e por esse canal que nos comunicamos em todas as esferas; é aqui que o poder de nossa vontade é canalizado.

O sexto chacra é o frontal, ele também é conhecido como o terceiro olho, por ele desenvolvemos a intuição e a nossa visão interior.

O sétimo chakra é o conhecido chakra coronário, ou ainda como Sahasrara – O Lótus das mil pétalas. É por este  centro que desenvolvemos os mais elevados e nobres ideais da existência, é por ele que se faz possível o intercâmbio com o plano espiritual.

Cada um de nós tem um modelo de hardware ligeiramente diferente, programado numa linguagem distinta com sistemas operacionais únicos.

Manter a harmonia e equilíbrio dos chakras permite eliminar os defeitos dos programas, mantendo o sistema todo operando regularmente.

 

José Batista de Carvalho

 

 


LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais: PinterestFacebook – Instagram – Twitter


 



Categorias:Autoconhecimento

Tags:, , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: