Acredite em você: sua autoestima agradece

Você já acreditou no que disseram de você?

A nossa vida é construída pelos relacionamentos que mantemos. Desde que nascemos, nossos pais, irmãos, tios, avós, olham para nós e nos dizem coisas.

Crescemos e continuamos a ouvir coisas, mas agora já entendemos as palavras e começamos a guardar ideias. Nosso círculo se expande: professores, colegas de classe, chefes, colegas de trabalho, amigos, cada um tem um olhar para nós e uma palavra sobre nós.

“Os pensamentos que escolhemos pensar são as ferramentas que usamos para pintar o quadro de nossas vidas.” – Louise Hay

À medida que desenvolvemos nossa capacidade de pensar começamos a criar a nossa personalidade, nosso jeito próprio de nos expressar e de sentir, mas usamos muitas daquelas ideias que estão guardadas. Apesar de escolher e definir o que achamos a melhor receita de vida, ela tem em seus ingredientes muito do que foi colocado ao longo do tempo na despensa mental.

E, para o bem ou para o mal, eles estão lá, incorporados ao nosso modo de viver, é como nos vemos, como acreditamos que somos.

“Minha essência é inconsciente de si própria e é por isso que cegamente me obedeço.” – Clarice Lispector

A autoestima é um aspecto importante de nossa personalidade. Ela é moldada de acordo com as influências que recebemos no ambiente onde vivemos.

Se crescemos e vivemos submetidos à exposição de nossas falhas e ao julgamento de nossas imperfeições, sempre como um ato acusatório e não como uma atitude orientadora para possibilitar a correção, o medo e a vergonha surgem como orientadores quando temos que tomar uma decisão.

Todo mundo traz imperfeições a serem ajustadas, mas quando elas assumem lugar de destaque, as qualidades ficam encobertas e reprimidas.

“Quer você pense que pode ou não fazer algo, você está certo.” – Henry Ford

Como decorrência do que se conhece como baixa autoestima, as dificuldades e insatisfação se avolumam à nossa frente. A insegurança constante não permite obter satisfação com a vida, as realizações não acontecem ou são muito trabalhosas para atingir.

É difícil acreditar em nós mesmos quando aprendemos a nos concentrar em nossas falhas e não em nossa capacidade de superação.

“Sou um monte intransponível no meu próprio caminho.” – Clarice Lispector

Quando recebemos estímulos para acreditar em nossas qualidades, desenvolvemos uma atitude confiante. Ao aprendermos a potencializar nossas habilidades, vamos sempre olhar os limites como algo que pode ser superado, e não como barreiras que não podemos ultrapassar.

“Aqueles que podem é porque pensam que podem.” – Virgílio

Quando somos estimulados a confiar em nossa capacidade, ousamos e evoluímos, sabendo que sempre podemos aprender mais e fazer melhor. A coragem nos permite tentar sem medo de errar; a determinação nos faz levantar e buscar outra alternativa, porque sabemos que sempre existe outra alternativa.

Acredite em você, ainda que você tenha sido desacreditado.

O propósito de nosso espírito de evoluir e crescer recria situações conflitantes, semelhantes às que trazemos guardadas na memória, até que consigamos superá-las e dissipá-las. Dessa forma aquelas nossas capacidades que estavam adormecidas podem vir à tona e ganhar o seu espaço para crescer.

Se falhas nossas foram colocadas em evidência, é porque era urgente que elas fossem sanadas, dentro do plano da nossa existência eterna. Por isso apresse-se em recuperar o tempo.

Ter uma vida perfeita é o ideal de todos. Talvez nem sempre isso seja possível, mas aproximar-se disso o máximo que puder é o pensamento que devemos ter todos os dias.

“Ame quem você é, o que você é e o que você faz.” – Louise Hay

Nós somos únicos em nossa individualidade, em todas as qualidades que acumulamos durante nossa existência eterna. Nosso ser eterno, nossa essência, se desenvolve e aprimora a cada experiência. Como todo aprendizado, precisamos aprender a confiar em nós mesmos.

“Foi só um momento, e vi-me. Depois já não sei sequer dizer o que fui.” – Fernando Pessoa

Todos os dias devemos nos lembrar que temos essa tarefa a desempenhar e aperfeiçoar: acreditar em nós. Quanto mais nos sentimos seguros e confiantes, mais o Universo vê que estamos prontos a receber novas oportunidades, a construir pela superação de desafios. Assim, a sincronicidade se encarrega de nos trazer as oportunidades que estavam guardadas à nossa espera.

“Perguntas-me qual foi o meu progresso? Comecei a ser amigo de mim mesmo.” – Sêneca

Agora a autoconfiança e a crença de que merecemos realizar aquilo a que nos propomos nos permite deixar para trás tudo o que nos impedia de crescer e melhorar, viramos a página para um novo capítulo que começamos a escrever. Desta vez com palavras firmes e pensamentos seguros.

“Quem olha para fora, sonha. Quem olha para dentro, desperta.” – Carl Jung

Muitas vezes, o nosso maior problema não somos nós ou os outros, mas a forma como deixamos que eles nos afetem, através de palavras e atitudes.

Quando passamos a acreditar em nós em vez de acreditar no que foi falado de nós, despertamos para a nossa verdade pessoal e acreditamos na nossa capacidade e no nosso poder de realizar sonhos.

 

Noemi C. Carvalho

 

fonte das citações: Citador

 

 


LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter


 



Categorias:Autoconhecimento

Tags:, , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: