Para ter sucesso, abra espaço para novas informações

O sucesso que você quer, seja pessoal ou profissional, depende de quanto espaço você deixa em sua mente para novos aprendizados.

Nós sempre estamos aprendendo, a cada minuto de nossas vidas, com as atividades que fazemos, com as pessoas com quem nos relacionamos, com as leituras que fazemos, os vídeos que assistimos, as palestras que ouvimos, as conversas que temos.

Tudo se agrega ao nosso conhecimento, e é natural que mudemos nossa opinião sobre algo, quando o conhecimento se aprofunda e as experiências de vida nos mostram outras possibilidades.

Mudar de opinião faz parte do desenvolvimento e do caminho evolutivo. Mas só é possível quando você esvazia a mente e permite que sua atenção se concentre na nova informação, sem rechaçá-la de imediato.

Caso contrário, é inútil tomar contato com qualquer outra informação que possa ser divergente dos conceitos que você tem, pois não vai lhe trazer proveito algum. Primeiro, assimile a nova informação, depois analise, compare, e então sim, tire suas conclusões.

Para ilustrar isso, leia abaixo a história de um mestre zen e a xícara de chá.


Um mestre zen, uma xícara, um aprendizado para a vida.

Esta é a história de Nan-in, um mestre zen chinês que viveu na era Meiji (1868-1912).

Um dia, um professor universitário foi visitá-lo. Ele estava intrigado com a influência que esse mestre exercia nos jovens e a forma como era admirado por sua sabedoria, sensatez, prudência e simplicidade.

O professor, muito interessado no Zen Budismo, já havia lido muitos livros a respeito. Logo ele começou um longo discurso intelectual sobre suas dúvidas.

Durante a conversa, o professor interrompia o mestre com frequência para impor suas convicções, mostrando sua incapacidade de ouvir e aprender as sábias lições que o mestre Nan-in tentava passar através de sua experiência.

Neste momento, o mestre ofereceu-lhe uma xícara de chá que serviu com muita calma, despejando lentamente o líquido aromático dentro da xícara. E mesmo após a xícara estar cheia, o mestre continuou derramando o chá, que começou a transbordar.

O professor não se conteve e se dirigiu ao mestre: “Pare, mestre, o senhor não percebeu que a xícara está completamente cheia e que já não cabe mais nenhuma gota?

O mestre, então, ergueu o bule e disse calmamente: “Assim como esta xícara, a sua mente está tão cheia de perguntas, opiniões e de conceitos pré-estabelecidos que, mesmo que eu responda, não há nenhum espaço para a resposta. Desta forma, como poderia entrar um novo ensinamento? Como poderei dar-lhe novas ideias e perspectivas, se você não tem espaço pra elas? “

Em seguida, o mestre fez uma pausa por um breve momento e disse-lhe, com olhar compreensivo, porém firme: “Se você realmente busca ter conhecimento constante, então tem que esvaziar sempre a sua xícara.” O professor voltou-se para o mestre com olhar perplexo, e só então percebeu a veracidade que havia naquelas sábias palavras.

 

com informações de Japão em Foco


O sucesso precisa que olhemos para o futuro e também para o passado.

Nos novos tempos em que vivemos, a adaptabilidade é fundamental, com o domínio de novas tecnologias, a aceitação de mudanças em padrões de comportamento sociais e culturais, acompanhando e antevendo, no presente, a evolução do futuro.

A linearidade do tempo, entretanto, não se aplica na forma como a concebemos quando o assunto é o aprimoramento no campo espiritual e seu consequente reflexo em muitas questões emocionais. Neste caso, o desenvolvimento, na verdade, é um retorno, o entendimento de conceitos milenares da aceitação e integração de si mesmo com o aspecto divino do qual nos afastamos.

Não se trata, note bem, de ficar presos a expectativas sobre o futuro ou a experiências do passado.

Ao esvaziar a mente, conseguimos transformar hábitos mentais que não servem mais.

Uma mente repleta de conceitos não tem espaço para receber nada mais. Ainda que você não concorde com tudo que ouve ou lê, mantenha a mente livre de questionamentos e argumentações. Quem já teve algum contato com o Curso em Milagres, sabe que essa é a premissa básica da obra, que objetiva a reversão do pensamento para o fortalecimento e integração de nossa essência. Julgar e criticar impede a assimilação. Assimile tudo, para depois comparar, avaliar e guardar as ideias que tenham mais aceitação para você.

Este aprendizado também se refere à mudança de hábito de pensamento mencionada por pessoas que são referências mundiais em assuntos de espiritualidade, de autoconhecimento e desenvolvimento pessoal, como Yogananda, Krishnamurti, Dalai Lama, Louise Hay, Wayne Dyer, Luiz e Zíbia Gasparetto, entre tantos outros, cujos conceitos principais podem ser encontrados em várias de nossa publicações.


Algumas publicações de LêAqui sobre o tema:


Nossos pensamentos criam a realidade que vivemos.

A mudança de pensamentos e a transformação de crenças são necessárias quando percebemos que algo em nossa vida não está fluindo como gostaríamos.

Para que sejamos capazes de transformar aquilo que queremos que se torne realidade, precisamos esvaziar nossa mente dos antigos conceitos e crenças que guardamos, às vezes por muitos anos ou até décadas, dando lugar a novas ideias, novos pensamentos, que serão responsáveis por fazer novas construções mentais que, por sua vez, vão dar origem a uma nova realidade.

É importante também levar em consideração que a sociedade moderna passa por transformações com velocidade cada vez maior, e você não pode ficar esperando: Não fique para trás: o futuro é ser disruptivo.

Moral da história.

Se você quer se desenvolver e aprimorar em qualquer área da vida, lembre sempre de esvaziar sua xícara, isto é, sua mente. Mantenha a receptividade para novos conhecimentos e informações que vão ampliar e estender seu campo de habilidades, aprimorar suas qualidades.

Se você ficar refratário a qualquer coisa nova, isso não ocorrerá. Portanto, esteja aberto a novas informações. Se elas forem coerentes para você, aceite-as, mesmo que você não consiga compreendê-las totalmente.

Ao aceitá-las, sua mente vai estar receptiva e logo surgirão mais informações que vão complementar e trazer o entendimento da primeira. Com o tempo, isso vai ampliar a rede de informações úteis e relevantes para o seu objetivo.

Lembre que numa xícara cheia, nenhuma gota pode ser adicionada. Mas uma xícara vazia está pronta para ser preenchida.

 

Noemi C. Carvalho

 

 


LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter


 

Anúncios


Categorias:Autoconhecimento

Tags:, , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: