O que os outros acham de você não é importante

A felicidade se afasta quando você deixa de ser você mesmo.

Quando procuramos saber qual é o principal fator que nos separa da realização e da felicidade, se fizermos essa investigação com muita sinceridade, provavelmente vamos descobrir que não estamos sendo quem verdadeiramente somos, que estamos nos amoldando aos gostos dos outros, estamos sendo aquilo que os outros esperam que sejamos.

Quando não somos nós mesmos e passamos a viver conforme os gostos dos que nos rodeiam, significa que damos mais importância à opinião que o outro tem sobre nós. Esse comportamento revela um desconhecimento do real potencial que temos e essa má avaliação gera um sentimento de baixa autoestima.

Isso nos faz buscar pessoas que aparentam possuir a qualidade que negamos em nós, para vivermos em torno delas e assim buscamos a segurança que sentimos não existir em nós mesmos.

Viver para agradar os outros não é viver integralmente.

Certamente muitos de nós já viveram, vivem ou viverão circunstâncias semelhantes à descrita acima. E, em grande parte dessas experiências, é muito difícil perceber que se está vivendo à sombra de uma dependência, projetada em alguém que, por algum motivo, serve de portador da força que traz a sensação de segurança.

Para sair dessa não muito confortável zona de conforto, você precisa mudar a percepção que tem sobre como se relaciona com as pessoas de seu convívio. Assim você vai perceber o que valoriza ou o que lhe desagrada nessas pessoas, e esta análise vai ajudá-lo a entender quais atributos não estão bem equilibrados em você, razão que o leva a buscá-los nos outros.

Por exemplo, você se esforça muito para se mostrar muito certinho e bonzinho para agradar alguém que aparenta ser muito eficiente e produtivo. Para isso, muitas vezes você passa por situações desagradáveis ou faz sacrifícios desmedidos.

Isso pode ser um sinal de algum problema do passado, quando talvez você tenha enfrentado alguma experiência dolorosa ao fazer algo, e por isso não se julga capaz de realizar suas tarefas fácil e eficientemente.

Você só vai se sentir aceito quando você se aceitar.

Pois bem, para conseguir superar isso, o primeiro passo é parar de se preocupar com o que os outros pensam ou vão pensar sobre você, ou mesmo sobre o seu desempenho.

Depois, tire da cabeça aquela voz crítica e inquisitiva que, sempre que você vai fazer alguma coisa, volta a com as mesmas ameaças de sempre sobre as falhas passadas.

O que passou está lá atrás, no passado, não pode mais ter força e importância em sua vida porque, dessa forma, dificilmente você vai conseguir expressar o que de melhor tem, que é quem realmente você é. Os erros e falhas devem servir para construir bases de conhecimento, para auxiliar, e não como fontes de martírio e castração.

Com relação aos outros, considere valorizar, e mesmo assim com reservas, só as opiniões daqueles que você ama. Agora, o que os outros acham ou pensam sobre você pouco deve lhe importar pois, além de você mesmo, somente Aquele que o criou pode merecer a sua atenção irrestrita.

A grande descoberta da sua vida.

O que os outros acham de você não é importante.

Ser quem verdadeiramente somos é a grande descoberta que devemos empreender na vida.

É para isso que estamos aqui: para conquistar conhecimento, transformar esse conhecimento em sabedoria através das experiências, e assim ampliar nossa consciência.

Quando assim nos elevamos, entendemos que ser feliz é sentir toda a maravilha de nosso verdadeiro ser.

 

José Batista de Carvalho

 

 


LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter


 



Categorias:Autoconhecimento

Tags:, , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: