Home / Espiritualidade / A ideia que se tem de Deus é diferente para cada um

A ideia que se tem de Deus é diferente para cada um

A visão de Deus, por Calunga.

A ideia que se tem de Deus pode ser muito diferente para cada pessoa. Neste texto que você vai ler em seguida, Calunga fala sobre as várias opiniões e dá a sua própria definição.

Calunga esteve presente durante muitos anos nos trabalhos mediúnicos de Gasparetto, que falava a seu respeito com grande carinho, dizendo que era um espírito que tinha muita sabedoria e também com um grande senso de humor.

Suas mensagens são sempre numa linguagem muito próxima e didática, trazendo ensinamentos para o dia a dia.

Pra que serve o seu Deus?

Essa pergunta parece um absurdo pra você? Você pensa que Deus não te serve?

Tudo serve ao ser humano, ou pode servir. Tudo.

Deus pode servir pra muita coisa: pode servir pra você se sentir inferior ou superior, pode servir pra você criticar e falar dos outros, pode servir pra você se agarrar na hora do desespero, pode servir pra você conversar dentro de você, pode servir pra você culpar de tudo que não vai bem na sua vida, pra você se cobrar, pode servir pra tanta coisa!

Pra que serve o seu Deus?

Você pensa que alguém ser religioso ou religiosa é um atestado de elevação? Você pensa que, por crer num Deus, você é melhor que quem não crê?

Crer em Deus significa pouca coisa, o importante é ver pra que você usa esse Deus.

Tem gente que usa Deus pra se segurar. Pra não fazer aquilo que considera errado ou pecado.

Tem gente que usa Deus pra se apoiar, pra justificar suas ações.

Tem gente que usa Deus pra abandonar a responsabilidade por si, jogando o destino na mão dele.

Tem gente que usa Deus pra dividir suas dúvidas, para tentar entender a vida, pra buscar lucidez nas decisões.

Eu não estou falando do Criador da Vida. Estou falando da sua ideia de Deus, da imagem que você criou e da função que você lhe deu.

Porque o ser humano é um sistema impressionante de transformação de pensamentos, cujo funcionamento está condicionado pelo seu amor ou seu egoísmo, pela crença no bem ou no mal e pela sua compreensão particular das leis que regem a vida.

E pra você se ligar ao Deus verdadeiro, você precisa se desprender da sua visão particular, da sua ideia de Deus. Largar mão daquilo que você acha que Deus gosta ou não gosta.

Deus é um Amor profundo e uma Compreensão infinita.

Deus opera na construção e na destruição.

Deus te sustenta, mas não te segura, te ensina, mas não te impede.

Deus se abre para as inúmeras possibilidades do futuro e abraça todas com carinho.

Deus pode ouvir seu coração, além das suas palavras.

Deus te põe na vida e quer que você viva – só isso!

Calunga – por Luiz Gasparetto

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

1 – Insira o seu e-mail e cadastre-se.

2 – Autorize sua inscrição no e-mail de confirmação que você vai receber.
* Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Política de PrivacidadePolítica de Cookies Política Anti-Spam

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais:

Facebook

Instagram

Pinterest

Twitter

YouTube

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossas publicações por

e-mail

 Insira o seu e-mail para se cadastrar.

Você vai receber primeiro um e-mail para autorizar a inscrição.

Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Um e-mail vai ser enviado para você autorizar a sua inscrição. Lembre de olhar a caixa de spam.

%d blogueiros gostam disto: