Home / Especial Coronavírus / A pandemia e o juízo final

A pandemia e o juízo final

montagem fotográfica do planeta terra em transformação pandemia e o juízo final

Podemos enviar energias positivas para as equipes de socorro espiritual.

Clara Nunes, com profunda emoção, canta um samba de Nelson Cavaquinho onde um verso chama especial atenção: “O sol há de brilhar mais uma vez e a luz há de chegar aos corações.”

Façamos desse refrão um mantra para impregnar as nossas mentes e, assim, podermos enviar energias positivas para as inúmeras equipes de socorro espiritual que percorrem cada canto de nossa Terra, onde a dor e a doença estão fazendo os corações sofrerem.

Observamos agora um crescimento na incidência de pessoas afetadas pela covid-19, e as autoridades estão implantando novas e mais duras medidas restritivas que, mais uma vez, afetarão inúmeras empresas e pessoas que diariamente precisam trabalhar para conquistar os recursos para o seu sustento.

Em contrapartida, se nada for feito, prevê-se o total colapso de várias estruturas essenciais para manter as cidades minimamente funcionado, a começar pela área da saúde que já está apresentando sinais de esgotamento tanto de equipamentos e insumos como da valorosa força de combate que há um ano movimenta-se entre macas e corredores lotados como se fossem trincheiras em solo inimigo.

A pandemia aproxima o juízo final das velhas concepções para dar lugar ao novo mundo.

Os ânimos mais uma vez irão se acirrar com o início das restrições. Nas casas, ruas e redes sociais o embate incitará mais a polarização e, assim, teremos cada vez mais agressividade, incapacidade de interagir, ódio e violência.

A evolução possibilitou desenvolver equipamentos e tecnologia para aproximar pessoas, unir pensamentos e construir consensos, no entanto virou arma em uma guerra de narrativas que ignora a consciência e coerência em prol da construção de um discurso que conquiste cada vez mais corações e mentes esquecendo a paz e a harmonia.

Observamos política, economia e ciência, assim como as pessoas, atônitos procurando a nova bússola que revelará os caminhos que devem ser construídos para o novo mundo de regeneração que está chegando.

Os milagres de Deus são feitos pelas mãos de seus enviados aqui na Terra. De um tempo para cá, elevadas Entidades Espirituais que trabalham diretamente com Jesus, o responsável por nosso planeta, sob as orientações do Divino Mestre vêm elaborando e providenciando os meios para o movimento que fará a Terra deixar de ser um Planeta de provas e expiações.

Ela então vai se transformar em um local de refazimento, um local como está descrito¹ em “O Evangelho Segundo o Espiritismo”, um Mundo de Regeneração, onde aqueles que buscaram sua evolução irão encontrar um lugar mais propício para sua depuração e elevação espiritual.

Assim, ao observarmos toda a comoção em torno das questões que envolvem o combate ao coronavírus, podemos verificar que esse período parece se configurar como uma prova final, um exame, ou mesmo um vestibular em que cada um está sendo experimentado e testado para definir se permanece em uma nova Terra regenerada, ou será encaminhado para planetas com frequências vibratórias mais densas e negativas.

A saudosa poesia antevê a chegada do novo mundo.

Na poesia do saudoso Nelson Cavaquinho, cantada por Clara Nunes, após “o sol chegar aos corações”,

Do mal será queimada a semente
O amor será eterno novamente

É o juízo final
A história do bem e do mal
Quero ter olhos pra ver
A maldade desaparecer

O sol há de brilhar mais uma vez
A luz há de chegar aos corações

Como sempre, e como em todos os lugares do Universo, a escolha é livre.

José Batista de Carvalho

Referência

1 – Há muitas moradas na casa de meu PaiMundos regeneradores

16. Entre as estrelas que cintilam na abóbada azul do firmamento, quantos mundos não haverá como o vosso, destinados pelo Senhor à expiação e à provação! Mas, também os há mais miseráveis e melhores, como os há de transição, que se podem denominar de regeneradores.

Cada turbilhão planetário, a deslocar-se no espaço em torno de um centro comum, arrasta consigo seus mundos primitivos, de exílio, de provas, de regeneração e de felicidade. Já se vos há falado de mundos onde a alma recém-nascida é colocada, quando ainda ignorante do bem e do mal, mas com a possibilidade de caminhar para Deus, senhora de si mesma, na posse do livre-arbítrio.

Já também se vos revelou de que amplas faculdades é dotada a alma para praticar o bem. Mas, ah! Há as que sucumbem, e Deus, que não as quer aniquiladas, lhes permite irem para esses mundos onde, de encarnação em encarnação, elas se depuram, regeneram e voltam dignas da glória que lhes fora destinada.

17. Os mundos regeneradores servem de transição entre os mundos de expiação e os mundos felizes. A alma penitente encontra neles a calma e o repouso e acaba por depurar-se.

Sem dúvida, em tais mundos o homem ainda se acha sujeito às leis que regem a matéria; a Humanidade experimenta as vossas sensações e desejos, mas liberta das paixões desordenadas de que sois escravos, isenta do orgulho que impõe silêncio ao coração, da inveja que a tortura, do ódio que a sufoca. Em todas as frontes, vê-se escrita a palavra amor; perfeita equidade preside às relações sociais, todos reconhecem Deus e tentam caminhar para Ele, cumprindo-lhe as leis….

Santo Agostinho. (Paris, 1862)

“O Evangelho Segundo o Espiritismo”, Allan Kardec – Capítulo III – “Há muitas moradas na casa de meu Pai – Mundos regeneradores”

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

1 – Insira o seu e-mail e cadastre-se.

2 – Autorize sua inscrição no e-mail de confirmação que você vai receber.
* Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Política de PrivacidadePolítica de Cookies Política Anti-Spam

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais:

Facebook

Instagram

Pinterest

Twitter

YouTube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossas publicações por

e-mail

 Insira o seu e-mail para se cadastrar.

Você vai receber primeiro um e-mail para autorizar a inscrição.

Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Um e-mail vai ser enviado para você autorizar a sua inscrição. Lembre de olhar a caixa de spam.

%d blogueiros gostam disto: