Home / Espiritualidade / A transição e o progresso nas palavras do Dr. Bezerra

A transição e o progresso nas palavras do Dr. Bezerra

montagem fotográfica do planeta terra com a imagem do retrato de Bezerra de Menezes sobrepondo

Luz, bálsamo e conhecimento nas palavras do Dr. Bezerra.

Todas as comunicações do Dr. Bezerra de Menezes são palavras de luz que orientam o caminho, bálsamo que apazigua o coração, conhecimento que enobrece a alma.

A Federação Espírita Brasileira (FEB) tem em seu portal as mensagens do Dr. Bezerra por ocasião da realização das Reuniões do Conselho Federativo Nacional. Reproduzimos, abaixo, alguns trechos de seu pronunciamento¹ relativo à reunião ocorrida em novembro de 2018.

O Dr. Bezerra inicia aludindo quanto ao progresso obtido pela humanidade no que concerne aos avanços tecnológicos, fato que não mostrou um paralelo no aprimoramento dos aspectos morais.

Mas os incansáveis benfeitores espirituais, a serviço do amoroso Mestre Jesus, pacientemente cuidam de criar bases sólidas para o estabelecimento do progresso moral na longa jornada evolutiva do ser humano.

Assim, diz ele, “na densa noite que aturde a criatura humana, rica de tecnologia de ponta e pobre de sentimentos morais, surge peregrina luz, anunciando o amanhecer.”

O progresso da humanidade é acompanhado pelas esferas celestiais.

“A Nova Era, programada pelos guias da Humanidade”, continua o Dr. Bezerra, “está colocando os seus alicerces no coração das criaturas humanas, preparando o período de plenitude que nos está prometido pelo Senhor desde os dias do Sermão Profético anotado por Marcos no capítulo 13 do seu Evangelho, que as expectativas humanas demoram-se aguardando as dores que deveriam chegar, produzindo a seleção dos trabalhadores do bem na edificação do mundo melhor.”

O benfeitor espiritual nos faz, assim, entender que a vinda de Jesus foi uma importante etapa para o processo de transição da humanidade e, consequentemente, de nosso planeta.

Para sustentar o entendimento necessário ao aprimoramento individual – consolidando-se no coletivo – o Dr. Bezerra lembra que “as entidades venerandas que se comunicaram nos dias que precederam a Codificação do Espiritismo, revigoram a promessa de Jesus de que, se não fosse a abnegação de muitos, a destruição seria terrível e por isso o Pai Misericordioso procurou diminuir as dores que pesariam sobre a Humanidade, insatisfeita e invigilante.

Anunciaram o momento da grande mudança para Mundo de Regeneração. Essa operação fantástica que vem ocorrendo desde os longínquos dias do surgimento da Doutrina Espírita, codificada na Terra, alcança o seu clímax nestes gloriosos e atormentados dias.”

Devemos observar que esta mensagem data de 2018, e a noção de tempo que nós temos vincula-se à passagem do tempo pelos parâmetros terrestres. Entretanto, o tempo na dimensão espiritual tem outra conotação, uma vez que o desenvolvimento do espírito se dá através de incontáveis milênios², fato que devemos recordar quando os elevados Espíritos que nos orientam falam sobre a proximidade do desenlace do processo de transição planetária.

Se perdemos o rumo para Deus, obsessores nos encontram no caminho.

Em seguida, o Dr. Bezerra de Menezes comenta sobre as atormentadas emoções presentes no cotidiano, mas que podem ser serenadas pela facilidade de acesso ao conhecimento, o que trouxe amplas possibilidades de entendimento para a transformação dos pensamentos e, consequentemente, dos sentimentos.

Assim, nas palavras do Dr Bezerra, “o ser humano, que parece haver perdido o endereço de Deus, atropela, deixando-se arrastar pelo sentimento confuso que lhe domina a mente, e atormenta as emoções, sem saber o rumo a seguir.

Felizmente, a Doutrina que restaura a palavra do Senhor, volve à praça pública, permanece no ar, é percebida hoje graças aos veículos de comunicação em massa, especialmente pelo método virtual, a todos ensejando informar-se dos acontecimentos transcendentes que estão sucedendo em prol da criatura renovada.”

Entretanto, diz o elevado Espírito de luz, ainda passamos por períodos muito conturbados. Dificuldades se apresentam trazendo perturbações e facilitando, assim, a influenciação de espíritos obsessores.

E somente o pensamento amoroso, irmanado ao pensamento de Jesus, pode nos ajudar a superar os entraves que surgem “nestes dias de preparação do grande período de libertação da alma humana dos grilhões do passado, das cadeias do ontem que ainda são muito fortes no ego de quase todos nós.”

Para encontrar respostas, é preciso se unir à mente do Mestre Jesus.

“Jesus, filhas e filhos queridos, é o nosso alvo, é o nosso modelo, é o guia que nos serve de parâmetro para todas e quaisquer realizações.

Diante de incógnitas ou de perguntas sem resposta, reflexionai: que faria o Mestre neste momento?

E, intentando encontrar a solução que Ele daria, segui a inspiração que vos chegue sempre em tom de fraternidade e de misericórdia e a caridade estará guiando-vos na direção deste alvo, que é o momento final do nosso encontro com o Rabi Galileu”, esclarece o Dr. Bezerra.

Ele reafirma a presença solidária dos espíritos iluminados que acompanham e orientam a trajetória da humanidade, até o momento em que “o materialismo, a crueldade, a dissensão e as extravagantes propostas da indignidade humana, cederão lugar à paz, à beleza, à busca da perfeição, ensejando-nos a perfeita comunhão com o mundo transcendental.”

Onde houver lágrimas, lá estará Jesus.

Encerrando a sua explanação, o benfeitor espiritual esclarece que “a dor ainda é a bênção que Deus oferece aos seus eleitos. Através dela podereis ostentar as condecorações cristãs colocadas em vossas almas, as cicatrizes das feridas derivadas das lutas, do sacrifício e da abnegação.

Mas, crede, em momento algum estareis a sós. Mantende-vos alertas para que nunca vos afasteis das diretrizes do sacrifício e da abnegação para os comportamentos louváveis, sem dúvida, mas das glórias ilusórias e dos prazeres e extravagâncias do agrado da maioria.

Cristo ainda é símbolo de luta e, enquanto houver lágrimas nos olhos e no coração das criaturas humanas, Ei-Lo entre nós, na multidão, enxugando essas lágrimas e esses suores para libertar a criatura de si mesma e cantar o Glória a Deus nas alturas”, são as palavras finais do Dr Bezerra de Menezes, concluindo os seus preciosos ensinamentos.

Noemi C. Carvalho

Referências

1 – Mensagem psicofônica do Espírito Bezerra de Menezes recebida pelo médium Divaldo Pereira Franco, no encerramento da Reunião Ordinária do Conselho Federativo Nacional, realizada em Brasília, em 11 de novembro de 2018. Revisada pelo autor espiritual.
Fonte: Federação Espírita Brasileira (FEB)
2 – “No Mundo Maior”, por André Luiz, psicografia de Chico Xavier

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

1 – Insira o seu e-mail e cadastre-se.

2 – Autorize sua inscrição no e-mail de confirmação que você vai receber.
* Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Política de PrivacidadePolítica de Cookies Política Anti-Spam

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais:

Facebook

Instagram

Pinterest

Twitter

YouTube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossas publicações por

e-mail

 Insira o seu e-mail para se cadastrar.

Você vai receber primeiro um e-mail para autorizar a inscrição.

Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Um e-mail vai ser enviado para você autorizar a sua inscrição. Lembre de olhar a caixa de spam.

%d blogueiros gostam disto: