Home / Autoconhecimento / Ame-se e distribua o bem à sua volta

Ame-se e distribua o bem à sua volta

amigos vendo o por de sol fazendo corações com as mãos como símbolo de ame-se

Nos tempos atuais, o “ame-se” é sentimento cada vez mais escasso.

Vivemos hoje uma espécie de perplexidade que é fruto das repercussões que os avanços tecnológicos têm provocado, principalmente na área dos relacionamentos pessoais, inclusive no tocante a si próprio, quando o “ame-se” parece ficar cada vez mais escasso.

A virtualidade das relações ao mesmo tempo que torna os contatos mais constantes e instantâneos, provoca uma desconexão de si mesmo.

Ela incentiva cada vez mais uma orgulhosa exposição de uma autoimagem idealizada, que busca sempre se guiar através da aprovação das comunidades nas redes sociais.

Dessa forma, vemos que o egoísmo prolifera e se fortalece, tornando as pessoas cada vez mais competitivas e voltadas exclusivamente para os seus interesses. Esse acirramento na constituição egoica das pessoas provoca distanciamento e insensibilidade, exasperando, assim, a agressividade, a violência e a maldade.

Ao diminuir o convívio pessoal e incrementar o número de interações nas telas luminosas, as pessoas estão também distanciando-se de si mesmas.

Perdem, assim, contato com o seu amor-próprio, fazendo com que busquem no exterior as explicações para o sentido da vida e os caminhos para a verdadeira felicidade.

O padrão social atual é sobressair e ser sensacional.

Ao caminhar pela cidade percebe-se uma silenciosa frieza nos olhares dos transeuntes. Como que hipnotizados pelas luminosas telas eletrônicas, passam insensíveis à crueldade que se dissemina incentivando atitudes de menosprezo e de desrespeito.

As intrigas e as boatarias, as difamações, as indiscrições e os deboches indiscriminados que desdenham, desprezam e inferiorizam a tudo e a todos não se importam como os sentimentos alheios, afinal a lacração não pode esperar.

Uma perversa e incontida autoestima exacerbada se transforma em vaidade e orgulho, e então se cristaliza numa egocêntrica persona sempre havida pelo centro de todas as atenções.

Mostrar-se e parecer ser é o padrão atual. Afinal, não importa o local ou a situação, é preciso sobressair sempre, é necessário ser sensacional sempre.

Pobre e carente época esta, que consome a essência das pessoas anunciando e incentivando o largo caminho das efêmeras e consumíveis satisfações como o propósito a ser atingido.

O poder de realização pessoal mudou de mãos com a aceitação da mudança de valores.

Mas em que instante os verdadeiros valores começaram a ser esquecidos?

Gradativamente, as pessoas foram sendo conquistadas pelas miríades ilusórias das falsas necessidades que continuamente são criadas, para assim gerar uma obediente dependência aos sistemas de consumo.

Quando uma pessoa se convence que a sua felicidade está em uma determinada condição exterior, ela abre mão do seu poder de realização. Passa, então, a perseguir as miragens que apenas produzem estresse, ansiedade e depressão.

O mundo e todas as conquistas da humanidade se desenvolvem de acordo com as aspirações dos seres humanos. Parece que, ao se desidentificar de si próprio, cada um dá mais valor aos valores e às posses exteriores do que à imensa riqueza e ao poder interiores que estão entorpecidos no fundo das suas almas.

Aí vemos uma das causas dessa contemporaneidade repleta de violência e de pobreza. Inclusive o relativismo moral, que se infiltrou em todos os seres e instituições, é fruto desse mesmo estado de coisas.

Ame-se e distribua energias positivas.

Houve um tempo em que o espírito humano também caminhava para o caos da insanidade. Mas uma voz se levantou contra o que estava estabelecido como lei e ordem. E trouxe então para o mundo a verdadeira compreensão dos valores que podem salvar as relações todas.

A verdadeira riqueza é aquela que resplandece na luz da alma e a felicidade não pertence ao mundo das ilusões materialistas.

Amar o outro como a ti mesmo.

O mundo só pode mudar se cada um promover em seu interior a necessária mudança que permitirá se conhecer como em verdade cada um é em espírito e essência.

Você é maior do que tudo, não existe nada mais valioso nesta terra do que o amor que foi depositado em seu interior, por isso, ame-se.

Abra seus olhos, disperse a bruma das ilusões que te isolam. Veja tudo e todos pela luz do amor, resgate a pureza original de seus pensamentos e reencontre as suas aspirações divinas.

Ame-se e siga a sua jornada disseminando boas e positivas energias. Assim você irá atrair as pessoas certas que se afinizam com o amor que existe em cada um neste mundo.

Ame-se e distribua o bem à sua volta.

José Batista de Carvalho

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

1 – Insira o seu e-mail e cadastre-se.

2 – Autorize sua inscrição no e-mail de confirmação que você vai receber.
* Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Política de PrivacidadePolítica de Cookies Política Anti-Spam

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais:

Facebook

Instagram

Pinterest

Twitter

YouTube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossas publicações por

e-mail

 Insira o seu e-mail para se cadastrar.

Você vai receber primeiro um e-mail para autorizar a inscrição.

Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Um e-mail vai ser enviado para você autorizar a sua inscrição. Lembre de olhar a caixa de spam.

%d blogueiros gostam disto: