Anúncios

Autoestima: o caminho para a realização

Como encaramos os sucessos e fracassos da vida.

Quando alguém nos pergunta sobre alguma coisa que fizemos e deu certo ficamos felizes, começamos a contar os detalhes com um entusiasmo contagiante, não é mesmo?

Mas se o que queríamos fazer não deu certo, ficamos chateados, não queremos nem falar a respeito, vem aquela sensação ruim de não se sentir capaz, inteligente, talentoso, a autoestima vai lá para baixo.

Você não está sozinho, em nenhum dos dois casos. Dentre os bilhões de sonhos e projetos que circulam pelo mundo, alguns dão certo, outros demoram para acontecer e outros ficam na pilha dos irrealizados.

O sucesso é sempre comemorado, traz uma sensação boa e revigorante. A intensidade com que os nossos fracassos nos incomodam depende, principalmente, de como anda nossa autoestima nesse momento.

Christie Marie Sheldon, autora e palestrante da área de desenvolvimento pessoal, fala sobre os problemas que a baixa autoestima traz e como podemos superar essa dificuldade.

Melhorando a visão e o sentimento que temos sobre nós mesmos, conseguimos transformamos nosso posicionamento no ambiente à nossa volta, através de atitudes mais firmes e positivas.


Ninguém nasce com uma baixa autoestima.

“Todos nós temos autoestima diminuída em algum grau. Mas nós não nascemos assim.

Nenhum bebê nasce acreditando que “eu não sou bom o suficiente”. Essa crença se desenvolve quando as pessoas fazem ou dizem algo que interpretamos como real, dizendo que não somos tão importantes, bons, capazes, como os outros. Então ficamos nos torturando, lembrando-nos constantemente de nossos erros. Esta incessante autocrítica é que destrói nossa autoestima.

Imagine como sua vida seria se nunca tivesse pensado “eu não sou bom o suficiente.” Você não hesitaria em agarrar as oportunidades, pedir promoções, tentar seu melhor e dizer sim a todos os desafios. Imagine se as circunstâncias não pudessem abalar sua confiança. O que você estaria fazendo agora?

A vibração da autoestima elevada é altamente positiva.

As pessoas que têm autoestima elevada têm uma vibração altamente positiva. São mais saudáveis, mais enérgicas, populares, felizes e produtivas. Conseguem o que querem, não é?

E você pode mudar as coisas.

Aumentar a sua autoestima aumenta a sua vibração e lhe dá autodomínio ou a capacidade de fazer o que você quer fazer, especialmente o que mais lhe intimida. Você se torna disciplinado e age, construindo sua confiança em si mesmo conforme ouve a sua intuição.

Faz tudo com integridade e compromisso e sua autoestima aumenta cada vez que você vê os bons resultados acontecendo.

Como recuperar e aumentar a autoestima.

Obter a sua autoestima de volta requer atitude. Você não pode ficar sentado esperando sentir-se digno. Você tem que fazer isso acontecer – interiormente.

1. Crie o impulso – Comece por fazer algo que gere impulso. Movimento cria a energia positiva de realização que alimenta ações em outras áreas. O que faz você se movimentar? Comece com uma  pequena ação e, imediatamente, passe a fazer outra coisa, enquanto a sua energia está alta e positiva, antes de perder força. É uma sensação boa e elimina seu hábito de procrastinação (um assassino da autoestima).

2. Use sua imaginação – Conecte-se com a Divindade e o seu Eu Superior. Imagine-os dando-lhe o que você mais precisa agora: um impulso de confiança, energia, um objeto, orientação, uma ideia, e veja-se confiante usando esse dom para fazer algo que tem medo de fazer. O que você está fazendo com esse dom? O que a sua linguagem corporal está dizendo? O que você está sentindo? Como está interagindo com outras pessoas? Use plenamente este dom e visualize o sucesso.

3. Faça todos os dias algo que te assusta – Não tem que ser algo enorme, faça qualquer coisa que você tenha hesitado em fazer antes. Basta fazer as coisas algumas vezes para dessensibilizar-se. Adquira competências e ensaie com antecedência. Você fica intimidado em falar com pessoas em festas? Faça-o mais! Ensaie algumas conversas e use-as.

4. Faça coisas nas quais é bom e ama fazer – O que faz você feliz? Reforce seus pontos positivos – habilidades, forças e talentos – para uma dose diária de autoestima.

5. Ajude os outros – Quando você está ocupado ajudando outras pessoas, não tem tempo para pensar sobre quão incompetente ou indigno você é. Porque você não é assim. Ensine alguém, faça algo amável, ajude-os a se sentir bem sobre si mesmos, ou simplesmente faça-os sorrir.

6. Defina algumas metas alcançáveis, mas desafiadoras – Defina metas em áreas onde você não se sente 100% impressionado sobre si mesmo: riqueza, saúde, relacionamentos ou carreira/propósito. Faça um plano com etapas claramente definidas que quebram grandes metas em pequenas ações diárias que diminuem sua dificuldade e aumentam a confiança. Trabalhe no sentido de melhorar uma área, por exemplo, aprendendo a gerenciar suas finanças. O aumento da autoestima na área da riqueza tem repercussões: você será mais feliz, seus relacionamentos vão melhorar, você vai estar confiante e mais inclinado a assumir desafios e vai ser menos estressado, gerando boa saúde . Metas em qualquer área ajudam as outras.

7. Seja grato – A gratidão ensina a apreciar a abundância em sua vida – mesmo se você não tem a abundância financeira, possui uma riqueza de lições de vida para aproveitar. Como você pode usar essas lições para melhorar sua vida hoje?

8. Pare de se comparar a outras pessoas – É mais fácil falar do que fazer, mas por que buscar comparações? Se você fosse a única pessoa no mundo não teria baixa autoestima, porque não haveria ninguém para se comparar. Então não se preocupe com o que as outras pessoas estão fazendo ou pensando. Elas pensam muito menos sobre você do que você pode imaginar, elas estão muito envolvidas em suas próprias vidas. Marche no seu próprio passo, em seu próprio ritmo, com o melhor de sua capacidade, e ame quem você é.

9. Mantenha uma conversa interna positiva e útil – Evite afirmações que você sente que são falsas (como “Eu sou bem sucedido e rico” se você mal estiver pagando o aluguel). Não vai funcionar. Em vez disso, foque na ação: “Eu estou fazendo o meu melhor, com integridade, com a intenção de servir aos outros. Eu sei que a abundância está chegando ao meu caminho.”

10. Obtenha respostas positivas – Em todas as situações com as outras pessoas, mesmo nas desagradáveis, tente obter um sorriso ou cooperação. Como? Sorria, veja o ponto de vista da pessoa, pergunte, não exija, seja grato por tudo. Quanto mais respostas positivas você obtém, melhor se sentirá sobre si mesmo.

11. Libere energias negativas do passado – Use ferramentas e técnicas que ajudem a limpar energias negativas do passado. Deixe-as para trás e libere o você autêntico.

Levou um longo tempo para desenvolver sua baixa autoestima. Assim, reverta o processo, passo a passo, e sinta-se melhorar a cada dia!

 

Christie Marie Sheldon

 

 


LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter


Anúncios


Categorias:Autoconhecimento

Tags:, , , , , ,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: