Home / Autoconhecimento / Bailando nas asas do vento

Bailando nas asas do vento

Gostos e desgostos se transformam, Fluem conforme a vida percorre as águas dos sentidos. Alegre, sinto o levar natural que me leva, Deixo-me ir.

Deixar passar, exercitar o desapego,

ser flexível

como o bambu que acompanha

o bailar da ventania

para não quebrar.

Gostos e desgostos se transformam,

fluem conforme a vida,

percorrem

as águas

dos sentidos.

Alegre, sinto o levar natural que me leva, deixo-me ir.

Sereno, acompanho

a valsa do vento,

bailando em suas asas.

Rumo ao caminho que encaminha,

fluo.

José Batista Cardoso de Carvalho


LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter


Veja também

Chico e a cachorra Boneca no colo

Causos e prosas de Chico Xavier: a cachorra Boneca

Esta é uma comovente história sobre Chico Xavier e a cachorra Boneca, que explica o que pode acontecer com os animais depois que eles morrem.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: