Home / Autoconhecimento / Como evitar a sequela emocional do novo coronavírus

Como evitar a sequela emocional do novo coronavírus

Muitas pessoas confraternizando-se ao por do sol no alto de uma colina emocional novo coronavírus

A pandemia nos separou, mas também nos uniu.

Uma das sequelas que a pandemia do novo coronavírus está deixando, mesmo para quem não contraiu a covid-19, é o abalo no sistema emocional.

O medo de ficar doente ou de não se recuperar; o estresse com o trabalho e o sustento; a ansiedade por ter que mudar os hábitos de vida e adequar-se a novas regras; a solidão de quem mora sozinho e o desgaste de quem precisa conviver num relacionamento conflituoso; os vários meses de apreensão que já ficaram para trás e a indefinição do que ainda virá.

A necessidade do distanciamento social de fato isolou amigos e famílias do contato pessoal. Mas também, em muitos casos, estreitou relacionamentos alimentados pela empatia e solidariedade, nas mensagens e conversas por meios digitais: “Tudo bem com você? Se precisar de algo conte comigo.”

Como disse Marianne Williamson em seu livro ‘Um Retorno ao Amor’,“no mundo do corpo, somos todos separados, mas no mundo do espírito, somos um só.”

A pandemia do novo coronavírus certamente exigiu uma reestruturação de nossa vida física, mas também pede uma reestruturação de nossa vida emocional e espiritual.

Pelas ações de solidariedade e preocupação com o outro, fortalecemos as ligações existentes, uma vez que os pensamentos nos ligam energeticamente a outros seres vivos.

“Uma vez que nossas mentes não estão limitadas pelo nosso cérebro (não há lugar onde uma mente pare e outra comece), então nosso amor alcança a todos e nosso medo também.”, esclarece Marianne.

Buscamos forças para enfrentar momentos de fragilidade.

A forma como o novo coronavírus expôs a fragilidade da vida levou muitos a se aproximarem da espiritualidade, buscando conforto, forças, explicações.

Marianne diz que “ao viver neste mundo, aprendemos a nos ver como um corpo, individual e pequeno em relação ao Universo e por esta razão nos sentimos pequenos e vulneráveis.

Viver dentro da percepção de que somos mais que um corpo, de que somos espíritos dentro da mente de Deus, expande o nosso nível da consciência e nos coloca fora das limitações das leis da física comum.”

Paulo de Tarso, na Carta aos Efésios, recomenda: “Rogo-vos, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados, com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor, procurando guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz.” (Efésios 4:1-3)

A longanimidade a que se refere o apóstolo Paulo é a virtude de suportar contrariedades com firmeza em benefício de outrem, é a paciência e a resignação com que se suportam problemas e dificuldades.

Desta forma, através dessa união com nossos semelhantes pelo espírito, alicerçada no amor, na compaixão e no respeito, acordamos para a verdade que nos une ao Espírito de Deus, que nos concede a paz, a esperança e a coragem.

A confiança e a fé nos une e nos fortalece.

“Quando qualquer um de nós acorda, o mundo inteiro se aproxima do céu.”, diz Marianne. “Ao pedirmos a cura, estamos pedindo que a ideia da doença seja removida da mente do Filho de Deus e não apenas da nossa mente.

Curamos o corpo nos lembrando de que ele não é quem somos de fato: somos espírito, eternamente saudáveis. É sempre a verdade que nos liberta. O regresso a Deus é o regresso ao amor.”, conclui.

Portanto, no final das contas, o coronavírus pode ter colocado nossa vida de ponta-cabeça, subtraído sonhos e somado preocupações. Mas também trouxe a oportunidade de multiplicar a confiança e a fé, sabendo que as experiências de hoje fortalecem nosso espírito eterno.

Noemi C. Carvalho

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

leaqui

Política de PrivacidadePolítica de Cookies Política Anti-Spam

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.
Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitterYouTube

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Cadastre-se para receber nossas publicações

Receba nossas publicações em sua caixa de e-mails

Após se cadastrar você receberá um e-mail para confirmar sua inscrição.

 

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

 

Você receberá um e-mail para confirmar sua inscrição.

%d blogueiros gostam disto: