Home / Emoções / Emoções feridas que não se curam é porque pedem por ajuda

Emoções feridas que não se curam é porque pedem por ajuda

Homem ajudando outro a subir uma montanha demonstrando como curar emoções feridas

Emoções feridas e não curadas: um trem fantasma que tira a vida dos trilhos.

Dizem os estudiosos que a cada 7 anos temos um corpo novo, pois as células vão sendo substituídas. Bem, nesse caso, o nosso corpo se refazendo a cada 7 anos, é bom para ele que tem todo esse tempo para se recompor e se revitalizar. Mas para nós, em relação à nossa parte “não física”, isto é, ao emocional, temos que refazer as emoções feridas a cada dia. A cada santo dia.

Cada dia é santo, é verdade, pois estamos aqui: respirando, pensando, fazendo, vivendo. Eu sei que tem momentos em que nada disso parece importante. Porque existe um sofrimento que vem lá do fundo e parece que engole qualquer significado para a vida. Então pensar “dói”, fazer alguma coisa nem pensar, viver é um rito tão automático quanto respirar.

Não importa que alguém, com a melhor das boas intenções (ou às vezes até com desdém) diga: “Ah, isso não é nada.” Claro que é. Para você é, e não importa o que seja. Não tem importância o tamanho ou a gravidade do fato que fez a sua dor, se ele vai dar origem a qualquer consequência ou se ele se extinguiu logo em seguida à irrupção catastrófica na sua vida. Você sente com a intensidade da sua sensibilidade, e se para você é uma catástrofe, não adianta ninguém tentar diminuir.

Pode até ser que o que aconteceu nem seja tão grave mesmo, nem você entende bem porque te incomodou tanto. Mas e se ele despertou recordações de outras dores, de outros momentos da vida, que estão no seu subconsciente e dos quais você não tem um registro “visível”? E assim esse trem fantasma vem desgovernado e tira você dos trilhos da sua vida.

O vazio interior pode ocupar todo o espaço da vitalidade.

O sofrimento, às vezes, parece realmente sem sentido, às vezes nem você mesmo consegue saber a causa, não consegue atinar com o porquê dessa sensação de vazio e de apatia. É uma solidão interna, um desejo de que qualquer coisa aconteça para melhorar esse sentimento, para preencher esse vazio que se expande e deixa você sem espaço. Sem espaço para sentir vitalidade, alegria, vontade, brilho.

De qualquer jeito, tenha uma causa que você reconheça ou não para essa tristeza sentida, se ela demorar a se afastar, se você sentir que está difícil de lidar com suas emoções e curar suas feridas, que a sensação sofrida é maior a cada dia, procure ajuda.

Nem sempre conseguimos resgatar ou lidar sozinhos com momentos traumáticos, dolorosos, recorrentes, inexplicáveis muitas vezes. E um acompanhamento profissional vai ajudar a compreender e superar as questões que estão nos impedindo de viver uma vida bem aproveitada.

Um acompanhamento terapêutico, psicológico ou psiquiátrico pode ser necessário, pois o corpo humano – e sobretudo o centro de nossas emoções e sentimentos – é extremamente complexo e delicado.

Atualmente, além das entidades governamentais, existem muitas associações e universidades que oferecem atendimento psicológico online gratuito.

Com a conexão espiritual encontramos força, alegria e confiança.

Ao mesmo tempo, procure também cuidar de seu lado espiritual, porque ele é tão importante quanto o físico e o emocional.

Manter uma conexão com as esferas espirituais superiores, sentir-se próximo de Deus e de Jesus, são atitudes que só trazem benefícios. Nos momentos de tristeza temos a quem pedir auxílio, nos momentos de alegria temos com quem compartilhar e nunca ficamos sós, pois eles estão à distância de um pensamento.

Procure ajuda e ela virá. Em muitos casos, a dor emocional é um chamado da nossa alma para o reajuste, é uma forma de nos fazer perceber que não estamos aproveitando da melhor forma o desenvolvimento e uso das qualidades que temos.

O auxílio espiritual é também tratamento valioso, pois procura resgatar aquela parte dentro de nós que está adormecida e é a fonte da confiança, da paz e da esperança.

Noemi C. Carvalho

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.
Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter

Acompanhe as publicações inscrevendo-se para receber:
– Newsletter
– Notificações

Veja também

criança olhando tristemente por uma janela demonstrando estresse emocional pandemia

O estresse emocional causado pela pandemia

É preciso cuidar do estresse emocional causado pela pandemia, sobretudo em crianças e adolescentes, para evitar uma "segunda onda", relacionada a problemas mentais.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: