Home / Autoconhecimento / Espiritismo: desvendando segredos e mistérios

Espiritismo: desvendando segredos e mistérios

Reprodução da capa do livro da 1ª edição do Livro dos espíritos o início do espiritismo

O que é o Espiritismo?

O Espiritismo é uma doutrina que surgiu na França, em 1857, com a finalidade de revelar novos e mais profundo conceitos a respeito de Deus, do Universo, dos homens, dos Espíritos e das leis que regem a vida. Explica, além disso, o que somos, de onde viemos, para onde vamos, qual o objetivo da nossa existência e a razão da dor e do sofrimento.

“Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei.”
Allan Kardec

Esculpida na portentosa pedra que recobre o túmulo de Allan Kardec a frase acima expressa de forma concisa a magnitude da doutrina por ele compilada.

De acordo com Kardec, “o Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, origem e destino dos Espíritos, bem como de suas relações com o mundo corporal.”

É o conjunto de princípios e leis espirituais, revelados pelos Espíritos Superiores, contidos nas obras que constituem a Codificação Espírita: O Livro dos Espíritos; O Livro dos Médiuns; O Evangelho Segundo o Espiritismo; O Céu e o Inferno e A Gênese.

Ainda segundo Kardec, “O Espiritismo realiza o que Jesus disse do Consolador prometido: conhecimento das coisas, fazendo que o homem saiba donde vem, para onde vai e por que está na Terra; atrai para os verdadeiros princípios da lei de Deus e consola pela fé e pela esperança.”

Quando surgiu o Espiritismo?

O Espiritismo surgiu no século XIX, a partir de certos eventos que começaram a ocorrer chamando a atenção das pessoas: era o fenômeno das “mesas girantes”, difundido por toda a Europa, que deu origem a um extenso trabalho de pesquisa coordenado por Allan Kardec que, posteriormente, resultou na codificação da Doutrina Espírita.

Apesar de desacreditada e temida em seu começo, a veracidade e autenticidade das manifestações e comunicações dos Espíritos, pelo rigor científico com que Kardec conduziu as investigações, foi atestada por pessoas de ilibada reputação da sua época.

Qual era o cenário do século XIX?

O século XIX¹ foi marcado por inúmeras transformações e um grande progresso da civilização: antigos impérios ruíram, nações sobressaíram. A Revolução Industrial e todos os desenvolvimentos em várias áreas científicas formaram a base para os avanços tecnológicos do século XX.

Os avanços na medicina, a cura e prevenção de doenças favoreceram o aumento da população mundial. Mas também foi um período marcado por muitas guerras e pelo avanço do materialismo.

Foi em meio a esse cenário, favorecido por uma inteligência desenvolvida e pelo aprofundamento do conhecimento do ser humano, que o plano espiritual estabeleceu, então, que seria oportuno permitir, também, um melhor entendimento sobre a vida espiritual, rememorando as mensagens de Jesus Cristo e acrescentando novas informações.

Tudo começou com as mesas que tentavam se comunicar.

Como explica o artigo da FEB², “no século XIX, um fenômeno agitou a Europa: as mesas girantes. Nos salões elegantes, após os saraus, as mesas eram alvo de curiosidade e de extensas reportagens, pois moviam-se, erguiam-se no ar e respondiam a questões mediante batidas no chão (tiptologia). O fenômeno chamou a atenção de um pesquisador sério, discípulo do célebre Johann Pestalozzi: Hippolyte Léon Denizard Rivail.

Rivail, pedagogo francês, fluente em diversos idiomas, autor de livros didáticos e adepto de rigoroso método de investigação científica, não aceitou de imediato os fenômenos das mesas girantes, mas estudou-os atentamente, observou que uma força inteligente as movia e investigou a natureza dessa força, que se identificou como os “Espíritos dos homens” que haviam morrido.

Com o aperfeiçoamento dos métodos de comunicação, chegando à psicografia, Allan Kardec, pseudônimo usado por Rivail, fez centenas de perguntas aos Espíritos, através de diversos médiuns de diferentes localidades, cujas respostas eram em seguida analisadas e comparadas. Mesmo desacreditado e perseguido, levou adiante sua tarefa, e assim O Livro dos Espíritos foi lançado em Paris em 18 de Abril de 1857.

A fé move montanhas.

“Pois em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: ‘Passa daqui para acolá’, e ele passará. Nada vos será impossível.” (Mateus 17.20)

O Espiritismo ilumina com a luz da razão o tema da fé, libertando o ser dos obscuros dogmas e do misticismo, e assim revela com clareza o sentido e a coerência das divinas Leis que orquestram as maravilhas que observamos na Terra e no cosmo.

Allan Kardec assim expressa o entendimento que devemos ter sobre a sublime força que é a fé:

 “A fé raciocinada, por se apoiar nos fatos e na lógica, nenhuma obscuridade deixa. A criatura então crê, porque tem certeza, e ninguém tem certeza senão porque compreendeu. Eis por que não se dobra. Fé inabalável só o é a que pode encarar de frente a razão, em todas as épocas da Humanidade”.

Nas inspiradas palavras de Divaldo Franco em uma palestra, a fé que se deve incutir no íntimo de todos deve ser raciocinada:

 “A fé desempenha no Espiritismo um papel fundamental e lógico. É uma doutrina que não tem superstição, ritual nem sacerdócio organizado.”

A prática espírita é realizada com simplicidade, sem nenhum culto exterior, dentro do princípio cristão de que Deus deve ser adorado em espírito e verdade. Portanto, o Espiritismo não tem sacerdotes e não adota e nem usa em suas reuniões e em suas práticas quaisquer objetos, rituais ou formas de culto exterior.

A Lei de Ação e Reação.

A Lei de Ação e Reação, ou seja, as consequências tanto boas como ruins que decorrem de nossos atos, não se limitam aos poucos anos de nossa passagem pela Terra, mas continuam exercendo sua influência na nossa vida espiritual.

Talvez você goste de ler:
Como colocar em ação a Lei do Carma, ou de Causa e Efeito

Daí decorre a importância que deve ser dada à nossas atitudes, pois a vida não se extingue com a morte do corpo físico, motivo pelo qual as consequências de nossos atos nos acompanham pela eternidade.

Já se passaram mais de dois mil anos da vinda de Jesus à Terra, quando Ele revolucionou o sistema religioso da época trazendo, então, um novo entendimento sobre a espiritualidade. Plantou sementes de esclarecimento, para que aqueles que aceitaram sua mensagem tratassem de cultivá-las e levá-las adiante.

Tão forte e poderosa foi sua palavra que, mesmo que pudesse contar apenas com a transmissão oral e alguns poucos manuscritos de relatos feitos por seus seguidores, ainda agora ela permanece viva e vibrante.

O Espiritismo conta com grandes nomes brasileiros.

Conhecendo o significado de nossa vida, e entendendo que ela não se limita à nossa vida corpórea atual, compreendemos como é importante mantermos nossos pensamentos e conduta norteados pelos ensinamentos que nos foram deixados por Jesus, assim como por outros mestres espirituais.

Você pode gostar de ler também:
A comovente descrição de Jesus, feita por Emmanuel
– Vida após a morte: à espera da reencarnação

No Brasil, temos alguns dos mais expressivos nomes – como Bezerra de Menezes, Chico Xavier, Divaldo Franco, Cairbar de Souza Schutel, Eurípedes Barsanulfo, Yvonne do Amaral Pereira, Herculano Pires, Raul Teixeira, Francisco do Espírito Santo Neto, entre tantos outros dedicados a receber e divulgar os ensinamentos dados pelo plano espiritual com o intuito de esclarecer as dúvidas sobre nossa existência.

Referências

1 – Wikipedia
2 – Federação Espírita Brasileira (FEB)

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 10.320 outros assinantes

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.
Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitterYouTube

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Cadastre-se para receber nossas publicações

Receba nossas publicações em sua caixa de e-mails

Após se cadastrar você receberá um e-mail para confirmar sua inscrição.

 

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

 

Você receberá um e-mail para confirmar sua inscrição.

%d blogueiros gostam disto: