Home / Autoconhecimento / Jamais deixe de ser quem você é para agradar os outros

Jamais deixe de ser quem você é para agradar os outros

Você fica irritado quando as pessoas não lhe tratam como gostaria?

Quando você não tem a atenção e consideração que avalia merecer, fica triste e abatido?

Pois é, as pessoas não são como você gostaria, ou mesmo imaginava que fossem, não é mesmo?

Agora, sem querer abusar da sua boa vontade, talvez você também não seja a pessoa que imagina ser, e também não seja quem de fato gostaria de ser.

Geralmente, quando alguém se incomoda muito com a avaliação dos outros é porque não está cuidando bem de si e se importa muito com a aprovação dos outros pelo que faz e, assim, coloca na mão deles seu bem-estar e felicidade.

Agradar os outros é viver um ideal que não é o seu.

Entenda que na família, na escola, entre os amigos e na sociedade em geral, a carga de estímulos para a competição é muito grande, gerando uma exagerada expectativa por desempenho e aprovação.

Essas elevadas expectativas projetadas sobre você podem ter formado comportamentos onde a busca por segurança o façam estar sempre atento aos olhares externos.

Esse esquema gera como efeito a construção de um conjunto de hábitos e comportamentos voltados para agradar os outros, pois assim a sensação de sentir-se aprovado e acolhido aplaca e afasta os temores da rejeição.

Assim, com o passar do tempo, você cada vez é menos quem você é para tornar-se mais a idealização de um aceitável comportamento que trará conforto e segurança para os outros.

Perceba que, desta forma, você estará vivendo um ideal que não é seu, que na verdade é uma concessão do grupo e das carências de seus membros, que criam projeções para sentir-se bem.

Seja você mesmo e desperte seu potencial.

Sua verdadeira natureza, quem em verdade você é, não se satisfará por muito tempo com as aspirações alheias, pois ela foi criada para ser criadora, para gerar novas e prósperas formas de viver, para trazer qualidades e virtudes únicas.

Você é muito mais do que projetadas aspirações alheias: você é a própria criação, vivendo para criar.

Pare de estar a toda hora mudando quem você é para agradar os outros. Descubra quem você é, e desperte o brilho da sua essência.

Como?

Ora, há muito tempo já foi dito: “Conheça-te a ti mesmo.”

José Batista de Carvalho


LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter


Veja também

Pássaro voando com um arco-íris no céu final da existência

Se, ao final desta existência

Um dia a existência chega ao seu final. Por isso é preciso aproveitar a oportunidade da vida em cada um de seus momentos, como explica o Prof. Hermógenes.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: