Home / Emoções / Liberte-se da amargura

Liberte-se da amargura

Esta é uma escolha que você faz a cada momento: dominar o processo e dar à sua vida a direção que você deseja ou simplesmente reagir aos acontecimen-tos externos. Louise Hay

Que sentimentos você anda guardando?

Louise Hay se tornou mundialmente conhecida como palestrante e professora de metafísica, através de sua visão positiva e determinada para que todos usem o seu potencial criativo para o crescimento pessoal.

Suas obras já foram traduzidas para mais de 25 idiomas em diversos países do mundo e algumas delas integraram a lista dos mais vendidos com mais de 50 milhões de cópias de seus livros vendidas.

Vamos aproveitar este pequeno trecho onde ela nos fala sobre a importância de não guardar rancor e mágoa, e como fazer para se libertar desses sentimentos que prejudicam a ascensão da nossa vida.

Aproveite bem esta breve leitura e as orientações de Louise Hay:

“Você nunca estará livre da amargura enquanto continuar a ter pensamentos de rancor. Como poderá ser feliz se continuar a escolher guardar raiva e ressentimento?

Pensamentos amargos não criam alegria. Não importa o quanto você possa achar que tem razões para a mágoa, não importa o dano que os outros lhe causaram. Se você insistir em ficar preso ao passado, nunca será livre.

O perdão é a mais poderosa força de libertação pessoal.

Perdoar a si mesmo e aos outros libertará você da prisão do passado. Se você se sente preso a uma determinada situação, ou se suas afirmações não estão funcionando, geralmente isso significa que ainda há trabalho a ser feito em relação ao perdão.

Quando você não flui de modo livre com a vida, normalmente é porque está aprisionado a um acontecimento passado. Pode ser arrependimento, tristeza, mágoa, medo, culpa, acusação, raiva, ressentimento, ou às vezes até desejo de vingança.

Cada um desses estados de espírito resulta da ausência de perdão, da recusa em desapegar-se do que passou e viver plenamente o momento presente. Desta forma, você compromete seu futuro, pois ele só pode ser criado no agora.

Se você permanece ligado ao passado, não consegue usufruir o presente. É somente nele que os pensamentos e palavras têm poder. Se o presente está contaminado pelas mágoas antigas, você estará criando seu futuro a partir do lixo do passado.

Quando você acusa outra pessoa, abre mão do seu próprio poder, pois está deslocando a responsabilidade para o outro. As pessoas que fazem parte da sua vida podem se comportar de maneira que provoquem reações incômodas em você. No entanto, se elas passam a ocupar sua mente, é você quem as deixa permanecer lá, produzindo sofrimento e drenando sua energia.

Assumir a responsabilidade pelos próprios sentimentos e reações equivale a assumir as rédeas da sua vida. Esta é uma escolha que você faz a cada momento: dominar o processo e dar à sua vida a direção que você deseja ou simplesmente reagir aos acontecimentos externos.

Perdoar é se libertar da energia negativa.

A maioria das pessoas não entende direito o que é o perdão nem sabe que existe diferença entre perdão e aceitação.

Perdoar alguém não significa justificar o seu comportamento. O ato de perdoar se dá na sua mente. Não tem absolutamente nada a ver com a outra pessoa.

O verdadeiro perdão consiste em se libertar da dor. É apenas um ato de libertação da energia negativa à qual você escolheu ficar ligado.

E também o perdão não significa permitir que comportamentos e ações dos outros que causam sofrimento continuem a ocorrer. Às vezes o perdão significa desapegar-se, você perdoa a pessoa e a libera.

Assumir uma posição de recusa à agressão alheia e estabelecer limites saudáveis é geralmente a atitude mais amorosa que você pode ter, não apenas em relação a si mesmo, como também ao outro.

Sejam quais forem suas razões para ter sentimentos de amargura e rancor, você pode superá-los. Você tem essa escolha. Pode escolher permanecer prisioneiro e ressentido, ou pode fazer um favor a si mesmo perdoando o que aconteceu no passado, desapegando-se, e passando a criar uma vida de alegria e realizações.

Você tem a liberdade de fazer da sua vida o que quiser, porque tem a liberdade de escolha.”

Louise Hay


LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter


Veja também

homem subindo um monte com uma grande cachoeira atrás como se tivesse emoções destrutivas

Dalai Lama explica como combater as emoções destrutivas que afetam nossa vida

Dalai Lama conversa sobre as emoções destrutivas, a responsabilidade do ego, a importância de treinar a mente e cultivar a paz de espírito. Leia aqui.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: