Home / Emoções / Mágoa: um sentimento que nos afoga em nós mesmos

Mágoa: um sentimento que nos afoga em nós mesmos

Mulher cobrindo o rosto com as mãos por causa de mágoa.
Mágoa: um sentimento que nos afoga em nós mesmos.

A mágoa sufoca a vida e oprime a felicidade.

Não é difícil encontrar pessoas que perambulam por suas vidas arqueadas em função do peso da mágoa que carregam em seus corações.

A mágoa é como se fosse uma imensa poça com águas paradas onde encontramos sentimentos e sensações densas como o pesar, a tristeza, desgostos, amarguras, ressentimentos.

E essas águas paradas contaminam as emoções com um descontentamento silencioso e profundo, que se esconde por entre as atividades diárias, sem se deixar mostrar mas, como a ferrugem, aos poucos desgasta e enfraquece o corpo que ataca.

Por isso os portadores desse pesado fardo têm a sua saúde emocional desgastada pela tristeza e  desânimo, dificultando toda e qualquer tentativa para realizar suas tarefas e alcançar seus objetivos e a felicidade.

Como surgem as mágoas.

A maioria dessas inúteis cargas emocionais surgem de desentendimentos, discordâncias ou de interesses não correspondidos que geram decepções. E na maioria das vezes, com pessoas com estreito relacionamento.

Assim, as circunstâncias geradoras de mágoas concentram uma agressiva carga de emoções quando ocorrem.

Inicialmente, observamos o surgimento conjunto da raiva, surpresa, decepção, ressentimento e então, finalmente, a consolidação de todas essas emoções no pacote que conhecemos como mágoa.

Dessa forma, a experiência ficará marcada por certo tempo, depois a sensação vai suavizar assumindo, então, a sua insidiosa ação.

Veja algumas orientações par ajudar a se libertar da mágoa.

Encontro muitas pessoas que parecem estar se afogando em si mesmas por não saberem como enfrentar essas águas paradas de suas emoções.

Pensando nisso, preparei algumas orientações para ajudar a você a sair dessa situação tão aflitiva.

Acompanhe agora uma forma para dissipar essa mácula emocional da sua vida. Você precisa desenvolver as seguintes ações para dissolver as suas mágoas:

1 – Assumir a responsabilidade

Como sempre digo, não existe mágica. Nada vai tirar essa coisa ruim que você vem carregando há tanto tempo. É um processo, e o trabalho é seu. Portanto, assumir a responsabilidade por isso é o primeiro passo.

2 – Usar o poder do perdão

Em seguida, para a liberação da mágoa, é imprescindível que exista o descolamento, a liberação do fato ocorrido e da pessoa envolvida, que geraram a mágoa. Esse desprendimento é o perdão. Perdoar é:

  • ter a capacidade de se despojar de tudo o que não lhe faz bem, ou seja, de tudo que não serve para ajudar você a seguir rumo aos seus objetivos
  • desprender-se de tudo o que aconteceu, desvencilhar-se do mal ocorrido, das energias negativas envolvidas na situação que gerou a mágoa
  • largar as velhas ideias que atraíram as pessoas e as ocorrências infrutíferas
  • aplicar a si próprio o perdão, sobretudo recusar a ideia de culpado ou de vítima que possa ter ficado em sua mente

3 – Desenvolver a aceitação

Depois disso, ao sentir que o que aconteceu já não tem tanto peso, é hora de desenvolver a aceitação.

Neste sentido, a aceitação envolve ampliar a consciência. Dessa forma, é possível ajustar a percepção para entender que as ocorrências da vida, todas elas, possuem um sentido e um propósito maiores do que aqueles que percebemos ou sentimos no momento em que ocorrem.

Podemos compreender, assim, que todos eles são inerentes ao processo de evolução pessoal e importantes para o prosseguimento da jornada existencial.

4 – Desvincular-se do passado

Grande parte do poder de causar dor e sofrimento que as mágoas possuem é desmobilizado quando você consegue, então, perdoar e aceitar o que ocorreu e lhe feriu.

Neste ponto é importante ter a noção que a memória, a lembrança do fato, isto é, o passado, também precisa ser trabalhado. Isto é importante para evitar que essa memória recupere a carga de sofrimento emocional que está sendo trabalhada.

Para isso, tenha firme em sua mente que o passado não existe mais. Ele é só uma lembrança, e portanto deve apenas servir para uma coisa: ajudar a ampliar a capacidade de melhorar as escolhas e gerar conhecimento ao se analisar algum fato.

Antes de continuar, gostaria de lembrar que é impossível esquecer algum acontecimento que tenha causado uma grande repercussão emocional.

Por isso é importante dar a essa memória a função de ser uma importante informação gerada através das experiências da vida, e que vai exercer essa função de parâmetro para conduzir futuras escolhas.

5 – Aplicar a benéfica força da gratidão

Pronto, agora é a hora de usar a gratidão.

Seja grato por estar aqui e agora, sendo capaz de rever alguns fatos desagradáveis que no passado ocorreram.

Você tem a possibilidade de, a partir deles, construir conhecimento que servirá para melhorar pensamentos, escolhas e decisões. Isto é que vai permitir melhorar as condições de vida e alcançar os seus objetivos.

Agora você pode construir um novo e feliz você.

É muito importante entender que, quando tratamos de mágoas, estamos nos relacionando com algo que foi gerado no passado.

Por causa dos efeitos que se estendem pelo tempo, mantemos esse passado vivo hoje, através de sofrimento, dor e tristeza.

Assim, impedimos que o presente seja vivido em toda a sua plenitude, o que produzirá consequências negativas para os dias futuros.

Por isso, viva o aqui e agora em toda a sua potencialidade, seja grato por todas as dádivas e possibilidades que estão à sua disposição.

A sua vida está aguardando apenas a sua decisão de abandonar o doído passado e iniciar a construção de um admirável novo você.

José Batista de Carvalho

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.
Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter

Acompanhe as publicações inscrevendo-se para receber:
– Newsletter
– Notificações

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Cadastre-se para receber nossas publicações

Receba nossas publicações em sua caixa de e-mails

Após se cadastrar você receberá um e-mail para confirmar sua inscrição.

 

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

 

Você receberá um e-mail para confirmar sua inscrição.

%d blogueiros gostam disto: