Home / Autoconhecimento / Manter a esperança resgata nossa vida e abre caminhos abençoados

Manter a esperança resgata nossa vida e abre caminhos abençoados

rosto de mulher de perfil olhando para o alto Manter a esperança

Manter a esperança nos dá forças para continuar.

Manter a esperança é que não nos faz desistir, é a força que nos impulsiona, é a luz que ainda brilha em meio às sombras para nos conduzir. Esperança é a fé fortalecida, é acreditar no bem apesar de tudo, é confiar na vida e nos caminhos divinos em qualquer circunstância.

A esperança tem esse forte componente da fé, porque nos mantém ligados à espiritualidade, nos ajuda a compreender as agruras da vida como experiências que nos fortalecem e trazem firmeza para continuarmos seguindo sem vacilar, apesar das pedras do caminho.

Quantas vezes, buscando essa força que nos sirva de apoio, entregamos nossas dores e sofrimentos, nossas dúvidas e lamentos em orações sentidas e sinceras. E quantas vezes, em seguida, a serenidade nos aconchega, a paz nos envolve, a alma se tranquiliza.

É uma sensação boa, um bem-estar, e queremos ficar assim, nos sentindo bem, fortalecidos, tranquilos, amparados. Mas num certo momento, num dia, a aflição volta e sentimos que estamos de novo sozinhos, que Deus nos abandonou, que Jesus nos esqueceu.

A prática espiritual deve ser um exercício constante.

Marianne Williamson, em seu livro ‘O Dom da Mudança’, explica porque isso acontece: “Um momento de atenção iluminada não transforma a sua vida completamente. O caminho espiritual é lento e árduo em alguns momentos.

A prática espiritual é como exercício físico: ela proporciona um efeito cumulativo e, se pretendemos apreciar seus benefícios, não devemos nunca parar de nos exercitar. Não é possível você ir até a academia uma única vez e sair de lá com um novo corpo, assim como não se pode participar de um seminário, dizer uma única oração e dar aleluias esperando que sua vida seja perfeita dali em diante.

Tanto o corpo como a mente exigem treinamento constante para que possam atuar em plena capacidade. É por isso que algumas pessoas vão à academia ou praticam yoga com regularidade. E é também por essa razão que participamos de trabalhos religiosos e praticas espirituais com freqüência.

Uma boa conversa com um bom amigo.

A espiritualidade não pode ser confundida com uma conquista. A paz e a serenidade não são troféus que ganhamos e colocamos numa prateleira. É preciso direcionamento para uma mente espiritualizada, pois os pensamentos se desviam facilmente, se perdem ante tantas distrações.

Por isso precisamos sempre trazê-los de volta e ter a compreensão que Deus nunca nos abandona e Jesus está sempre ao nosso lado através de seus emissários e benfeitores espirituais. Nós é que, às vezes, esquecemos de lhes dar bom dia e pedir as bênçãos para o novo período que começa. Ou de lhes dar boa noite e agradecer por mais um dia que termina.

E se lhes damos as costas e nos esquecemos deles, então nos sentimos sozinhos e desamparados porque cortamos a ligação. É como se você estivesse falando com um amigo por telefone e então você desliga no meio da conversa, que fica no vácuo. Mas seu amigo continua do outro lado da linha.

A desesperança não pode se tornar um obstáculo para nossa transformação pessoal.

Para manter a esperança sempre fortalecida, portanto, precisamos manter sempre as práticas espirituais. Muitas vezes, nos momentos de alegria nos esquecemos de manter a ligação benéfica com o plano espiritual. Por outro lado, nos momentos de angústia, às vezes não queremos nos confrontar com aquilo que nos traz sofrimento.

“Até o momento, parece que temos grande resistência em olhar para nossa vida e para nosso mundo com honestidade emocional. E acho que estamos procurando evitar mais dor. Estamos evitando aquela sensação de desesperança que achamos que vamos sentir quando nos confrontarmos com a enormidade das forças que obstruem nosso caminho.

Entretanto, a verdade é que só conseguiremos finalmente enxergar a luz quando encararmos a escuridão – a escuridão em nós e no mundo. Esta é a alquimia da transformação pessoal. Bem no meio da noite mais escura e profunda, quando nos sentimos esmagados pela vida, a sombra esmaecida de nossas asas começa a aparecer.

Só depois  que encararmos os limites daquilo que podemos fazer é que começa a se manifestar em nós a infinidade do que Deus é capaz. As profundezas da escuridão, ao se confrontarem com nosso mundo, vão revelar a mágica de quem somos de verdade. Somos espírito e, desse modo, somos mais que o mundo. Quando nos lembrarmos disso, o mundo inteiro vai se dobrar a esta recordação.

Manter a esperança abre os caminhos de luz e amor.

O mundo é uma projeção da nossa psique individual, coletada numa tela global; o mundo é ferido ou curado em função de cada pensamento que tivermos. Na mesma medida em que me recuso a encarar os problemas mais profundos que me impedem de fazer as coisas, o mundo também ficará impedido de evoluir.

Por outro lado, o quanto eu avançar, depois de ter descoberto a chave milagrosa para a transformação de minha própria vida, será a minha ajuda para mudar o mundo.

Essa é a verdadeira esperança. A esperança capaz de transformar não só a nossa vida, mas a vida como um todo, espalhando sua energia amorosa e confiante, unindo as mentes que vibram na mesma sintonia e resgatando as almas desgarradas que ainda transitam pela penumbra da dúvida e da aflição.

E quanto mais pessoas conseguem encontrar o caminho de luz que a esperança e a fé lhes oferece, mais as sombras que tentam dominar a Terra perdem força e se afastam. E nosso planeta se torna cada vez mais um lugar luminoso e amoroso.

Noemi C. Carvalho

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 10.341 outros assinantes

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.
Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter

Veja também

homem usando óculos sentado escrevendo está rodeado de espíritos veem tudo

Os Espíritos veem tudo o que fazemos?

Os Espíritos veem tudo o que fazemos? Eles sabem o que pensamos? Podem influenciar nossos pensamentos e ações? Leia aqui as respostas a essas e outras perguntas.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: