Home / Autoconhecimento / Na montanha russa da vida

Na montanha russa da vida

Uma montanha russa ao pôr do sol, com pessoas nos vagões subindo para depois descer, como os ciclos das vida.
Na montanha russa da vida.

Os altos e baixos do cotidiano.

Você já deve ter se perguntado alguma vez – ou ao menos deve ter ouvido alguém perguntando – por que às vezes as coisas vão bem, tudo dá certo, e de uma hora para outra parece que nada mais dá certo, é só problema e complicação, num sobe e desce como uma montanha russa.

Da mesma forma que tudo na natureza tem seus ciclos, assim é com a sua vida, e como ondas, os momentos bons vão e vêm, intercalados com períodos difíceis, que também vão e vêm, num ritmo constante e renovado.

Acompanhe o que Eckhart Tolle, em seu livro “Praticando o poder do agora“, tem a dizer sobre este assunto: “Existem ciclos de sucesso, como quando as coisas acontecem e dão certo, e ciclos de fracasso, quando elas não vão bem e se desintegram. Você tem de permitir que elas terminem, dando espaço para que coisas novas aconteçam ou se transformem, pois se nos apegamos às situações e oferecemos uma resistência nesse estágio, significa que estamos nos recusando a acompanhar o fluxo da vida e que vamos sofrer.”

Tirando uma lição de cada dificuldade.

Você pode encarar da seguinte forma: as dificuldades que você enfrenta na vida são, de fato, um método prático de aprendizado, e a melhor forma de você aproveitar isso é prestar atenção e avaliar como foi sua reação.

Procure, então, ver quais alternativas de ação você teria, de que outra forma você poderia ter agido para lidar com o problema. Mas faça isso isentando-se de suas próprias emoções, olhe como um espectador da situação, como se outra pessoa estivesse lhe contando o que aconteceu.

Dessa forma, você vai perceber que surgem novas respostas, e que, em situações semelhantes, você pode tomar outras atitudes. Como resultado, isto vai levar você a enfrentar os aborrecimentos cada vez com mais calma e confiança, num caminho de crescimento e fortalecimento pessoal.

Voltando aos ensinamentos de Tolle“Não oferecer resistência à vida é estar em estado de graça, de descanso e de luz. Nesse estado, nada depende de as coisas serem boas ou ruins. As coisas, as pessoas ou as circunstâncias que você desejava para a sua felicidade vêm agora até você sem qualquer esforço, e você está livre para apreciá-las enquanto durarem. Todas essas coisas naturalmente vão acabar, os ciclos virão e irão, mas com o desaparecimento da dependência não há mais medo de perdas. A vida flui com facilidade.

Geralmente, esses problemas que aparecem na vida colocam à mostra aspectos da personalidade que precisam ser trabalhados. Eles mostram, por exemplo, se você é impaciente e quer tudo resolvido na hora, ou se falta confiança em si próprio e espera sempre que alguém resolva a situação; enfim, são aspectos que emergem para que sejam compreendidos, conscientizados e superados.

Como numa montanha russa, os ciclos se renovam.

Quando você consegue superar os desafios com mais serenidade, começa a dissolver a barreira que havia se criado impedindo-o de reconhecer seu eu mais profundo.

Conforme diz Tolle: O ciclo descendente é absolutamente essencial para uma realização espiritual. Você tem de ter falhado gravemente de algum modo, ou passado por alguma perda profunda, ou algum sofrimento, para ser conduzido à dimensão espiritual. Ou talvez o seu sucesso tenha se tornado vazio e sem sentido e se transformado em fracasso.”

Quando as ondas revoltas das emoções serenam, você pode vislumbrar o suave e acolhedor pôr do sol unindo o céu e as águas, energia e matéria, alma e corpo; pode, então, sentir seus raios suaves num cálido, terno e envolvente abraço, integrando seu ser a esse fascinante e eterno balé cósmico, onde planetas, astros e almas dançam numa explosão de amor e de vida.

Ainda assim, lembre-se: a vida te desafia sempre.

Ela confia na sua capacidade de resposta.

Noemi C. Carvalho

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.
Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter

Acompanhe as publicações inscrevendo-se para receber:
– Newsletter
– Notificações

Veja também

homem usando óculos sentado escrevendo está rodeado de espíritos veem tudo

Os Espíritos veem tudo o que fazemos?

Os Espíritos veem tudo o que fazemos? Eles sabem o que pensamos? Podem influenciar nossos pensamentos e ações? Leia aqui as respostas a essas e outras perguntas.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: