Home / Autoconhecimento / Não deixe sua prosperidade para depois

Não deixe sua prosperidade para depois

Homem parado vendo o trem passando à sua frente sua prosperidade

Todos têm direito à prosperidade.

Espalhadas por esse mundo de Deus, encontramos muitas pessoas que inconscientemente deixaram sua prosperidade para depois e agora sob o peso da frustração e desânimo não conseguem perceber que elas podem também entrar na vida de abundância prometida por Jesus.

“Eu vim para que tenham vida, e vida em abundância” (João 10:10)

Existe uma ideia geral de que prosperidade diz respeito só aos valores materiais, ao dinheiro, às propriedades. Mas precisamos ter a concepção de que esse termo energeticamente tem uma amplidão muito maior do que o “possuir”.

A posse, ou o ter, não refletem necessariamente a sensação que a verdadeira prosperidade pode proporcionar.

O “ser” próspero compreende além do “ter”, a consciência do relacionamento saudável com as posses materiais para que elas possam ser mais um item que consolida a vida na abundância de que Jesus fala.

Ser próspero é viver com toda a intensidade que a vida possibilita, é a alegria, a paz, harmonia, saúde, relacionamentos saudáveis. É perceber que cada dia é uma nova e bela oportunidade para sentirmos a doce e revigorante energia que entendemos como felicidade.

Mas quando começamos a compreender a amplitude do que a prosperidade é em verdade, muitos podem considerar que nunca vão conseguir ser prósperos, que é uma conquista para poucos e afortunados seres escolhidos que possuem o segredo dessa vida.

O que você emite é o que receberá.

Sorte, karma, destino, acaso não explicam, apenas confundem. Saia dessa postura de sentir-se excluído do banquete da vida. Entenda que a sensação de não merecimento muitas vezes surgiu de uma culpa inconsciente.

E a culpa e o medo constroem em seus sentidos desânimo e sensações ruins. Estas geram à sua volta uma aura muito negativa, com vibrações que combinam com as emoções pesadas e tristes nascidas em seus sentidos.

A prosperidade nunca virá para você enquanto estiver enviando ao mundo energias de tristeza, mesquinhez, medo. Se não mudar esse seu jeito de ser, mais do mesmo continuará a vir para sua vida.

Afinal, é o pensamento que constrói a sua realidade. Todo pensamento nascido das sinapses do cérebro instantaneamente deflagra um conjunto de reações eletroquímicas que ativam as nossas glândulas. E assim, com os hormônios sendo liberados em nossa corrente sanguínea, as emoções se espalham e geramos a energia que emitimos e que nos envolve.

Imagine uma superfície de um lago, calmo e sereno, um verdadeiro espelho. Considere que essa porção de água seja os seus sentidos. Vamos agora imaginar que uma pedra seja um pensamento. Jogue essa pedra no lago. Você logo vai ver se criar, em volta do ponto onde a pedra atingiu a água, uma agitação que vai se dispersar em ondas, movimentando toda a superfície do lago.

Nosso corpo todo, tecidos, órgãos, células, moléculas, átomos, tudo vai vibrar de acordo com os pensamentos que acalentarmos. Por isso que precisamos ter cuidado para não estarmos a todo momento lançando pesados paralelepípedos em nosso lago.

O pensamento é o ponto de partida para a prosperidade.

Então, vamos lá: o pensamento, além de gerar toda a energia que nos move e que nos interliga energeticamente com o universo, também se agrupa com outros pensamentos. E assim gera nossas crenças, ou seja o conjunto de instruções que criaram os hábitos e, por fim, os nossos comportamentos.

Tudo que falamos e fazemos nasce de nossos pensamentos. E assim sendo, a qualidade do que pensamos se reflete no que falarmos e no que fizermos.

Neste ponto já dá para ter uma ideia de que, se quisermos alterar a qualidade do que o Universo nos envia, precisamos mudar o que deixamos ficar em nossa cabeça. Porque é lá que acolhemos os pensamentos, que são os responsáveis pela nossa vibração energética e pelas nossas atitudes.

Agora, aqui precisamos de uma atenção maior para entender uma nuance muito sutil. Estamos o tempo todo enviando sinais para o Universo. É como se as nossas escolhas estivessem sendo feitas a todo momento, mesmo quando achamos que não estamos escolhendo.

Sem percebermos, lá no escuro de nosso inconsciente, os pensamentos a todo instante estão lançando seus impulsos. São eles que modulam a energia que vai propulsionar as vibrações, e estas, por sua vez, vão atrair ou afastar tudo aquilo que almejamos.

A energia que move o Universo move nossa vida.

Neste universo de energia, tudo e todos têm seu campo energético e uma vibração que fica em consonância com tudo que vibra na mesma frequência.

Um comportamento que interfere e causa muita perturbação, e assim impede que a prosperidade se manifeste em nossas vidas, é o hábito de deixar para depois, de ficar empurrando para frente os compromissos, tarefas, trabalhos, atividades.

“Depois eu vejo, depois eu faço, quando for possível, quando as condições forem boas, na segunda-feira eu começo, no próximo ano”… E por aí vão os adiamentos, as coisas que deixamos para lá, para um dia que certamente nunca chega.

Quando nos acostumamos a deixar para depois, produzimos uma energia que emite para o Universo uma vibração protelatória. E por mais que rezemos, façamos exercícios, correntes para atrair a prosperidade, a conexão com o Universo se dá pela energia que emitimos. Então essa vibração que estamos emitindo vai produzir e nos enviar que tipo de resposta?

Rompa a barreira do “depois eu faço”.

As leis universais não falham. Quando deixamos para depois, quando adiamos as nossas ações, cada vez, mais pela força do hábito, reforçamos no cérebro a atitude de deixar para depois, de protelar.

Assim, o relacionamento que tanto espero não acontece ou não dá certo, a casa ou apartamento dos sonhos insiste em ficar nos sonhos, o carro novo continua distante. Quem sabe todas as coisas almejadas também estejam esperando o depois?

O “depois faço”, é muito perigoso, pois tem efeito similar das drogas atuando no sistema de recompensas do cérebro. Ao decidir adiar algo deixando para fazer depois, uma onda de alívio surge trazendo tranquilidade, harmonia e paz aos sentidos daquele que protelou.

Mas se temos esse hábito de deixar tudo para depois, dificilmente as forças do Universo vão ficar esperando por nós, porque estaremos sempre atrasados no perdido ponto do “depois”. Aí não adianta querer que algo venha para nós rapidamente, pois certamente aquilo que queremos ou precisamos também vai chegar depois.

Precisamos acertar os nossos ponteiros com as forças do Universo, decidindo não deixar mais nada para depois. Não importa se adiamos nossa felicidade devido a amargas lembranças de antigos fracassos, das doidas desilusões que assaltaram nossos sentidos, ou das frustrações por não sermos o que imaginávamos.

Ao decidirmos romper essa barreira que nos afasta do nosso melhor certamente não deixaremos mais que a nossa prosperidade fique para depois.

José Batista de Carvalho

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

leaqui

Política de PrivacidadePolítica de Cookies Política Anti-Spam

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.
Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitterYouTube

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Cadastre-se para receber nossas publicações

Receba nossas publicações em sua caixa de e-mails

Após se cadastrar você receberá um e-mail para confirmar sua inscrição.

 

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

 

Você receberá um e-mail para confirmar sua inscrição.

%d blogueiros gostam disto: