Home / Autoconhecimento / Não se preocupe se uma porta se fecha

Não se preocupe se uma porta se fecha

Algumas mudanças na vida podem nos assustar.

Às vezes temos que deixar um caminho que já conhecíamos e ao qual estávamos acostumados. Se olhamos para trás, vemos uma porta que se fecha e isso nos assusta. Que tal olhar para o outro lado? Certamente existe uma porta esperando para ser aberta.

Em outras ocasiões, sentimos a necessidade de realizar uma mudança – às vezes significativa e profunda – quando não encontramos mais satisfação e prazer em nossos dias.

Aquele caminho nos levou a muitas coisas, algumas boas outras ruins, é verdade, mas certamente nos deu experiência e aprendizado, e nos preparou para abrir uma nova porta. Que também não quer dizer que seja a definitiva. Sempre é tempo de aprender, de mudar, de evoluir, de crescer.

Quando a porta se fecha, deixe para trás as lembranças ruins.

As portas que deixamos para trás, certamente guardam alguns padrões de pensamento negativo, alguns dissabores e ressentimentos. O melhor é fechar a porta e deixar que fiquem lá.

Vamos entrar pela nova porta com nova disposição, deixando de dar importância às coisas, situações e pessoas que não nos fazem sentir bem.

Se você vai fazer uma viagem, não quer se divertir e relaxar, esquecendo todos os problemas? Então comece seu novo caminho como uma viagem que traz esperança e alegria de uma vida melhor. Leve em sua bagagem o aprendizado que vai orientar você nas próximas decisões, nas próximas escolhas que você vai fazer.

Abra as novas portas com alegria e confiança.

Louise Hay fala dessa bagagem que levamos pela vida, no seu livro “O poder dentro de você“:

“Eu creio que já viemos a este mundo muitas e muitas vezes, e viemos para aprender as mais diversas lições. É como ir à escola. Antes de encarnarmos num dado espaço no tempo, escolhemos a lição que queremos aprender para poder evoluir espiritualmente.

Uma vez escolhida a lição, escolhemos todas as circunstâncias e situações que vão nos permitir aprender a lição, o que inclui os pais, o sexo, o local de nascimento e a raça. Se você chegou até esse ponto, acredite, você fez todas as escolhas certas.

Conforme vamos atravessando a vida, é essencial não esquecer que estamos a salvo. Tudo é mudança. Confie no seu Ser Superior para orientar e guiá-lo nos caminhos que conduzem ao crescimento espiritual.

Visualize-se abrindo as portas da alegria, da paz, da cura, da prosperidade e do amor; as portas da compreensão, da compaixão, do perdão e da liberdade; as portas da apreciação de si próprio, da autoestima e do amor-próprio.

O seu ser é eterno e vai continuar de experiência em experiência para sempre. Mesmo quando passamos a última porta neste mundo, isso não representa o fim. É apenas o começo de uma nova aventura.”

A nossa vida é fruto do nosso passado.

A soma de nossos pensamentos e atitudes cria a realidade que vivemos atualmente.

Ao começar uma nova etapa, é importante selecionar tudo aquilo que queremos levar conosco. É como se você mudasse de casa; você não vai querer levar aqueles objetos velhos e quebrados que estavam encostados num canto, e ficaram lá esquecidos.

Faça o mesmo com os pensamentos, as emoções, crenças e atitudes que não vão contribuir com nada, e podem até atrapalhar. Leve na mudança as coisas boas, suas qualidades, a lembrança dos momentos alegres, mas não esqueça das anotações sobre as lições aprendidas.

Cada ciclo que começa é a perspectiva de uma nova vida que se abre à nossa frente.

Quando acreditamos que tudo que acontece vem para nos favorecer, aceitamos ou empreendemos as mudanças com mais naturalidade e motivação. Sabemos que teremos que sair de nossa zona de conforto, mas também sabemos que é uma oportunidade de aprimoramento.

Quando compreendemos que os ciclos são parte da vida, sabemos que eles se sucedem. O final de um ciclo é  prenúncio de um novo começo, que vai trazer novos desafios mas também se abre em infinitas possibilidades. Uma porta que se fecha vai dar a oportunidade para que outra se abra.

O início de um novo ciclo sempre é uma boa oportunidade para nos empenharmos mais na escuta interior. O momento traz a oportunidade para revalidarmos ou repensarmos nossos propósitos, aproximar-nos de nossa essência, que pode nos orientar na construção da nova realidade como a desejamos.

Não se prenda por mais tempo a um ciclo que se encerra, deixe-o ir com gratidão, e agradeça as novas oportunidades que estão por vir.

A gratidão alimenta a confiança, a confiança nutre a coragem, a coragem fortalece o ânimo – a alma da vida.

Noemi C. Carvalho

 


LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais: PinterestFacebook – Instagram – Twitter


Veja também

imagem da capela sistina no vaticano Deus criando sol e lua Deus mandou pandemia

Foi Deus quem mandou essa pandemia?

Será que foi Deus quem mandou essa pandemia? O Padre Reginaldo Manzotti responde a essa pergunta. Leia aqui.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

Holler Box
%d blogueiros gostam disto: