Home / Especiais / Datas Especiais / Natal é renascer, sair das cinzas e viver plenamente

Natal é renascer, sair das cinzas e viver plenamente

A tradição do presépio.

Dentre tantas tradições e costumes que ganham vida na realização dos festejos de Natal, montar um presépio talvez seja a mais acalentada. Podemos manipular as pequenas peças como seres cheios da magia que conduzirão o espírito do Menino Divino ao corações, pois o Natal é renascer o amor e a paz que tanto procuramos.

Foi o nosso bom amigo São Francisco de Assis que montou o primeiro presépio usando peças de argila para representar o cenário e os acontecimentos do nascimento de Jesus. Seu intuito, com isso, era explicar às pessoas comuns e aos camponeses a história do nascimento do Cristo que não era bem entendida por eles.

Essa prática em princípio se disseminou pelos mosteiros e igrejas europeias na Idade Média, depois os presépios começaram a ser montados nas casas como forma das famílias reverenciarem o nascimento do filho de Deus.

No lar e na família começa a prática do amor.

O presépio retrata valores que transcendem o tempo, cuja importância se estende através dos séculos e continuam sendo fundamentais nos dias de hoje.

Um desses valores, expresso simbolicamente no presépio, diz respeito à Sagrada Família.

Em qualquer tempo, sob qualquer circunstância, o amparo, a proteção, o amor, o respeito, são virtudes que devem ser incutidas no ambiente familiar e irão nortear a caminhada, ainda que a estrada da vida possa por vezes se apresentar sinuosa ou assustadora.

Lembremos que o Cristo Jesus permaneceu com sua família por 30 anos, simbolizando que nosso primeiro trabalho deve se iniciar no lar. É em nossa casa que devemos aprender e ensinar a reverência ao princípio de amar o próximo como a nós mesmos e assim desenvolver os recurso necessários para levar a ajuda aos que necessitam.

Simplicidade, acolhimento, ternura, alegria: fazer de cada dia um dia de Natal.

O nascimento na manjedoura de um estábulo, remete aos ideais de simplicidade e humildade, onde o desapego às coisas da Terra, concedendo-lhe o valor adequado, nos eleva mais facilmente às aquisições do Céu.

Devemos também lembrar que a chegada de nosso amoroso mestre se deu em um local tão humilde em função de ter-lhe sido negado abrigo em local apropriado. Também simbolicamente podemos entender o quanto é difícil, nos dias de hoje, recebermos a Luz Crística em nossos corações

A representação eternizada na figura do Jesus Menino mostra que é fundamental manter a pureza, a doçura, a ternura, a alegria, para que essas qualidades nos acompanhem por toda nossa vida.

Seu coração seja a manjedoura que acolhe a Divina Criança no renascimento espiritual.

Esse nascimento deve transcender todo o entendimento que temos sobre esse fato e percebemos que a Estrela Guia está sempre cruzando as noites de nossas aflições indicando o caminho de nossos corações como a manjedoura que a Divina Criança precisa nascer para que em vida despertemos para a ventura de renascer em vida verdadeiramente.

Osho, com palavras que nos preenchem a mente e iluminam o coração, assim se refere ao despertar espiritual:

“A partir do momento em que você desperta, atinge a iluminação, tudo se torna um mistério. Subitamente todo o conhecimento se evapora como orvalho no sol da manhã.

Pela primeira vez seus olhos ficam cheios de admiração, como os de uma criança. É um segundo nascimento.

Na Índia, chamamos uma pessoa que descobre o mistério da existência de dwij (ou dvija), “aquele que nasceu duas vezes”.

Jesus disse a Nicodemos: “A menos que você nasça novamente, não irá entrar no Reino de Deus.” Ele também disse: “A menos que você seja como uma criança, não irá entrar no Reino de Deus.” Jesus está dizendo que um renascimento é necessário.”

Um Feliz Natal e um lindo renascimento em cada amoroso coração.

 

José Batista de Carvalho

 


LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter


Veja também

ilustração de nossa senhora segurando menino Jesus no colo para ilustrar Dia Mães Santa Maria

Neste Dia das Mães, lembremos de Nossa Santa Mãe Maria

No Dia das Mães, vamos elevar nosso pensamento e nossos corações a Santa Maria, pedindo suas bênçãos e proteção neste difícil período da pandemia.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: