Home / Especiais / Datas Especiais / Natal é renascer, sair das cinzas e viver plenamente

Natal é renascer, sair das cinzas e viver plenamente

A tradição do presépio.

Dentre tantas tradições e costumes que ganham vida na realização dos festejos de Natal, montar um presépio talvez seja a mais acalentada. Podemos manipular as pequenas peças como seres cheios da magia que conduzirão o espírito do Menino Divino ao corações, pois o Natal é renascer o amor e a paz que tanto procuramos.

Foi o nosso bom amigo São Francisco de Assis que montou o primeiro presépio usando peças de argila para representar o cenário e os acontecimentos do nascimento de Jesus. Seu intuito, com isso, era explicar às pessoas comuns e aos camponeses a história do nascimento do Cristo que não era bem entendida por eles.

Essa prática em princípio se disseminou pelos mosteiros e igrejas europeias na Idade Média, depois os presépios começaram a ser montados nas casas como forma das famílias reverenciarem o nascimento do filho de Deus.

No lar e na família começa a prática do amor.

O presépio retrata valores que transcendem o tempo, cuja importância se estende através dos séculos e continuam sendo fundamentais nos dias de hoje.

Um desses valores, expresso simbolicamente no presépio, diz respeito à Sagrada Família.

Em qualquer tempo, sob qualquer circunstância, o amparo, a proteção, o amor, o respeito, são virtudes que devem ser incutidas no ambiente familiar e irão nortear a caminhada, ainda que a estrada da vida possa por vezes se apresentar sinuosa ou assustadora.

Lembremos que o Cristo Jesus permaneceu com sua família por 30 anos, simbolizando que nosso primeiro trabalho deve se iniciar no lar. É em nossa casa que devemos aprender e ensinar a reverência ao princípio de amar o próximo como a nós mesmos e assim desenvolver os recurso necessários para levar a ajuda aos que necessitam.

Simplicidade, acolhimento, ternura, alegria: fazer de cada dia um dia de Natal.

O nascimento na manjedoura de um estábulo, remete aos ideais de simplicidade e humildade, onde o desapego às coisas da Terra, concedendo-lhe o valor adequado, nos eleva mais facilmente às aquisições do Céu.

Devemos também lembrar que a chegada de nosso amoroso mestre se deu em um local tão humilde em função de ter-lhe sido negado abrigo em local apropriado. Também simbolicamente podemos entender o quanto é difícil, nos dias de hoje, recebermos a Luz Crística em nossos corações

A representação eternizada na figura do Jesus Menino mostra que é fundamental manter a pureza, a doçura, a ternura, a alegria, para que essas qualidades nos acompanhem por toda nossa vida.

Seu coração seja a manjedoura que acolhe a Divina Criança no renascimento espiritual.

Esse nascimento deve transcender todo o entendimento que temos sobre esse fato e percebemos que a Estrela Guia está sempre cruzando as noites de nossas aflições indicando o caminho de nossos corações como a manjedoura que a Divina Criança precisa nascer para que em vida despertemos para a ventura de renascer em vida verdadeiramente.

Osho, com palavras que nos preenchem a mente e iluminam o coração, assim se refere ao despertar espiritual:

“A partir do momento em que você desperta, atinge a iluminação, tudo se torna um mistério. Subitamente todo o conhecimento se evapora como orvalho no sol da manhã.

Pela primeira vez seus olhos ficam cheios de admiração, como os de uma criança. É um segundo nascimento.

Na Índia, chamamos uma pessoa que descobre o mistério da existência de dwij (ou dvija), “aquele que nasceu duas vezes”.

Jesus disse a Nicodemos: “A menos que você nasça novamente, não irá entrar no Reino de Deus.” Ele também disse: “A menos que você seja como uma criança, não irá entrar no Reino de Deus.” Jesus está dizendo que um renascimento é necessário.”

Um Feliz Natal e um lindo renascimento em cada amoroso coração.

 

José Batista de Carvalho

 


LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter


Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Cadastre-se para receber nossas publicações

Receba nossas publicações em sua caixa de e-mails

Após se cadastrar você receberá um e-mail para confirmar sua inscrição.

 

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

 

Você receberá um e-mail para confirmar sua inscrição.

%d blogueiros gostam disto: