sábado, 15 de agosto de 2020
Home / Autoconhecimento / Nossa vida como pipas pelo céu

Nossa vida como pipas pelo céu

Alçar voo, ganhar as alturas, mas atentar aos que nos rodeiam

Miríades esvoaçantes colorem o céu ao sabor do vento.

Elevam-se, ziguezagueiam, lépidas, transportando nas rabiolas o sorriso das mãos que as manejam.

Uma delas alegre e velozmente escala o firmamento, vai se apequenando na distância, aguarda sacolejando a chegada de suas companheiras.

Repentinamente, desgovernada, rodopia, começa a cair. Onde o fio que a sustenta, que lhe dá vida? Foi bruscamente cortado.

Há quem não suporte compartilhar alegrias e realizações.

E há os que, não conseguindo sua própria realização, comprazem-se em arruinar a dos outros.

Onde anda a sensatez para entender que, nessa dança harmoniosa e fugaz da vida, posições se alternam continuamente e o firmamento se colore de almas leves e radiantes, que se regozijam na humildade de ajudar e de ser ajudado?

 

Noemi C. Carvalho

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.
Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter

Acompanhe as publicações inscrevendo-se para receber:
– Newsletter
– Notificações

Veja também

retrato de Victor Hugo com a mão colocada no rosto vida após a morte

Você acredita em vida após a morte? Victor Hugo acreditava.

A vida após a morte, a imortalidade da alma, o começo de uma nova etapa e as definições de Victor Hugo sobre a vida que continua.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

Holler Box
%d blogueiros gostam disto: