Home / Espiritualidade / O Médium e a Mediunidade

O Médium e a Mediunidade

cena do filme Allan Kardec onde se mostra a realização de uma sessão mediúnica sessão o médium e a mediunidade

O que é a mediunidade e qual a função do médium?

Segundo Allan Kardec definiu no Capítulo 32 de “O Livro dos Médiuns”, a mediunidade é a “faculdade do médium”. Em outras palavras, essa aptidão é a capacidade daqueles que possuem desenvolvida a faculdade de ser intermediário entre o mundo material e o mundo dos espíritos.

Encontramos, vagando pela internet, inúmeras publicações que abordam a mediunidade, pois esse assunto chama muito a atenção. Mas podemos observar que uma grande parte delas se concentra em abordagens que recorrem à curiosidade e ao misticismo.

Em “O Livro dos Médiuns” Kardec nos explica, no item 159, que “todo aquele que sente, num grau qualquer, a influência dos Espíritos é, por esse fato, médium”. Mais adiante, neste mesmo item, encontramos que, “todavia, usualmente, assim só se qualificam aqueles em quem a faculdade mediúnica se mostra bem caracterizada e se traduz por efeitos patentes de certa intensidade.”

E quando o assunto é mediunidade, o modo mais seguro para se obter informações é consultando a obra codificada por Allan Kardec.

Além de “O Livro dos Espíritos e de “O Evangelho Segundo o Espiritismo, temos em “O Livro dos Médiuns uma obra inteiramente dedicada à pesquisa, entendimento e aplicação da faculdade da mediunidade, sendo esse, inclusive o material básico para o ensino e formação de médiuns.

Seriam os médiuns seres especiais?

Para Allan Kardec, os médiuns são pessoas em que a faculdade mediúnica se apresenta com maior intensidade, regularidade e equilíbrio. A mediunidade se manifesta de diversas maneiras. Entre as mais conhecidas podemos citar a psicografia, a psicofonia, a vidência, a premonição, os efeitos físicos, a cura e as incorporações.

Esta faculdade pode se mostrar em qualquer um e em qualquer idade. Inclusive, muitas pessoas que têm o surgimento da mediunidade na infância, podem enfrentar dificuldades pelo desconhecimento dos pais sobre esse assunto.

Quando a mediunidade se manifesta, não se pode deixá-la ao acaso. É importante procurar um local confiável para avaliação. E, o mais importante, é a educação pelo estudo da doutrina espírita, que proporciona o desenvolvimento mediúnico de forma segura e equilibrada.

Este desenvolvimento é de grande importância, pois aqueles que estão passando pelo estudo, no futuro serão os instrumentos de que se valerão os Espíritos para agirem aqui no mundo material.

A quem serve o desenvolvimento do médium e da mediunidade.

Primordialmente, o desenvolvimento da faculdade mediúnica destina-se à formação daquelas pessoas que servirão aos Benfeitores Espirituais, aos espíritos de Luz e a Jesus.

Mas não podemos esquecer que ainda estamos vivendo em um mundo de provas e expiações. E por isso muitas vezes temos médiuns que desenvolvem sua mediunidade mas, por diversos motivos, são levados a servir entidades do mal.

Saiba mais, lendo:
grupo de entidades malíguinas reunidas reino espiritual das sombras
Conspirações no reino espiritual das sombras

Como grande educador que foi, Allan Kardec dizia que educar é a arte de formar caracteres. Mas a formação tanto pode desenvolver um bom como um mau caráter. Por isso é que é importante uma boa e sólida educação mediúnica. Mais que a teoria, o aspecto moral é preponderante, preparando os médiuns para sempre estarem sob a força das Leis de Deus.

Em “O Livro dos Espíritos, na questão 621, encontramos a pergunta que inquire onde está escrita a Lei de Deus.

Os Espíritos de Luz responderam: “Na consciência”

Assim, uma vez que os sagrados regulamentos estão fixados na consciência, é importante que eles trazê-los à mente através dos estudos das obras da codificação, os livros escritos por Allan Kardec.

Isto é fundamental principalmente para os médiuns de efeitos intelectuais, porque eles precisam usar a mente, com todo o conhecimento da doutrina e o conhecimento de si mesmos. E este conhecimento é proporcionado pelo estudo sistematizado dos princípios doutrinários do Espiritismo.

Sempre há muito a aprender.

Este estudo nunca acaba, pois quanto mais se aprende, maiores são os níveis de compreensão que são revelados na medida em que se avança.

Por isso que há a necessidade de sempre estar estudando, lendo os livros que compõem a Doutrina Espírita. Os romances que nos revelam como se desenvolvem as histórias do mundo espiritual nos trazem informações complementares, mas a obra codificada deve ser preponderante.

Para saber mais sobre o assunto, você pode ler também:
Reprodução da capa do livro da 1ª edição do Livro dos espíritos o início do espiritismo
Espiritismo: desvendando segredos e mistérios

Todos aqueles que desconfiam mostrar sinais de que podem ter a faculdade da mediunidade devem procurar um Centro Espírita, um bom centro espírita. E se não conhecer algum, busque informações. Para isso existe a Federação Brasileira de Espiritismo e diversas Federações Estaduais, que podem ser encontradas pela internet.

Como escreveu o espírito do Dr. Bezerra de Menezes pela psicografia do médium missionário Chico Xavier: “O centro espírita é o educandário básico da mente popular.”

Quando tratamos de médium e de mediunidade, o assunto nunca se esgota. São tantas informações e tanto a aprender, mas devemos sempre usar o bom senso. Afinal, bom senso e água fluidificada nunca são demais.

José Batista de Carvalho

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

leaqui

Política de PrivacidadePolítica de Cookies Política Anti-Spam

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.
Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitterYouTube

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Cadastre-se para receber nossas publicações

Receba nossas publicações em sua caixa de e-mails

Após se cadastrar você receberá um e-mail para confirmar sua inscrição.

 

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

 

Você receberá um e-mail para confirmar sua inscrição.

%d blogueiros gostam disto: