Home / Autoconhecimento / O mundo inteiro dentro de nós

O mundo inteiro dentro de nós

Ilustração mostrando fusão de código binário sobre rosto feminino cuja testa emite feixes de energia pois o mundo inteiro está dentro de nós.

As possibilidades de realização estão, na verdade, muito perto de nós.

Sempre que traçamos um objetivo que queremos alcançar procuramos os recursos para conseguirmos tornar real nosso plano. Mas muitas vezes nos esquecemos da maior fonte de recursos que temos à disposição: nós mesmos, pois temos o mundo dentro de nós.

Para entender esse conceito Charles F. Haanel, em seu livro “A Chave Mestra”,  fala sobre como podemos dirigir nossa criatividade de modo a obter o melhor resultado, pois “a mente é criativa e todas as condições, ambiente ou experiências da nossa vida são o resultado da nossa atitude mental habitual ou predominante.

A atitude da mente necessariamente depende da forma como pensamos. Isto é verdade, porque nós devemos “ser”, antes de podermos “fazer”, e nós só podemos “fazer” a extensão do que nós “somos”, e o que nós “somos” depende diretamente do que nós “pensamos”.”

Com isto ele enfatiza o fato de que nós só podemos efetivamente externar e qualidades das quais estejamos realmente conscientes, para em seguida elas produzirem resultados. Ou seja, quando pretendemos fazer algo, a confiança em nós é o elemento mais importante, sabendo que somos possuidores do potencial necessário para essa realização.

Portanto, antes de começar qualquer projeto, a primeira coisa a fazer é se conscientizar que esse poder, capaz de propiciar as realizações que desejamos, está dentro de nós.

O mundo dentro de nós é invisível aos nossos olhos, mas tem muito poder.

Este processo de reconhecimento de poder do nosso mundo interior pode, no começo, trazer alguma dificuldade. Estamos muito acostumados a ver para crer, mas, como disse Wayne W. Dyer, precisamos ver para crer.

E nisto também Haanel é categórico, quando afirma que “há o mundo interior – um mundo de pensamentos, sentimentos e crenças que dá poder à luz, à vida e à beleza e, embora esse poder seja invisível aos olhos humanos, as suas forças são poderosas.

O mundo interior é governado sobretudo pela nossa mente. Quando descobrirmos e compreendermos esse mundo, nós acharemos a solução para todo problema, a causa para todo efeito; e como esse mundo interior está sujeito ao nosso controle, todas as leis do poder e posse, também estão completamente no nosso controle. O nosso mundo exterior é uma reflexão direta do nosso mundo interior, e nunca o contrário.”

Vemos, portanto, a importância de nos aproximarmos cada vez mais de nosso ser interior, conhecer as habilidades e qualidades que possuímos, bem como nossas imperfeições e fraquezas. Porque desta forma, podemos usar cada vez mais as primeiras e tomarmos cuidado ou corrigirmos as segundas, de modo a direcionar nosso mundo interior para a realização do que desejamos.

Você não é uma gota no oceano. Você é um oceano inteiro numa gota. – Rumi

Quando ficamos conscientes e aceitamos plenamente que temos dentro de nós os elementos que precisamos para nos dar coragem, motivação, esperança, fé e entusiasmo, abrimos, então, as possibilidades para o desenvolvimento sereno e harmonioso de nossas capacidades, de nossa inteligência, de nossas habilidades.

Abrindo as portas internas, damos o passo necessário para abrir as portas externas.

Noemi C. Carvalho

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.
Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter

Acompanhe as publicações inscrevendo-se para receber:
– Newsletter
– Notificações

Veja também

imagem da capela sistina no vaticano Deus criando sol e lua Deus mandou pandemia

Foi Deus quem mandou essa pandemia?

Será que foi Deus quem mandou essa pandemia? O Padre Reginaldo Manzotti responde a essa pergunta. Leia aqui.

Um comentário

  1. Filipa Ramos

    Gostei

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: