Anúncios
Home / Comportamento / O Natal é uma festa alegre, uma festa amiga

O Natal é uma festa alegre, uma festa amiga

Uma antiga mensagem de rádio ressoa atual e perene.

Natal é uma festa alegre. O grande Hélio Ribeiro, um dos maiores comunicadores brasileiros, tinha um famoso programa na rádio Bandeirantes, na década de 1970. Ele foi o primeiro radialista a fazer traduções de músicas ao vivo, um estrondoso sucesso que possibilitava a muitos entender o que se tocava nos saudosos bailinhos daquele tempo.

Outra grande marca era a mensagem de improviso que abria ou fechava as audições de seu programa. Entre tantas, uma especialmente ficou marcada na lembrança daqueles que tiveram a oportunidade de ouvir.

Na véspera do Natal de 1972, com sua potente voz, em tom grandioso e emocionado, ele adentrou os nossos lares (na época o rádio era o grande meio de comunicação e dominava a audiência) trazendo a seguinte mensagem.

O Natal conforme Hélio Ribeiro.

“O Natal não deve ser uma festa triste. Muitas pessoas, por incrível que pareça, em muitas partes do mundo, comemoram o Natal com festas, árvores, bolas coloridas, presentes, brinquedos, castanhas, nozes, avelãs, vinhos, cantos e danças. E por incrível que pareça, muita gente não sabe o que é o Natal.

Natal é o dia do aniversário de nascimento de um homem chamado Jesus, do filho de Deus chamado o Cristo, que nasceu de uma virgem, Maria, em Belém. E que poderia ter sido, na realidade, em termos materiais, o Rei do Mundo, e que preferiu morrer pregado na cruz para ser o rei deste mesmo mundo em termos espirituais.

O Natal é uma festa alegre, deve ser uma festa amiga. E que melhor presente pode alguém dar ao seu semelhante do que colocar nos lábios dele um sorriso de felicidade, do que dar sem que ninguém tenha ciência disso alguma coisa que falte ao seu semelhante, ao menino pobre, à mulher desamparada, ao vizinho carente de ternura?

Lamentavelmente vivemos dias difíceis onde as pessoas estão mais preocupadas em ter para si do que dar para os outros. E na luta pela sobrevivência muitas vezes nos esquecemos de que temos coisas supérfluas que podemos dar. E se não tivermos nenhuma coisa material para dar ao nosso semelhante, podemos ainda sim dar um sorriso fraterno, um aperto de mão sincero, uma promessa de lealdade. Temos tanta coisa a dar mesmo que não tenhamos nada de material. Esse deve ser o espírito do Natal.

Um aniversário muito especial é celebrado no dia de Natal.

O Natal é um dia de festa. É o dia do aniversário de Nosso Senhor Jesus Cristo, nascido a 25 de dezembro em Belém, numa manjedoura, para dar aos homens uma lição de humildade. Uma lição de que o homem pode nascer em qualquer berço e ter poder espiritual para amar o seu semelhante, para unir os povos, para derramar bênçãos de amor e de paz por onde passar.

Aos 33 anos pregado de mãos e pés na cruz, acreditava-se que Cristo estava morto e hoje, passados 1972 anos, ele está mais vivo do que nunca, a cada minuto que passa mais vivo, mais forte, mais amigo, mais irmão.

O Natal não deve ser uma festa triste para aqueles que acreditam, pois para aqueles que não acreditam não há nenhum Natal. Então se você acredita e se você festeja e comemora o nascimento de Jesus Cristo todo dia 25 de dezembro, faça desta festa uma festa fraterna, universal.

Dê aquilo que você puder dar ao seu irmão e procure receber com a mesma humildade aquilo que o seu irmão puder dar a você. E tenha presente esta verdade: para aqueles que acreditam, todo dia é dia de Natal. Por que Cristo morre todo dia crucificado pelos seus próprios irmãos e todo dia renasce outra vez pleno, forte, vigoroso na sua humildade, na sua sabedoria, no seu poder que desconhece as coisas materiais.

25 de Dezembro marca o aniversário de um homem que morreu por amor e por isso viverá para sempre.

O Natal é uma festa de recolhimento, onde as pessoas se enxergam a si próprias, quer queiram, quer não queiram. Então vamos procurar agir de tal forma para que no ano vindouro, quando tivermos que nos enxergar a nós próprios, não tenhamos que nos envergonhar de nada e possamos dizer: hoje é dia de Natal, hoje é um dia feliz. Eu mereço estar vivo, eu amo estar vivo. Eu creio em Deus. Aí sim abraçar o irmão e dizer: FELIZ NATAL! FELIZ NATAL! FELIZ NATAL! Porque o Natal é… Compreensão… Boa Vontade… Esperança… Fraternidade… Amor…”

O Natal faz renascer a alegria em nossos corações.

Que mais podemos dizer que não foi dito por Hélio Ribeiro, brilhante profissional das comunicações e ser humano como poucos que, com o seu poder de comunicação, levava ao ar todas as manhãs palavras de sabedoria que até hoje ecoam em nossas consciências.

Neste dia 25 vamos comemorar o nascimento de Jesus em nossa dimensão lembrando que ele todo ano nasce nas manjedouras de nossos corações para em nós crescer e nos levar à salvação.

Feliz Natal!

José Batista de Carvalho

 

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter


Anúncios

Veja também

Captura de tela da página inicial do novo site.

Novo site de LêAqui

Em 2020, vamos ver com clareza a nossa vida, usar nossa força interior para fortalecer nossa esperança e nosso entusiasmo. Vamos entrar nessa boa vibração a que este novo ano nos convida.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.