Home / Autoconhecimento / Passe espírita: o que é e para que serve

Passe espírita: o que é e para que serve

mãos em concha recebendo luz espiritual para passe passe espírita

A imposição de mãos é uma prática muito antiga.

O passe espírita não é o único que usa a imposição de mãos para ajudar as pessoas enfermas a melhorarem ou então para afastar delas as más influências espirituais.

Esta é uma prática encontrada em todo o mundo, na história de vários povos, assim como em diversas correntes religiosas.

Na Igreja Católica, desde que surgiram as primeiras comunidades, a imposição de mãos era usada para a cura.

De acordo com os relatos do Evangelho, Jesus e os seus discípulos a usavam para aliviar, consolar, melhorar e até curar as doenças físicas e as espirituais.

Eles pediam a intercessão de Deus para que pudessem atender os necessitados através de sua boa vontade.

“E Deus, pelas mãos de Paulo, fazia milagres extraordinários, a ponto de levarem aos enfermos lenços e aventais do seu uso pessoal, diante dos quais as enfermidades fugiam das suas vítimas, e os Espíritos malignos se retiravam.” (Atos, cap. 19 – 11 e 12)

A Igreja Messiânica Mundial, movimento religioso fundado em 1935, no Japão, chama a imposição de mãos de Johrei (que, em tradução literal, significa ‘Purificação do Espírito’).

Um membro da Igreja canaliza a luz divina para o corpo de outra pessoa, para purificar e fortalecer o seu espírito.

A imposição das mãos é a base da terapia Reiki, prática que não possui uma conotação religiosa. A sua aplicação consiste em canalizar a energia vital para a cura física dos que a recebem.

O passe espírita, a prática da imposição de mãos no Espiritismo.

No Espiritismo, a imposição de mãos é conhecida como passe espírita.

O trabalhador da casa espírita, que recebe o nome de passista, canaliza sobre outra pessoa fluidos ou energias benéficos. Estes podem se originar do próprio passista, de bons espíritos ou, ainda, de ambas as fontes.

O passe tem o objetivo de aliviar sofrimentos, curar algum mal, ou simplesmente fortalecer a pessoa.

Portanto, a aplicação do passe tem como finalidade ajudar aquele que o recebe a recuperar o equilíbrio e a harmonia através da transmissão de fluidos benéficos e salutares.

E o passe espírita pode, então, ser uma transmissão mista de fluidos magnéticos (provenientes do passista) e de fluidos espirituais (que têm sua origem nos benfeitores espirituais).

A boa vontade de quem doa as energias benéficas assim como de quem as recebe é que determina a eficácia da transmissão e da recepção do passe.

Como age o passe espírita no nosso organismo.

Segundo os Espíritos, a pessoa absorve os fluidos curativos por meio dos chacras. Os chacras são os centros vitais responsáveis por acumular e distribuir energias, e ficam localizados no perispírito.

Emmanuel, no livro “O Consolador”, psicografado por Chico Xavier, explica que “assim como a transfusão de sangue representa uma renovação das forças físicas, o passe é uma transfusão de energias psíquicas, com a diferença de que os recursos orgânicos são retirados de um reservatório limitado, e os elementos psíquicos o são do reservatório ilimitado das forças espirituais.”

O passe espírita geralmente é transmitido pelas mãos, mas também pode ser feito pelo olhar, pelo sopro ou mesmo a distância, por meio das irradiações mentais.

Como ter o melhor benefício do passe.

O passe renova as nossas energias, dissipas as sombras da tristeza, nutre o corpo com os elementos para o seu fortalecimento, mas a sua ação salutar não depende só de recebê-lo, mesmo que regularmente.

A proteção, a saúde e a felicidade estão diretamente ligadas ao nosso modo de ser, pois a Lei de Causa e Efeito é soberana em nossa vida.

E é claro que nós renovamos as energias com o passe recebido, mas também precisamos renovar as nossas atitudes.

“Se pretendes, pois guardar as vantagens do passe, que em substância, é ato sublime de fraternidade cristã, purifica o sentimento e o raciocínio, o coração e o cérebro. (Emmanuel, no livro ‘Segue-me’)

Assim, primeiro pensamos e agimos dentro de uma conduta de moral elevada, resistindo aos nossos impulsos inferiores, para então nos beneficiarmos com coisas boas.

Antes buscamos, a cada dia, conhecer melhor e agir de acordo com os princípios da espiritualidade.

E então, o passe será cada vez mais eficiente e duradouro, porque em nós encontra sintonia e assim potencializa a sua ação.

Noemi C. Carvalho

Referências:

Federação Espírita Brasileira
Portal do Espírito
Wikipedia

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

1 – Insira o seu e-mail e cadastre-se.

2 – Autorize sua inscrição no e-mail de confirmação que você vai receber.
* Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Política de PrivacidadePolítica de Cookies Política Anti-Spam

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais:

Facebook

Instagram

Pinterest

Twitter

YouTube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossas publicações por

e-mail

 Insira o seu e-mail para se cadastrar.

Você vai receber primeiro um e-mail para autorizar a inscrição.

Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Um e-mail vai ser enviado para você autorizar a sua inscrição. Lembre de olhar a caixa de spam.

%d blogueiros gostam disto: