Home / Autoconhecimento / Perdoar é uma atitude que mostra força, não fraqueza

Perdoar é uma atitude que mostra força, não fraqueza

Imagem do Papa Francisco sorrindo e acenando, com a inscrição "Perdoar é uma atitude que mostra força, não fraqueza"

Não é fácil perdoar os nossos inimigos, mas é possível e benéfico.

Na visita do Papa Francisco à África, ele falou sobre um dos mais profundos ensinamentos de Jesus, contido no “Sermão da Montanha“: “Amai os vossos inimigos” (Lc 6, 27). Assim o Papa quis fixar o conceito de que o ato de perdoar é uma atitude que mostra força.

Na cerimônia de despedida de Moçambique, o Santo Padre explica que Jesus nos deixou um profundo modelo a seguir, pois ele amou e perdoou aqueles que o traíram e o mataram.

De nada adianta o amor retórico e teórico, repleto de palavras, mas vazio de sentimento.

Certamente, pode ser difícil reconciliar-se com alguém quando ainda estão presentes as lembranças das desavenças.

Contudo, mesmo assim, devemos nos empenhar não em ignorar o fato e a pessoa que o provocou, mas em compreender e perdoar.

Devemos seguir sempre a primeira regra de ouro, proposta por Jesus.

Jesus propõe que se siga a primeira regra de ouro, algo que está ao alcance de todos: fazer aos outros aquilo que gostaríamos que fizessem a nós.

Essa é a tônica do amor incondicional, quando fazemos sem esperar nada em troca, na disposição sincera de ajudar e servir.

Papa Francisco se refere às dolorosas condições sofridas por muitos seres:  “o mundo desconhecia – e continua sem conhecer – a virtude da misericórdia, da compaixão, matando ou abandonando deficientes e idosos, eliminando feridos e enfermos, ou divertindo-se com os sofrimentos dos animais.

Segundo ele, a reconciliação não deve ser apenas uma “ausência de conflito, mas o compromisso diário de cada um de nós.

Trata-se de uma atitude, não de fracos, mas de fortes, uma atitude de homens e mulheres que descobrem que não é necessário maltratar, denegrir ou esmagar para se sentirem importantes; antes, pelo contrário.

Perdoar é um ato que traz paz interior e serenidade.

Todos que já tiveram dificuldade em perdoar, sabem que essa atitude só aumenta o rancor, o mau-humor, a tristeza, o desgosto e todos os sentimentos negativos que nos fazem sentir mal.

O perdão e a compaixão são virtudes que devem estar sempre presentes em nossas atitudes do dia a dia, porque conseguimos, dessa forma, manter em sereno equilíbrio nossa energia emocional, o que só nos traz benefícios.

Noemi C. Carvalho

com informações de Vatican News

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

1 – Insira o seu e-mail e cadastre-se.

2 – Autorize sua inscrição no e-mail de confirmação que você vai receber.
* Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Política de PrivacidadePolítica de Cookies Política Anti-Spam

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais:

Facebook

Instagram

Pinterest

Twitter

YouTube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossas publicações por

e-mail

 Insira o seu e-mail para se cadastrar.

Você vai receber primeiro um e-mail para autorizar a inscrição.

Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Um e-mail vai ser enviado para você autorizar a sua inscrição. Lembre de olhar a caixa de spam.

%d blogueiros gostam disto: