Home / Autoconhecimento / Porque é bom manter uma atmosfera espiritual elevada

Porque é bom manter uma atmosfera espiritual elevada

família de mão dadas na praia sob luz atmosfera espiritual

Como nossas atitudes influenciam o ambiente.

Todas as atitudes que temos em relação às outras pessoas criam uma atmosfera espiritual e esta, por sua vez, dá origem aos fatos que viveremos no dia a dia. Portanto, manter uma atmosfera espiritual elevada é importante para que tenhamos dias agradáveis e tranquilos.

É isso que nos explica Emmanuel¹, para que não nos lamentemos depois pelas circunstâncias indesejáveis que acontecem conosco.

De acordo com o benfeitor espiritual, é “importante pensar que não apenas teremos o que damos, mas igualmente viveremos naquilo que proporcionamos aos outros. Daí o impositivo de doarmos tão somente o bem, integralmente o bem.”

Colhemos aquilo que plantamos.

O bom e velho ditado diz que colhemos o que plantamos. E sabemos, também, que a semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória.

“Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá.
Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna.”
(Gálatas 6:7,8)

Esse mecanismo é facilmente entendido da forma como é explicado por Emmanuel. “Se em determinada faixa de tempo criamos a alegria para os nossos semelhantes e criamos para eles o sofrimento em outra faixa, nossa existência estará dividida entre felicidade e desventura. Porque teremos trazido uma e outra ao nosso convívio, arruinando valiosas oportunidades de serviço e elevação.

Se oferecemos azedume, é óbvio que avinagraremos o sentimento de quem nos acolhe, reavendo, em câmbio inevitável, o mesmo clima vibratório, como quem recolhe água inconveniente para a própria sede, após agitar o fundo do poço, de cuja colaboração necessite.

Se atiramos crítica e ironia à face do próximo, de outro ambiente não
disporemos para viver senão aquele que se desmanda em sarcasmo e censura.”

Plantar o bem para colher o bem.

Portanto, convém pensarmos antes de tomar uma atitude impulsiva, porque, depois, nossa ação irrefletida, sarcástica ou prepotente pode nos trazer consequências indesejáveis.

E então, não sabendo dessa relação da Lei de Causa e Efeito, nos lamentamos pelas infelicidades e desventuras da nossa vida.

>> Você pode se interessar em ler Como colocar em ação a Lei do Carma, ou de Causa e Efeito

Por isso Emmanuel, conhecedor da Leis Espirituais, nos orienta: “Certifiquemo-nos de que não somente as pessoas, mas os ambientes também respondem. Queiramos ou não, somos constrangidos a viver no clima espiritual que nós mesmos formamos.

Pacifiquemos e seremos pacificados.

Auxilia e colherás auxílio.

Tudo que espiritualmente verte de nós, regressa a nós. ‘Dá e dar-se-te-á’, asseverou Jesus. O ensinamento não prevalece tão só nos domínios da dádiva material propriamente considerada. Do que dermos aos outros, a vida fatalmente nos dá.”

Assim, fica esclarecido que o “dar” não diz respeito só às coisas materiais mas também, e principalmente, à nossa postura moral. Esta fica impregnada no ambiente e atrai para nós situações com energia semelhante.

Queremos o bem, a harmonia, a felicidade e a paz transitando em nossa vida. Mas para isso é preciso que, antes, manifestemos essas mesmas virtudes nos relacionamentos com nosso semelhantes, cuidando da atmosfera espiritual ao nosso redor.

Noemi C. Carvalho

1 – Emmanuel, do livro “Alma e Coração”, psicografia de Chico Xavier.
Emmanuel foi o orientador espiritual de Chico Xavier. Uma de suas encarnações na Terra deu-se ao tempo de Jesus. Ele foi o senador romano Publio Lentulus, autor de uma célebre carta onde fez uma detalhada descrição de Jesus.

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

leaqui

Política de PrivacidadePolítica de Cookies Política Anti-Spam

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.
Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitterYouTube

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Cadastre-se para receber nossas publicações

Receba nossas publicações em sua caixa de e-mails

Após se cadastrar você receberá um e-mail para confirmar sua inscrição.

 

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

 

Você receberá um e-mail para confirmar sua inscrição.

%d blogueiros gostam disto: