Home / Espiritualidade / Porque o Dr. Bezerra era conhecido como o “médico dos pobres”

Porque o Dr. Bezerra era conhecido como o “médico dos pobres”

fotografia da fachada da farmácia Cordeiro onde ao lado o Dr. Bezerra clinicava Dr. Bezerra "médico dos pobres"

Um caso de bondade e compaixão do Dr. Bezerra, o “médico dos pobres”.

Esta é umas das passagens da vida do Dr. Bezerra, onde fica claro porque ele ficou conhecido como o “médico dos pobres”, contada por Ramiro Gama¹. Leia a seguir.

“A companheira do abnegado médico já havia combinado com o amigo Cordeiro para cobrar aos que pudessem pagar à razão de cinco mil réis por consulente. O dinheiro não passaria pelas mãos de Bezerra e deveria ser encaminhado a D. Cândida. Bezerra sabia disto e concordou desde que recebesse apenas dos que estivessem em condições de pagar…

Certa vez, penetra no seu consultório na Farmácia Cordeiro uma pobre mulher com uma criança ao colo. Sentou-se e apresentou-lhe o filhinho para exame. O aspecto da pobre mulher como o da criança traduzia miséria e fome. Bezerra atendeu a criança. Sentiu-lhe o físico em misero estado. E receitou, aconselhando à mãe sofredora:

— Minha filha, dê a seu filho estes remédios de hora em hora. São remédios homeopáticos e, se desejar, pode comprá-los aqui mesmo…

— Comprá-los, doutor, com quê, se não tenho comigo nenhum níquel! Se eu e meu filho estamos até agora em jejum…

O bondoso médico olhou para a mãe sofredora. Seus olhos mansos e verdes, refletindo compaixão, encheram-se de pranto. Ambos choravam! O ambiente deveria ser tocante e vestido de luz e amor! Abraçando-a, disse-lhe Bezerra:

— Não se apoquente, minha filha, vou ajudá-la. Confiemos no amor da Virgem, que vela por todos nós. Procurou nos bolsos das calças e do paletó algum dinheiro e nada encontrou. Pôs-se a pensar, olhando para cima, como se fizesse uma Prece muda e sentida. De repente, fazendo-a sentar-se, sai e procura seu amigo Cordeiro, também manso e bom.

A solução para ajudar a pobre mãe e seu filho.

— Cordeiro, prometi-lhe não mexer no dinheiro das consultas, a fim de que você o encaminhe diretamente à minha esposa. Mas o caso de hoje é doloroso… Já rendeu alguma coisa?

— Nada, porque os doentes, até agora, são pobres e como sua ordem é para receber apenas dos que podem pagar…

— E o resultado de ontem, já o entregou?

— Não, está ainda comigo.

— Dê-me, então, este dinheiro e esperemos na proteção da Virgem, que há de nos mandar algum, mais tarde.

Cordeiro lhe atendeu. Bezerra penetra o consultório. E, dirigindo-se à infeliz irmã em provas:

— Tome, minha filha, este envelope. Com o dinheiro que está aí, compre remédios, também leite e alimentos para seu filho.

A pobre mãe, de olhos surpresos, lacrimosos, lábios trémulos, tartamudeia e nada pode dizer para lhe agradecer. Chora… E Bezerra, abraçando-a:

— Nada de lágrimas, vamos, vá na santa Paz de Deus e que a Virgem a proteja e o seu filhinho. Ele há de ficar bom…

Assim atendida, a sofredora mãe deixa o consultório. E, quando volta, da porta, para agradecer, ouve apenas a voz mansa e boa de Bezerra:

— Entre aquele que estiver em primeiro lugar.

No dia seguinte, Cordeiro e D. Cândida tiveram uma conversa longa. Ambos se inteiraram da ação meritória. Louvaram-na em silêncio.

E, embora sabendo que outras ações assim iriam se dar, confiaram no Amor da Virgem, e, de fato, dali por diante, os poucos que podiam pagar, pagavam. Os clientes pobres, na maioria, nada pagavam.

E o pouco com Deus penetrava na Seara Espírita enchendo corpos e almas de seus familiares de algo abençoado pelo Amor do Pai e Criador, que é Deus!”

Ramiro Gama, em “Lindos Casos de Bezerra de Menezes”

Referência

1 – Ramiro Gama (nascido em dezembro de 1898 e desencarnado em maio de 1981) foi jornalista, escritor, poeta, conferencista e espírita dos mais atuantes, com dezenas de obras publicadas.

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

1 – Insira o seu e-mail e cadastre-se.

2 – Autorize sua inscrição no e-mail de confirmação que você vai receber.
* Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Política de PrivacidadePolítica de Cookies Política Anti-Spam

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais:

Facebook

Instagram

Pinterest

Twitter

YouTube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossas publicações por

e-mail

 Insira o seu e-mail para se cadastrar.

Você vai receber primeiro um e-mail para autorizar a inscrição.

Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Um e-mail vai ser enviado para você autorizar a sua inscrição. Lembre de olhar a caixa de spam.

%d blogueiros gostam disto: