Home / Autoconhecimento / Que máscara o seu ego está usando hoje?

Que máscara o seu ego está usando hoje?

Tentamos nos proteger evitando ser nós mesmos.

Para evitar sensações de vazio e o difuso sentimento de dor que por vezes se abate nas pessoas, a psique desenvolveu as máscaras, um dispositivo de proteção que é usado pelo ego para esconder as causas reais de todas as inadequações. Preste sempre muita atenção para perceber se seu ego está usando alguma máscara.

Para evitar que a sua real face seja exposta em público, as pessoas usam máscaras para encobrir a totalidade do ser.

Todos os dias, ao se expor nos relacionamentos cotidianos, as pessoas inventam algo falso para conseguir suportar os confrontos que a vida apresenta. Muitas vezes aquele que está sempre brincando, alegre, contando piadas, talvez use essa máscara para fugir de assuntos sérios e importantes.

Temos também aqueles que se mostram acima de todos, dissimulando não se importar com os outros e suas opiniões, mas esse disfarce na verdade é como uma armadura para se proteger de qualquer crítica que seja, pois o mínimo reparo pode ser avassalador.

A aceitação completa de todas as características pessoais é fator imprescindível.

Independente da forma com que essas máscaras se apresentam, elas sempre encobrem a verdade.

No interior de cada um, existem muitas coisas desagradáveis: vergonhas, medos, inúmeras inseguranças, além de intenções e pensamentos primitivos e grosseiros que não são aceitos e, na maioria das vezes, difíceis de serem superados. São esses aspectos que as máscaras procuram encobrir.

Para superar a utilização de disfarces e iniciar na busca pela verdadeira identidade, é essencial que essas características pessoais desagradáveis sejam encaradas honestamente como partes da totalidade do ser.

Com esta postura de aceitar-se como verdadeiramente se é, inicia-se a separação delas e a consequente conscientização e superação das dificuldades.

Viver a liberdade de viver integralmente.

Uma forma para se desidentificar dessas características primitivas, é buscar o autoentendimento. Uma maneira prática para se fazer isso é buscar interiormente as respostas para as seguintes perguntas:

  • O que é que você tanto procura esconder em si mesmo?
  • Que máscara você usa para se esconder?

É preciso entender que todos os mecanismos usados para promover defesas psicoemocionais não são efetivos na proteção e imobilizam o ser nas raízes daquilo que o amedronta. Ou seja, as fantasias e máscaras na verdade impedem que se encontre a própria luz.

Derrube todos os muros e barreiras que foram se construindo ao longo de sua vida, deixe a luz entrar. Assim você poderá viver a verdade de ser quem é: sem medos, disfarces, máscaras, sem precisar se esconder de nada e nem ficar mendigando a aprovação dos outros.

A luz do ser é a verdade que liberta.

José Batista de Carvalho


LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter


 

Veja também

várias mãos femininas formando um coração compaixão e felicidade

A relação entre compaixão e felicidade, explicada por Dalai Lama

Dalai Lama traz novas mensagens sobre compaixão e felicidade nos dois dias de transmissão por webcast da cerimônia para o empoderamento de Avalokiteshvara.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: