Home / Emoções / Reprograme seu sistema de crenças

Reprograme seu sistema de crenças

A culpa e o medo não só devastam a nossa vida emocional, como também o nosso corpo. Muitos de nós, pelo apego à culpa e ao medo, acabam fazendo inconscientemente coisas que agridem o nosso próprio corpo.

Por exemplo, eu era incrivelmente propenso a ser vítima de acidentes. Nunca pensei muito a respeito, exceto que eu parecia ter muito azar. Essa explicação encaixava-se perfeitamente na minha crença de ser uma vítima neste mundo.

Quando mudei meu sistema de crenças e comecei a buscar um outro modo de olhar o mundo, deixei de ser propenso a acidentes. Eu tomara a decisão de nunca mais ver a mim mesmo como uma vítima. Comecei a reconhecer, quase de imediato, que eu estivera desempenhando um papel ativo na criação dos meus vários ‘acidentes’. Eles não eram, de modo algum, produtos do meu azar como eu pensava antes.

Quando deixei de dar valor ao sentimento de culpa pelo meu comportamento e pelos pensamentos do passado, nunca mais senti nenhuma necessidade de autopunição.

Acredito realmente que exista uma parte dentro de cada um de nós que, quando estamos sentindo culpa, nos diz: ‘Castigue a si mesmo ou procure uma pessoa que seja alvo da sua ira e a quem possa castigar’. Era assim que eu, no passado, costumava despender um tempo enorme punindo a mim mesmo pela culpa que sentia ou punindo os outros com o meu comportamento provocador e agressivo.

Quando nosso coração e nossa mente estão unidos através de pensamentos amorosos e nada mais, experimentamos a mais poderosa força de cura conhecida pela humanidade – o poder de cura do amor.

 

Gerald Jampolsky

 

fonte – http://www.grupomera.com.br/blog/culpa-e-medo.html

Veja também

ramagem de galhos de árvores que formam uma moldura em forma de coração mostrando o céu ritual da gratidão

Ritual da Gratidão: a energia do bem em sua vida.

Este Ritual da Gratidão ajuda a curar sentimentos sofridos, a renovar a esperança e a manter a vibração positiva, trazendo paz e harmonia.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: