personalidade

A importância do papel das emoções em nossa vida

É preciso primeiramente reconhecer as emoções para então poder educá-las, num processo de aprendizado onde é possível direcionar as emoções como força motriz para a expressão de nossas qualidades.

Os meios não justificam os fins

Aos que ingenuamente estão vivendo neste mundo, uma advertência: cuidado com aqueles que se mostram prestativos e companheiros, pois eles podem estar espreitando a ocasião mais propícia para usar contra vocês tudo o que vocês fizeram ou deixaram de fazer, o que falaram e, principalmente, as confidências que em certos momentos se fazem na confiança do pretenso ouvido amigo.

Acredite em você: sua autoestima agradece

a autoconfiança e a crença de que merecemos realizar aquilo a que nos propomos nos permite deixar para trás tudo o que nos impedia de crescer e melhorar, viramos a página para um novo capítulo que começamos a escrever. Desta vez com palavras firmes e pensamentos seguros.

Que máscara o seu ego está usando hoje?

É preciso entender que todos os mecanismos usados para promover defesas psicoemocionais não são efetivos na proteção e imobilizam o ser nas raízes daquilo que o amedronta. Ou seja, as fantasias e máscaras na verdade impedem que se encontre a própria luz.

Compaixão não é ter dó

A compaixão é positiva e restauradora. Dalai Lama fala muito em compaixão. Ele diz que a compaixão “é a base para restaurar a vitalidade e construir um mundo mais humano.” “Restaurar a vitalidade” não tem relação com sentir pena, ficar… Leia mais ›

Fofoca é inofensiva?

A fofoca, apesar de ser muito comum e considerada normal, pode prejudicar as pessoas. E não só a vítima da fofoca pode sofrer, mas o autor também, pois entra numa onda de energia negativa e  de baixa vibração.