Home / Espiritualidade / Um breve roteiro para você fazer a sua oração

Um breve roteiro para você fazer a sua oração

roteiro para oração

Um pequeno roteiro para o momento da oração.

Quando fazemos uma prece, podemos nos valer de preces tradicionais ou então rezar usando as nossas próprias palavras, formulando os pensamentos de acordo com o momento em que vivemos. E, para isso podemos seguir um pequeno roteiro, com alguns elementos que podemos incluir na nossa oração.

Nem sempre a vida transcorre como gostaríamos, passamos por muitas decepções e frustrações. Mas nesses momentos é importante não se prender às primeiras emoções impulsivas que surgem.

Porque, dessa forma, nos embrenhamos cada vez mais por um caminho de angústia, de medo, de revolta. Mas essas emoções só aumentam se não as eliminarmos de forma consciente de nossa mente.

Huberto Rohden e Yogananda orientam a manter a nossa mente em sintonia com a mente divina, com a espiritualidade superior. O mestre iogue explica que a simples repetição da palavra “Deus”, num estado meditativo, de profunda interiorização, já é suficiente para nos ligar à essência divina.

A gratidão, para começar uma prece.

É comum vermos orientações para agradecer pelas coisas boas que temos em nossa vida, mesmo se ainda não concretizamos aquilo que gostaríamos, ainda que a situação não esteja boa, ou se ficamos desapontados com alguém.

Essa é, certamente, uma atitude de grande importância. Porque podemos envolver tanto a nossa mente com as preocupações, as decepções e as dúvidas que começamos a sentir como se nada de bom existisse em nossa vida.

Incluir a gratidão na oração que fazemos ajuda a reequilibrar as emoções, nos fortalece e renova a esperança. Além disso, ela ajuda a fortalecer a conexão com a espiritualidade superior quando prestamos atenção e agradecemos pelo que há de bom ao nosso redor.

Assim, talvez muitos problemas estejam nos afetando no momento. Mas certamente vamos encontrar algo – ou até fazer uma lista – do que temos de bom à nossa volta. Pode ser a saúde boa, ou o trabalho que permite o sustento, aquela pessoa que nos apoia e compreende, o bichinho de estimação que nos traz alegria.

Uma árvore estupendamente florida, um pássaro cantando perto de nós, o céu suavemente colorido pelo sol que se despede, estão ali esperando a nossa atenção e duas palavras: “Obrigado, Deus!”

E, quem sabe, ouvindo, Ele diga: “Quem bom que você notou. Fiz isso para te alegrar!”

Outra boa opção é cantarolar músicas que mantenham na mente a lembrança de Deus e de Jesus. Os padres Marcelo Rossi e Fábio de Melo, bem como muitos cantores evangélicos, interpretam várias canções que trazem bom ânimo e nos ajudam a permanecer na vibração elevada que nos liga à espiritualidade superior.

Entre vocês há alguém que está sofrendo? Que ele ore. Há alguém que se sente feliz? Que ele cante louvores.”
Tiago 5:13

O pedido, confiando sempre na divina providência.

As nossas comunicações com o Criador, como vimos, podem trazer as nossas manifestações de agradecimento.

E certamente também podemos expressar os nossos pedidos de orientação e ajuda para as situações com as quais não nos sentimos confortáveis, que estão nos aborrecendo ou angustiando.

Nós convivemos com uma grande comunidade de espíritos que, apesar de invisíveis aos nossos olhos, nos acompanham e procuram vir em nosso auxílio quando nós o pedimos.

Ainda que Deus saiba tudo o que é melhor para nós – e por isso a gratidão é a melhor oração que existe – lembremos que Jesus perguntou a Bartimeu, o cego de Jericó que insistia em falar com ele: “O que você quer que eu lhe faça?” (Lucas 18:35-43)

Essa atitude, de termos certeza do que queremos e exprimirmos o nosso desejo, nos ajuda a fixar em nossa mente aquilo que de fato desejamos, movimentando a energia criadora pela impulsão do pensamento.

Entretanto, a confiança na sabedoria divina é fundamental para evitar sentimentos de revolta ou frustração se nosso desejo não é logo atendido. A sua realização poderia, talvez, trazer consequências que desconhecemos, ou então não seja este o momento mais apropriado.

Incluir o perdão no roteiro para a nossa oração.

Existe uma outra coisa que podemos incluir na oração: o perdão. Nós somos,, de fato, seres ainda sujeitos a falhas. Afinal, estamos em meio à nossa caminhada de evolução, tanto é que vivemos nesta nossa Terra, que é considerada um mundo de provas e expiações.

Assim, nem sempre os nossos pensamentos e as nossas atitudes são os mais corretos. Mas o que importa é reconhecermos os eventuais deslizes em nosso comportamento e procurar corrigi-los, não incorrendo no mesmo erro em outra oportunidade.

Da mesma forma, portanto, que esperamos que alguém nos peça desculpas quando faz algo que não consideramos correto, podemos nos desculpar quando percebemos que não agimos muito bem.

E não custa nada, na verdade, pedir que Deus nos perdoe também pelo que nós nem percebemos. E que nos oriente para agirmos sempre da melhor forma possível com todos.

A oração pode ser feita de muitas formas: seguindo um roteiro, de forma bem espontânea, usando preces aprendidas, em alguns minutos ou por um tempo maior.

O importante é que mantendo o nosso pensamento sempre elevado, ficamos em conexão com os benfeitores espirituais. E eles, assim, podem nos auxiliar e transmitir a sua sabedoria através da intuição.

Noemi C. Carvalho

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

1 – Insira o seu e-mail e cadastre-se.

2 – Autorize sua inscrição no e-mail de confirmação que você vai receber.
* Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Política de PrivacidadePolítica de Cookies Política Anti-Spam

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais:

Facebook

Instagram

Pinterest

Twitter

YouTube

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossas publicações por

e-mail

 Insira o seu e-mail para se cadastrar.

Você vai receber primeiro um e-mail para autorizar a inscrição.

Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Um e-mail vai ser enviado para você autorizar a sua inscrição. Lembre de olhar a caixa de spam.

%d blogueiros gostam disto: