Anúncios
Home / Autoconhecimento / Uma seleção de frases de Fernando Pessoa

Uma seleção de frases de Fernando Pessoa

As muitas pessoas de Fernando.

As frases de Fernando Pessoa refletem as muitas personalidades criadas por esse que foi um dos maiores nomes da literatura de Portugal.

Fernando Pessoa nasceu em Lisboa em 1888 e lá faleceu em 1935, aos 47 anos.

Um dos maiores nomes da literatura portuguesa, sua particularidade mais marcante foi o fato de ter escrito usando diversos nomes – os heterônimos, entre os quais Álvaro de Campos, Alberto Caeiro e Ricardo Reis.

Os heterônimos, diferentemente dos pseudônimos, são personalidades poéticas completas. São identidades criadas pelo autor que se tornam verdadeiras, como manifestações artísticas de características próprias e marcantes, sendo descritos com nacionalidade, histórico familiar, cultural e político, chegando algumas a possuir data de nascimento e morte.

“Com uma tal falta de gente coexistível, como há hoje,
que pode um homem de sensibilidade fazer senão inventar os seus amigos,
ou quando menos, os seus companheiros de espírito?”

— Fernando Pessoa

Álvaro de Campos, por exemplo,  era um engenheiro de educação inglesa e origem portuguesa, mas sempre com a sensação de ser um estrangeiro em qualquer parte do mundo. Alberto Caeiro, nascido em Lisboa, teria vivido quase toda a vida como camponês, quase sem estudos formais.

Em suas obras, expressando as personalidades distintas de seus heterônimos, Fernando Pessoa conduziu profundas reflexões sobre verdade, existência e identidade.
“Agora, tendo visto tudo e sentido tudo, tenho o dever de me fechar em casa no meu espírito e trabalhar, quanto possa e em tudo quanto possa, para o progresso da civilização e o alargamento da consciência da humanidade.”
— Fernando Pessoa, carta a Armando Côrtes-Rodrigues, 19 de janeiro de 1915.
Fernando Pessoa escreveu o primeiro poema aos sete anos, e continuou ininterruptamente até sua morte.

Sendo o maior e mais famoso exemplo da produção de heterônimos, diversos estudiosos de suas obras procuraram enumerar seus pseudônimos, heterônimos, semi-heterônimos, personagens fictícias e poetas mediúnicos.

O mais recente estudo apresentou uma lista com 127 nomes.

“Se depois de eu morrer, quiserem escrever a minha biografia,
Não há nada mais simples
Tem só duas datas – a da minha nascença e a da minha morte.
Entre uma e outra todos os dias são meus.”

— Alberto Caeiro, “Poemas Inconjuntos”. Athena n.º 5, fevereiro de 1925

Além de suas obras, Fernando Pessoa traduziu várias obras em inglês de Shakespeare e Edgar Allan Poe para o português, traduzindo também a “A Voz do Silêncio”, de Helena Blavatsky.

Veja abaixo algumas das frases de Fernando Pessoa .

 

fonte – Wikipedia

Frases de Fernando Pessoa: algumas palavras das muitas pessoas de Fernando.

Nunca amamos ninguém. Amamos, tão-somente, a ideia que fazemos de alguém. É a um conceito nosso – em suma, é a nós mesmos – que amamos. Isso é verdade em toda a escala do amor.

Quanto mais diferente de mim alguém é, mais real me parece, porque menos depende da minha subjetividade.

Matar o sonho é matarmo-nos. É mutilar a nossa alma. O sonho é o que temos de realmente nosso, de impenetravelmente e inexpugnavelmente nosso.

Vivo sempre no presente. O futuro, não o conheço. O passado, já o não tenho.

Compreender o que outra pessoa pensa é discordar dela. Compreender o que outra pessoa sente é ser ela.

Assim como lavamos o corpo devíamos lavar o destino, mudar de vida como mudamos de roupa.

O homem não sabe mais que os outros animais; sabe menos. Eles sabem o que precisam saber. Nós não.

O homem é do tamanho do seu sonho.

O poeta é um fingidor. Finge tão completamente que chega a fingir que é dor a dor que deveras sente.

Sinto frio na alma; não sei com que me agasalhar. Para o frio da alma não há manto nem capa, quem o sente não se esquece.

Quem não vê bem uma palavra não pode ver bem uma alma.

Possuir é perder. Sentir sem possuir é guardar, porque é extrair de uma coisa a sua essência.

Sinto-me nascido a cada momento para a eterna novidade do Mundo.

O sentimento abre as portas da prisão com que o pensamento fecha a alma.

Saber não ter ilusões é absolutamente necessário para se poder ter sonhos.

Ah, não há saudades mais dolorosas do que as das coisas que nunca foram!

Conhece alguém as fronteiras à sua alma, para que possa dizer – eu sou eu ?

Cultiva a concentração, tempera a vontade, faz de ti uma força pensando, o mais intimamente possível, que és realmente uma força.

fonte – Citador


LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter


 

Anúncios

Veja também

Mulher escrevendo em um caderno fazendo o diário interior crie felicidade

Crie felicidade em sua vida fazendo seu Diário Interior

Crie felicidade em sua vida dedicando mais tempo e atenção a você, e acompanhando seu progresso através das anotações do Diário Interior.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.