Home / Autoconhecimento / Umbral: quem vai e como sair dessa sombria região espiritual

Umbral: quem vai e como sair dessa sombria região espiritual

em meio ao pesado clima do umbral um mentor e dois socorristas levam uma pessoa na maca sair do umbral

Por que o espírito vai para o umbral?

O umbral é o lugar onde para onde vão a maior parte das pessoas depois da morte e por tempo indeterminado, pois é ali que o espírito tem a oportunidade de se confrontar e se redimir de suas falhas e omissões durante a vida física, para então poder sair dessa região para planos superiores da espiritualidade.

São diversos os motivos que levam os espíritos desencarnados a passarem pelo umbral. E não são apenas aqueles que praticam crimes contra a vida alheia, atos de maldade e violência que ficam por lá. Até mesmo aquilo que consideramos na Terra como pequenas desavenças, deslizes que podem ser justificados, em seguida ao retorno ao plano espiritual se transformam num fardo, num peso na consciência que nos prende a essa região.

O próprio André Luiz, autor do livro ‘Nosso Lar’, psicografado por Chico Xavier, conta que tinha uma vida considerada “normal” para os padrões da época. Ele era médico, tinha família e filhos, mas deixava em segundo plano a família. Não atendia os necessitados que não podiam pagar, nem dava o apoio moral aos necessitados pelas dores da alma, mas abusava dos vícios do álcool e do fumo.

Sua morte foi decorrente dos abusos praticados contra o corpo físico, que lhe conferiu o título de suicida por parte dos outros habitantes do umbral. Nessa região, todas as nossas mazelas emocionais ficam expostas e visíveis a todos os que lá se encontram, mesmo quando nós mesmos não conseguimos reconhecê-las.

Como o espírito consegue sair do umbral?

O espírito que está retido no umbral lá permanece até que sinta o arrependimento sincero por suas ações passadas. Assim, ao reconhecer suas atitudes menos dignas e se penitenciar com sua própria consciência, ele pode se libertar daquela região de sofrimento.

Dessa forma, quando eleva sua vibração, pode perceber a presença de espíritos de planos superiores. Essa presença antes não era percebida por não haver a afinidade necessária, pois nas regiões espirituais, assim como na Terra, nos ligamos pelo pensamento àqueles que nos são semelhantes.

Portanto, é natural que enquanto o espírito alimenta pensamentos sombrios de revolta, vingança, ódio e outros que tais, ele se ligue à densa região do umbral. Pois é lá que as vibrações mentais por ele emitidas encontram afinidade e energia semelhante.

Mas quando modifica suas emanações mentais, reconhece sua condição e abriga pensamentos de humildade, seu pedido por auxílio pode ser atendido pelos benfeitores. Estes conseguem, então, ajudar o espírito redimido a alcançar um dos postos de socorro espiritual onde receberá o tratamento necessário à sua recuperação.

Em seguida, com as forças refeitas, participa de grupos de trabalho e de estudos, preparando-se para melhor aproveitar a próxima reencarnação. Ele terá, então, a oportunidade de colocar em prática os novos aprendizados.

O trabalho das equipes socorristas do umbral.

No plano espiritual existem vários postos de socorro que atendem a região do umbral. Eles são habitados por espíritos mais evoluídos que procuram socorrer aqueles que já se encontram em condições de resgate.

As equipes socorristas saem em caravanas diariamente, procurando espíritos que possam ser atendidos e encaminhados às estações de socorro que ficam localizadas no próprio umbral.

Em seguida, são levados para hospitais em colônias espirituais superiores onde serão tratados e preparados para novas encarnações. É o caso da colônia ‘Nosso Lar’, cujas atividades são descritas por André Luiz no livro de mesmo nome.

O trabalho de auxílio prestado pelos socorristas é muito criterioso, uma vez que não podem ser admitidos nas colônias aqueles que querem somente ludibriar mostrando um falso arrependimento. E nem aqueles que não conseguiram ainda se compenetrar de suas responsabilidades perante a dádiva da vida e do necessário caminho de melhorias e avanços na esfera espiritual.

O que podemos fazer para sair logo do umbral.

Os mensageiros da espiritualidade reforçam constantemente a necessidade de perdoar, não guardando mágoa e rancor; não praticar atos que possam prejudicar os outros, observando as condutas morais de respeito ao próximo; manter a vibração elevada e a sintonia com o plano espiritual superior.

Além disso, é aconselhável buscar sempre aprimorar o autoconhecimento: manter constante estudo para o conhecimento mais aprofundado sobre a nossa condição de seres espirituais, compreender o relevante papel de nossos pensamentos não só para conquistas materiais, mas como ferramenta de construção tanto de nossa vida presente como da vida depois do retorno ao plano espiritual

A evolução espiritual é um caminho que percorremos passo a passo. O autoconhecimento é um processo de descoberta de nosso ser interior, de reconhecimento de nossos estados emocionais, de aprendizado para a condução de nosso poder mental.

E cada reencarnação é a oportunidade de nos redimirmos de falhas em encarnações anteriores, é a prova prática do que aprendemos em teoria no plano espiritual.

Noemi C. Carvalho

Referências

“Nosso Lar” – por André Luiz, psicografado por Chico Xavier
Espiritismo da Alma
Mensagem Espírita
Folha Espírita

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

leaqui

Política de PrivacidadePolítica de Cookies Política Anti-Spam

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.
Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitterYouTube

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Cadastre-se para receber nossas publicações

Receba nossas publicações em sua caixa de e-mails

Após se cadastrar você receberá um e-mail para confirmar sua inscrição.

 

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

 

Você receberá um e-mail para confirmar sua inscrição.

%d blogueiros gostam disto: