Anúncios

Você deixa o destino comandar sua vida?

Somos nós que controlamos as mãos do destino.

Passa-se a vida acreditando que a existência é dirigida pelas mãos do destino e este aparentemente mostra-se muito caprichoso ao criar situações complicadas e relacionamentos difíceis.

Dessa forma, a vida deixa de ser uma construção consciente e criativa projetada e executada por seres detentores de virtudes e qualidades majestosas capazes de conceber milagres, para se tornar uma medíocre reencenação de antigas e folhetinescas tramas que dificultam a evolução do mundo.

Perceba que em cada mitologia e em todas as lendas sempre tem alguém que precisa trilhar uma jornada de extrema dificuldade e rodeado de perigos, percorrendo um caminho onde terá que superar vários conflitos até atingir o êxito e redenção depois de derrotar o grande vilão.

Nossa vida é como a jornada do herói.

Neste esquema básico da jornada do herói temos simbolizada a trajetória de cada ser humano desde suas primeiras experiências até o momento de sua redenção e salvação.

Neste percurso – a vida que cada um empreende – à medida que se avança surgem as dificuldades, os inimigos, as armadilhas, os perigos que colocam à prova a força, a inteligência, a coragem e a confiança para superar as contrariedades. E a cada etapa vencida conquista-se mais força e conhecimento, e reforça-se a confiança para seguir evoluindo.

As dificuldades, os perigos e os inimigos que surgem na história de cada um, em sua maioria são projeções das carências e obscuridades interiores que engendram as necessárias condições para a manifestação no plano material para que, perante o confronto, sejam expostas e superadas, permitindo que um novo, mais forte e consciente ser nasça daquela crise e então, mais qualificado, possa seguir rumo ao objetivo final.

É no sagrado embate consigo mesmo que pode o ser desnudar-se das vestimentas do orgulho e vaidade que ao longo da existência foram tecidas pela vergonha e pelo medo de ser quem em verdade é e assim, livre dos inúteis e ilusórios valores arcaicos, pode assumir a sua verdade.

E essa verdade é a percepção de que somos aspectos divinos de uma Divindade amorosa, que sempre acreditou que cada um daqueles seres um dia retornariam para a casa do Pai.

Essa é a atitude necessária para comandar o destino e dirigir o seu rumo.

 

José Batista de Carvalho

 

 


LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter


Anúncios


Categorias:Autoconhecimento

Tags:, , , , ,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: