Home / Especiais / Datas Especiais / “Noite Feliz”, a canção de muitos Natais

“Noite Feliz”, a canção de muitos Natais

Noite Feliz

Uma singela canção que se tornou um dos símbolos do Natal.

“Noite Feliz” é uma das canções mais tocadas na época Natal. Você conhece a sua história?

A canção “Stille Nacht” (“Silent Night”, em inglês; “Noite Feliz”, em português) foi ouvida pela primeira vez, na Igreja de São Nicolau, na cerimônia da Vigília de Natal do ano de 1818, na cidade austríaca de Oberndorf, província de Salzburgo, na Áustria.

A sua letra, na verdade, é uma mensagem de paz que foi escrita em 1816 pelo jovem sacerdote Joseph Mohr (1792-1848). Ele estava então na cidade de Mariapfarr, e Salzburgo vivia um período difícil, com as guerras espalhando violência, caos e fome.

Dois anos depois, na véspera de Natal de 1818, já em Oberndorf, ele pediu a seu amigo Franz Xaver Gruber (1797-1863), um professor na cidade vizinha de Arnsdorf e também organista em Oberndorf, para criar uma melodia para o texto.

Franz concordou em compor a melodia, procurando fazê-la simples, de modo que os paroquianos aprendessem rapidamente a cantá-la.

Como o órgão da igreja estava danificado (os foles teriam sido roídos pelos ratos), na missa de Natal Mohr cantou e Gruber tocou violão.

Foi assim que, naquela noite de Natal de 1818, os fiéis presentes à celebração na igreja de São Nicolau ouviram e logo cantaram a cativante melodia.

E ninguém sequer imaginava que ela se tornaria a canção de Natal mais conhecida de todo o planeta.

A canção que partiu da pacata cidade dos alpes e percorreu o mundo.

De acordo com um relato popular, um técnico foi consertar o órgão da paróquia de Oberndorf. Ao ouvir a história do padre, pediu para ouvir a canção. Ele ficou encantado, e começou a levar a canção natalina em todas as igrejas por onde passava.

O fato é que “Noite Feliz” percorreu a Europa, chegou à América e foi declarada Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Unesco, em 2011.

Ela foi traduzida em mais de 300 línguas e dialetos e é considerada uma das canções natalinas mais famosas no mundo.

A primeira tradução para o inglês apareceu na cidade de Nova York em 1851.

A versão em língua portuguesa é de 1912, do frade franciscano Pedro Sinzig. Ele nasceu na Alemanha, mas chegou ao Brasil em 1898, aos 22 anos, onde foi ordenado padre e trabalhou por toda a vida.

A tradução literal do original da música em alemão – “Stille Nacht” – é “Noite Silenciosa”. A versão em inglês, “Silent Night”, manteve a tradução literal.

Entretanto, outras línguas tiveram que adaptar a letra para ficar compatível com a música. É o caso, por exemplo, da versão para o francês – “Douce Nuit” (“Doce noite“) – e para o português – “Noite Feliz”.

Muitas vezes o próprio poema sofre alterações, na tentativa de perpetuar a mensagem de paz original mas atendendo à necessidade de levar em conta a melodia e as rimas da língua local.

A música foi gravada ao longo dos anos por um incontável número de cantores, de todos os gêneros musicais. A versão cantada por Bing Crosby aparece na terceira posição entre os singles mais vendido de todos os tempos, com cerca de 30 milhões de cópias comercializadas no mundo todo.

A história de “Noite Feliz” é preservada em sua cidade natal.

A igreja de São Nicolau não existe mais. Ela foi demolida no começo do século XX porque ela sofria constantes alagamentos, devido à sua proximidade do rio Salzach.

Por volta de 1920-1930, foi construída a Capela Memorial da Noite Silenciosa (Stille-Nacht-Gedächtniskapelle) num lugar 800 metros mais alto que o anterior.

A capela acolhe só 20 pessoas, afinal, Oberndorf bei Salzburg é uma pequena cidade da Áustria, encravada nas suaves colinas verdes no sopé dos Alpes.

A sua área de 4,54 km² abriga uma população estimada em cerca de 5.800 habitantes (2019).

Entretanto, a capela recebe cerca de 7 mil peregrinos para a missa de Natal, além de quase 2 mil turistas.

Para preservar a história e celebrar a canção que se tornou um símbolo do Natal, a cidade de Oberndorf contruiu um museu, o “Stille Nacht Museum Oberndorf”.

Uma Noite Feliz, para que haja paz no mundo.

O Papa Francisco, certa vez, disse: “Na sua profunda simplicidade, esse canto nos faz entender os eventos da Noite Santa. Jesus, o Salvador que nasceu em Belém, nos revela o amor de Deus Pai”.

Veja, em seguida, a versão em língua portuguesa da canção de natal que nós conhecemos como “Noite Feliz”.

“Noite Feliz”

Noite feliz! Noite feliz!
Ó, Senhor, Deus de amor,
pobrezinho nasceu em Belém.
Eis, na lapa, Jesus, nosso bem!
Dorme em paz, ó Jesus!
Dorme em paz, ó Jesus!

Noite feliz! Noite feliz!
Ó, Jesus, Deus da luz,
quão afável é teu coração
que quiseste nascer nosso irmão.
E a nós todos salvar!
E a nós todos salvar!

Noite feliz! Noite feliz!
Eis que, no ar, vêm cantar
aos pastores os anjos dos céus,
anunciando a chegada de Deus.
De Jesus Salvador!
De Jesus Salvador!

Noemi C. Carvalho

Referências

1 – Aleteia
2 – Stillenacht – Oberndorf
3 – Unisinos
4 – Wikipedia

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

1 – Insira o seu e-mail e cadastre-se.

2 – Autorize sua inscrição no e-mail de confirmação que você vai receber.
* Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Política de PrivacidadePolítica de Cookies Política Anti-Spam

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais:

Facebook

Instagram

Pinterest

Twitter

YouTube

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossas publicações por

e-mail

 Insira o seu e-mail para se cadastrar.

Você vai receber primeiro um e-mail para autorizar a inscrição.

Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Um e-mail vai ser enviado para você autorizar a sua inscrição. Lembre de olhar a caixa de spam.

%d blogueiros gostam disto: