Anúncios
Home / Energia / Elementos / Defumação: a limpeza energética “per fumum”

Defumação: a limpeza energética “per fumum”

Turíbulo espargindo a defumação
Defumação: a limpeza energética “per fumum”.

Do “per fumum” à Aromaterapia.

A defumação é uma das práticas mais antigas aprendidas pelo homem, que descobriu os vários usos que as plantas aromáticas podiam ter para seu benefício.

Como sabemos, a Aromaterapia é a prática terapêutica que utiliza os óleos essenciais para cuidar das pessoas, animais e ambientes. Mas antes de receber esse nome, os óleos essenciais já eram conhecidos e muito utilizados, principalmente na perfumaria.


A palavra perfume deriva do latim “per fumum”, que significa “pela fumaça”. E foi justamente pela fumaça que os nossos ancestrais começara a perceber os aromas que se desprendiam das florestas em chamas.

O poder das plantas começou a ser usado através da defumação.


O homem primitivo sentiu os cheiros que algumas árvores com troncos odoríficos, como o cedro e o pinheiro, soltavam no ar. Depois, quando aprendeu a dominar o fogo, descobriu que algumas plantas eram boas para acompanhar alimentos cozidos e que às vezes a fumaça era agradável ou dava uma sensação de sonolência ou de revigoramento.


A defumação foi uma das primeiras formas de tratamento com ervas, usada principalmente para afastar maus espíritos. Usavam-se, assim, as plantas durante as comemorações, como oferendas ao sol e à mãe terra. Em seguida, observando os efeitos das infusões sobre o corpo e a mente, o homem antigo foi atribuindo algum poder a elas.


Como resultado de suas descobertas, a arqueologia vem revelando a importância das plantas aromáticas nas práticas de magia e cerimônias religiosas desde a pré-história. Desde as primeiras flores picadas e espalhadas no período Neolítico, aos primeiros compostos de incensos encontrados nos túmulos chineses, a sofisticada arte das fragrâncias desenvolveu-se através dos tempos.

Esta arte foi muito importante na vida religiosa através dos preparados de unções e defumadores, assim como para o desenvolvimento da medicina em todas as civilizações antigas, gerando intensa atividade mercantil entre os povos.

José Batista de Carvalho

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.
Também nas redes sociais: Facebook – Instagram – PinterestTwitter

Acompanhe as publicações inscrevendo-se para receber:
– Newsletter
– Notificações

Anúncios

Veja também

figura ilustrativa de uma pessoa com a projeção do universo na postura de lótus com os braços abertos mostrando a interação dos sete chakras principais

Os sete chakras principais são nossos corpos de energia

Os chakras representam nossos corpos energéticos. Considera-se que há sete chakras principais, responsáveis pelo fluxo da vida.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: