Home / Espiritualidade / Como é a vida dos animais no plano espiritual

Como é a vida dos animais no plano espiritual

colagem de imagens com pássaros e cães em tarefa em nosso lar vida animais plano espiritual

Existem animais também no plano espiritual.

Alguns detalhes de como é a vida dos animais no plano espiritual chegam até nós através das diversas obras psicografadas. Elas nos trazem informações sobre a existência de colônias específicas para os animais e, além disso, falam sobre o trabalho de apoio que muitos deles oferecem em certas atividades.

Logo nas primeira páginas de “Nosso Lar“, André Luiz descreve a vista que ele observa enquanto se encontrava na instituição hospitalar para refazer as suas forças.

“Aves de plumagens policromas cruzavam os ares e, de quando em quando, pousavam agrupadas nas torres muito alvas, a se erguerem retilíneas, lembrando lírios gigantescos, rumo ao céu.

Das janelas largas, observava, curioso, o movimento do parque. Extremamente surpreendido, identificava animais domésticos, entre as árvores frondosas, enfileiradas ao fundo.”, ele descreve.

Os animais prestam importantes serviços no umbral.

Em seguida, quando já estava recuperado e fortalecido, André Luiz acompanhou Narcisa, a enfermeira da colônia que prestava assistência espiritual aos recém-chegados.

Conforme seus relatos, eles estavam esperando uma caravana socorrista que ia chegar trazendo um grupo de Espíritos resgatados do umbral.

Eram os Samaritanos, que ajudavam os Espíritos sofredores que estivessem em condições de entrar na colônia, e os transportavam, então, até os seus portões.

André Luiz narra assim a sua nova experiência: “Ali estivemos, minutos longos, parados na contemplação dos campos silenciosos. Em dado momento, porém, a bondosa amiga indicou um ponto escuro no horizonte enluarado, e observou:

– Lá vêm eles!

Identifiquei a caravana que avançava em nossa direção, sob a claridade branda do céu. De repente, ouvi o ladrar de cães, a grande distância.

– Que é isso? – interroguei, assombrado.

– Os cães – disse Narcisa – são auxiliares preciosos nas regiões obscuras do umbral, onde não estacionam somente os homens desencarnados, mas também verdadeiros monstros, que não cabe agora descrever.

A enfermeira, em voz ativa, chamou os servos distantes, enviando um deles ao interior, transmitindo avisos. Fixei atentamente o grupo estranho que se aproximava devagarinho.

Seis grandes carros, formato diligência, precedidos de matilhas de cães alegres e bulhentos, eram tirados por animais que, mesmo de longe, me pareceram iguais aos muares terrestres.

Mas a nota mais interessante era os grandes bandos de aves, de corpo volumoso, que voavam a curta distância, acima dos carros, produzindo ruídos singulares.”

Surpreso, André Luiz recebe então mais detalhes de Narcisa:

– “Os cães facilitam o trabalho, os muares suportam cargas pacientemente e fornecem calor nas zonas onde se faça necessário; e aquelas aves, acrescentou, indicando-as no espaço, que denominamos íbis viajores, são excelentes auxiliares dos Samaritanos, por devorarem as formas mentais odiosas e perversas, entrando em luta franca com as trevas umbralinas.”

Os nossos bons companheiros recebem cuidados amorosos no plano espiritual.

Allan Kardec e André Luiz nos fazem saber, através de suas obras, que os animais, depois que morrem, ficam sob os cuidados de Espíritos especializados.

Esses trabalhadores têm a tarefa de cuidar dos animais, assim como de classificá-los e agrupá-los por espécies. Em seguida, eles podem reencarnar ou podem ser destacados para algumas tarefas, como vimos acima na descrição de André Luiz.

Marcel Benedeti foi um médico veterinário, escritor espírita e defensor dos animais, que morreu aos 47 anos, em 2010. Em suas obras ele descreve que, de fato, existem colônias específicas para os animais no plano espiritual. De acordo com Benedeti, ali os Espíritos zoófilos zelam com muito carinho pela sua vida e pelo seu bem-estar.

Chico Xavier sempre dizia que os animais podem, também, ficar ainda algum tempo com os seus tutores depois da morte, principalmente com a finalidade de amenizar a saudade que estes sentem de seus animais.

Assim, eles podem aparecer em sonhos, ou como visões momentâneas ou simplesmente com aquela forte sensação que temos de que o nosso bom companheiro está por perto.

Noemi C. Carvalho

ASSINE GRATUITAMENTE NOSSA NEWSLETTER

1 – Insira o seu e-mail e cadastre-se.

2 – Autorize sua inscrição no e-mail de confirmação que você vai receber.
* Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Política de PrivacidadePolítica de Cookies Política Anti-Spam

LêAqui: a mensagem certa na hora certa.

Também nas redes sociais:

Facebook

Instagram

Pinterest

Twitter

YouTube

3 Comentários

  1. gosto muito de me informar sobre espiritualidade e também a dos animais tenho sofrido muito por eles á 3 anos perdi um gato que era especial amigo com doença contagiosa ainda choro por ele mas acontecia que eu tinha a impressão que ele me visitáva quando eu quase dormia e sentia-o andar encima da cama nunca desabafei isto não tenho quem me entemdêsse obrigada por receberem o meu desabafo Gratidão

  2. Ame sua matéria!! Gratidão!!!

    • Agradecemos seu comentário. É sempre bom saber um pouco mais sobre a vida dos nossos bons companheiros.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba nossas publicações por

e-mail

 Insira o seu e-mail para se cadastrar.

Você vai receber primeiro um e-mail para autorizar a inscrição.

Lembre-se de olhar as caixas de spam e de promoções.

Um e-mail vai ser enviado para você autorizar a sua inscrição. Lembre de olhar a caixa de spam.

%d blogueiros gostam disto: